Investindo nas variações diárias

Como tudo que é bom um dia chega ao fim, hoje tem a última receita do cardápio que preparei para o jantar de quarta-feira à noite: um filé mignon especial. Um dos segredos de manter uma alimentação saudável é investir no maior número de variedades possível à mesa. Ou seja, nada de ficar comendo só carne ou só frango o tempo todo. O ideal é misturar e comer carne branca (peixes ou frango) de 4 a 5 vezes na semana e carne vermelha apenas 2 ou 3 vezes.

Quando for optar por incluir carne no cardápio, outra sugestão é procurar as versões mais magras, como filé mignon, lagarto ou maminha. E claro, investir sempre em acompanhamentos como vegetais grelhados e fartas saladas de folhas verdes que deixam o prato mais colorido e saboroso.

Para este filé, usei uma receita que encontrei no livro Saúde & Sabor com Equilíbrio, elaborado pela nutricionista Roseli Rossi. Alias, as outras duas receitas anteriores que fiz para o jantar também saíram daqui. O livro é bem variado e inclui opções que parecem ser super deliciosas para todos os gostos. Estas três primeiras que testei, pelo menos, ficaram ótimas.

Mignon conquistador

Mignon conquistador

800g de filé mignon sem gordura
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 colher de sobremesa de margarina light
1 tablete de caldo de carne
2 col. de sopa (cheias) de farinha de trigo
3 col. de sopa de requeijão light
1 pote de iogurte natural desnatado
120 g de champignon fatiados
4 col. de sopa de milho verde em conserva
40 g de azeitona preta em rodelas

Modo de preparo:
Em uma panela antiaderente, refogue a cebola e o alho na margarina light até dourar. Acrescente o filé mignon cortado em cubinhos ou tirinhas e refogue mais um pouco até que a carne solte seu suco (aproximadamente 5 minutos). Em seguida, junte o caldo de carne dissolvido em 500 ml de água fervente e cozinhe em fogo brando até a carne amolecer.
Quando a carne estiver macia, retire-a aos poucos com uma escumadeira de forma que o caldo continue na panela. Peneire sobre este molho a farinha de trigo mexendo sem parar até engrossar. Acrescente o iogurte e o requeijão, mexa bem e deixe ferver de 2 a 3 minutos. Reserve.
Para a montagem, espalhe o filé cozido num refratário médio. Por cima, coloque uma camada do champignon, o milho verde e as azeitonas. Em seguida, regue com o molho reservado. Leve ao forno médio, pré-aquecido, por cerca de 15 minutos até que o molho esteja borbulhando. Sirva em seguida.

Rende 8 porções.

Esta receita é ótima pois acrescenta na porção diversos vegetais além da carne. Assim, numa colherada evitamos de colocar muito filé e acabamos levando junto ingredientes menos calóricos e gordurosos, mas igualmente saborosos. Além disso, a escolha dos acompanhamentos acaba tendo certa liberdade. Vale optar por incluir pimentões cortados em cubinhos ou cenouras em rodelas para substituir qualquer um dos ingredientes das camadas.

Alias, como sou uma pessoa bastante visual, minha única reclamação com relação ao prato pronto é que não ficou tão colorido quanto esperava. Outra sugestão que pensei foi substituir a azeitona preta por azeitona verde. Parece coisa boba, mas certamente daria uma outra cara ao prato, além de variar bastante as cores das camadas. (Não que no final ele tenha ficado com uma aparência ruim, pelo contrário. Basta olhar a foto para ver que ficou com uma cara deveras apetitosa!)

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s