Coisas que aprendi no livro de receitas

Confesso que não sou das pessoas mais criativas na cozinha. Na verdade, não sou muito criativa em nenhuma área da minha vida. Gosto de achar um modelo bacana e que funcione e sigo as instruções. Vez ou outra me aventuro e crio alguma novidade. Mas no geral prezo pelo resultado mais do que pela inovação.

Não é nenhum espanto, então, saber que procuro receitas para todas as comidas que preparo. Vai ser muito difícil me ver entrando numa cozinha na louca para juntar ingredientes aleatórios e fazer pratos incríveis.

Por isso, a minha receita de hoje na verdade não é nada minha. Achei num livro de culinária saudável da Lucilia Diniz, chamado Comer Light. Alias, esta não vai ser a única receita deste livro que pretendo compartilhar aqui com vocês. O livro é sensacional e tem muitas receitas super saborosas e fáceis de fazer. Recomendo.

A receita do dia é de um acompanhamento. Vamos lá.

Torta de vegetais em camadas

1 berinjela grande cortada em fatias
3 abobrinhas cortadas em fatias
2 cogumelos Portobello cortado em fatias (daqueles enormes, que um é o tamanho da palma da mão inteira)
2 tomates grandes em fatias
1 dente de alho picado
5 ramos de folhas de manjericão fresco picado
1 fatia de pão integral light triturado
sal e pimenta-do-reino a gosto
parmesão light ralado para polvilhar

Modo de preparo:
Tempere as fatias de berinjela e abobrinha com sal e pimenta-do-reino. Em uma frigideira antiaderente, grelhe em fogo médio a berinjela, a abobrinha e o cogumelo dos dois lados até ficarem macios. Cuidado para não deixá-los molengos demais, eles devem ficar um pouco al dente. Reserve.
Em uma assadeira comece a montar a torta. Faça uma camada com 1/2 da berinjela. Por cima, faça uma camada com metade da abobrinha. Repita o procedimento com o cogumelo e o tomate. Em seguida, espalhe o alho e o manjericão por cima do tomate. Polvilhe mais um pouco de sal e pimenta a gosto.
Repita os passos para formar uma segunda camada de cada vegetal. Guarde algumas fatias da abobrinha para a colocar como camada final. Por fim, distribua o pão triturado e o parmesão ralado para formar uma crostinha em cima das camadas da torta.
Leve ao forno preaquecido (200ºC) por cerca de 35 minutos ou até que os tomates estejam macios.

Rende 6 porções.

O bom desta torta é que serve de acompanhamento light para qualquer proteína. Por não ter muito carboidrato, é uma ótima opção também para o jantar.

Já preparei este prato duas vezes e em ambas as ocasiões foi um sucesso. Caso não encontre o cogumelo Portobello, vale usar também o Shitake, igualmente saboroso. Entretanto, sempre opte pela versão fresca. Os cogumelos secos ou em conserva não funcionam muito bem neste caso. Outra sugestão é incluir uma camada de cenoura em rodelas, também grelhadas previamente até ficarem macias.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s