A arte de criar

Com certeza você já foi a um restaurante italiano e viu no cardápio “massa ao molho na nonna” ou “ao molho da mamma”. Sempre me perguntei, porque será que colocam esse nome diferente sendo que na prática ambos os molhos são essencialmente o clássico bolonhesa?

A diferença está nos temperos e toques especiais dados ao molho tipicamente feito à base de tomate e carne moída. Estes detalhes são essenciais e dão ao prato um gostinho caseiro e delicioso. Mas no fundo os ingredientes principais continuam os mesmo. Intrigada com a possibilidade de inventar nomes para pratos semelhantes resolvi criar o meu próprio bolonhesa. Modéstia à parte, ficou uma delícia.

Espaguetti ao molho da sorella

Espaguetti ao molho da sorella

1 pacote de espaguetti integral Caseiro Mãe Terra (ou 70 g de massa de sua preferência)
125 g de coxão mole (ou outra carne magra) moído
1/2 tomate médio
1/4 de cebola
2 col. de sopa de ervilha em conserva
1 col. de sopa de molho de tomate pronto light
sal, pimenta e orégano a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela antiaderente, refogue a cebola e o tomate picados. Acrescente o molho de tomate e a carne moída. Mexa de vez em quando por alguns minutos até cozinhar bem. Se ficar seco, coloque um pouco de caldo de carne feito com um tablete de carne dissolvido em 500 ml de água fervente. Por fim, coloque a ervilha e misture para incorporar completamente.
Ferva 500 ml de água e coloque o espaguetti para cozinhar. Deixe por 5 minutos até ficar al dente. Descarte o saquinho de tempero que vem junto e misture o molho preparado ao macarrão. Tempere com sal, pimenta e orégano a gosto e sirva a seguir com uma salada de folhas verdes.

Como não sou mãe nem avô, dei à minha criação o nome de “molho da irmã”. Super simples e fácil de fazer, o molho bolonhesa é rico em proteína e transforma a refeição num almoço balanceado e completo. A dica é não exagerar nas porções para deixar o almoço mais leve.

Como podemos ver, criar receitas na cozinha é algo super fácil de fazer. No fundo apenas precisamos de um pouco de criatividade e experimentações com ingredientes e temperos diferentes. Quanto mais você cozinha e fica craque em reproduzir receitas prontas, mais facilmente você consegue ver o que funciona e começa a fazer suas próprias criações. Foi o que aconteceu comigo.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

2 pensamentos sobre “A arte de criar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s