Leve porém reforçado

Omeletes são ótimas opções para um jantar saudável. Se feitas com uma gema e duas ou mais claras, funcionam como excelentes fontes de proteína sem ter muita gordura nem colesterol que prejudicam a saúde. Além disso, aceitam uma variedade de acompanhamentos saborosos para complementar a refeição, como sopas, saladas ou fatias de pão integral torradas.

Já compartilhei aqui com vocês uma descoberta que mudou a minha vida: a omeleteira de microondas. Agora, descobri uma receita de omelete feita no forno. Ou seja, também não é frita na frigideira e não usa quantidades absurdas de gordura (seja óleo, azeite ou manteiga) na preparação. E de novo, ficou super leve e delicioso!

Omelete de forno

Omelete de forno

1 gema
4 claras
85 g de espinafre fatiado
100 g de cogumelos frescos fatiados
1 dente de alho picado
1 col. de sopa de cebolinha picada
60 ml de leite desnatado
1 col. de sobremesa de queijo light ralado
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Numa panela antiaderente, refogue o alho, a cebolinha e os cogumelos até ficarem macios. Pingue algumas gotas de água para ajudar no processo. Sem parar de mexer, acrescente o espinafre e refogue até ficar murcho. Escorra a água que soltar dos vegetais.
Numa tigela, bata a gema e as claras com um garfo ou batedor. Adicione o leite e o queijo e misture bem. Por fim, acrescente os legumes refogados e termine de mexer delicadamente. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
Unte uma forma refratária com um fio de azeite e despeje a mistura. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura baixa (180ºC) por aproximadamente 30 minutos até dourar. Sirva em seguida.

A própria receita sugeria fazer a omelete com espinafre e cogumelos. Como adoro essa combinação, fiz do modo como estava. Entretanto, aqui o que vale mesmo é a criatividade e o gosto de cada um na hora de escolher o recheio. Outras opções interessantes seriam blanquet de peito de peru light com tomate e pimentão verde picados ou então queijo minas frescal light com abobrinha, tomate picado e orégano.

No fim, são inúmeras as combinações possíveis para rechear qualquer omelete. O legal e diferente desta receita é a maneira como ela é assada numa forma refratária no forno. A consistência ficou perfeita e acaba que fica parecendo uma espécie de torta de ovo. Além de ter ficado bonita, o que vale mesmo é o sabor. E essa omelete ficou sensacional!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s