Toque festivo

Damasco seco é quase símbolo desta época do ano. Impossível não encontrar uma linda tábua de frutas secas e nozes misturadas decorando a mesa na noite de natal. Mas damascos são ótimas frutas não apenas para comer puras ou com nozes. Elas também funcionam super bem como base para criar molhos incríveis para peixes, frangos ou sobremesas.

Não sou muito de inventar receitas. Entretanto, desta vez a minha sugestão foi quase completamente criada por mim. Apenas peguei uma receita de um livro e adaptei e modifiquei bastante de acordo com meu gosto. No fim acho que deu super certo (e ainda acho que ficou melhor do que a receita original).

Peito de frango ao molho de damascos

Peito de frango ao molho de damascos

100 g de peito de frango cortado em pedaços grandes
80 ml de suco de pêssego light
1 dente de alho
1/4 de cebola picada
sal e pimenta-do-reino a gosto
4 damascos secos
100 ml de água

Modo de preparo:
Tempere o peito de frango cortado com sal e pimenta a gosto. Despeje o suco de pêssego numa panela antiaderente. Acrescente a cebola, o alho e o frango e cozinhe em fogo médio até o frango ficar macio e o suco reduzir pela metade (aproximadamente 10 minutos).
Pique os damascos em pedaços pequenos e coloque numa tigela com a água para amaciar. Deixe na geladeira de 15 a 20 minutos. Depois de amaciar um pouco, coloque os damascos picados junto com a água numa panela antiaderente e deixe ferver. Abaixe o fogo e cozinhe até os damascos desmancharem quase por completo e a água reduzir pela metade (aproximadamente 15 minutos).
Por fim, despeje o molho encorpado dos damascos na panela com o frango e o restinho do suco de pêssego. Cozinhe mais alguns minutos para o molho terminar de encorpar e o frango pegar o sabor dos damascos. Sirva a seguir.

Para quem curte doce com salgado esta receita é a essência da perfeição. Por serem frutas secas, os damascos têm uma concentração maior do açúcar que existe naturalmente nas frutas. Assim, ao preparar o molho, o açúcar vai incorporando na água e quando engrossa transforma o sabor deixando-o incrivelmente docinho.

Justamente por isso, este prato não comporta acompanhamentos muito fortes ou que também tenham sabor pronunciado para evitar que os gostos não competirem entre si. Minha sugestão é preparar um arroz integral simples e legumes delicados como brócolis ou couve-flor fervidos rapidamente. A combinação fica uma delícia e o sabor do molho de damasco ainda combina super bem regado por cima das verduras.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s