Delícias caseiras

Mais uma semana começando e com ela a vontade de comer algo mais leve para compensar as extravagâncias do final de semana. Como hoje não poderia ser diferente, resolvi testar uma receita que sempre tinha curiosidade de fazer mas achava que seria complicado demais. Estava totalmente enganada.

Sempre pensei que para fazer almôndegas tinha que comprar carne já moída. Quem já viu preparar essas bolinhas de carne com um pedaço de filé inteiro? E como não tenho moedor em casa teria que comprar a carne já moída. Se minha intenção fosse preparar almôndegas de carne de boi não teria o menor problema já que achar carne moída no supermercado é super fácil. Mas eu queria fazer de frango. Aí as coisas complicam, certo? Errado.

Almôndegas de frango ao forno

Almôndegas de frango ao forno

1 peito de frango médio
1/2 envelope de caldo de frango
1/2 fatia de pão integral
2 col. de sopa de leite semidesnatado
60 g de molho de tomate

Modo de preparo:
Rasgue a fatia de pão em pedaços bem pequenos. Numa tigela, junte o pão integral com o leite e deixe até ficar totalmente úmido. Reserve.
Tempere o peito de frango com meio envelope de caldo de frango e corte em pedaços pequenos com uma faca. Despeje num multiprocessador e acrescente os pedaços de pão já úmidos. Descarte o resto do líquido que não for absorvido pelo pão. Triture ambos os ingredientes até que o frango fique bem picado e moído.
Junte todo o frango numa bola grande, separe a massa em 8 pedaços e molde pequenas bolinhas no formato de almôndegas. Arrume-as numa forma refratária antiaderente e leve ao forno médio (200˚C) pré-aquecido. Asse tampado com papel alumínio por 15 minutos. Depois desse tempo, retire o papel alumínio e despeje o molho de tomate por cima das almôndegas. Retorne ao forno e asse por mais 15 minutos ou até ficar bem cozido. Sirva a seguir.

A lição mais importante que tirei dessa receita foi que moer carne em casa num multiprocessador funciona perfeitamente bem, especialmente se a intenção for fazer algo como almôndegas ou polpetones nos quais a massa de carne fica numa consistência sólida. Já se a opção for fazer algo como molho à bolonhesa para acompanhar um macarrão o melhor mesmo é comprar a carne já moída profissionalmente.

No fim a receita foi um sucesso total. Super fácil de fazer, o sabor delicado do pão integral é quase imperceptível no meio do frango bem temperado com o caldo de galinha em pó. Aproveite esta segunda-feira corrida para saborear este prato leve e gostoso acompanhado de arroz e feijão e legumes cozidos no vapor. Saborzinho bem brasileiro, não?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s