As coisas simples da vida

Não é segredo para ninguém: adoro testar as mais diversas receitas. Às vezes, quanto mais elaborada e sofisticada mais empolgada fico para ver se tenho a capacidade técnica necessária para conseguir prepará-la. Penso que já ultrapassei diversas etapas na cozinha. Talvez ainda me falte testar fazer pão caseiro, mas essa fica para um outro dia.

Hoje trago um clássico da nossa culinária do dia a dia. Certamente todos já fizeram alguma versão dessa receita na vida, ou mesmo, fazem-na com bastante regularidade. Mas eu nunca tinha preparado e como gosto de conquistar novas etapas na minha cozinha achei que já estava em tempo de tentar fazer as coisas mais simples da vida.

Creme de espinafre

Creme de espinafre

120 ml de leite semidesnatado
1 quadrado de espinafre picado congelado
1/2 col. de sopa de farinha de trigo
sal, pimenta e noz moscada a gosto

Modo de preparo:
Aqueça o leite numa panela antiaderente em fogo médio. Assim que começar a querer ferver, acrescente o espinafre congelado e vá mexendo para ir desmanchando.
Numa tigela pequena, dissolva a farinha em 1 col. de sopa de leite para tirar todas as bolinhas que formarem. Quando o espinafre estiver todo dissolvido no leite, acrescente a mistura de farinha e mexa constantemente com um batedor de ovos ou uma colher de pau até engrossar (de 3 a 5 minutos).
Tempere com sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto. Sirva como acompanhamento do seu almoço ou jantar em família.

Como normalmente acontece com pratos “caseiros” como este não segui nenhuma receita específica na hora de prepará-lo. Apenas lembrava vagamente os ingredientes necessários para fazer o creme de espinafre que minha mãe fazia quando era pequena. Aproveitei que tinha esse espinafre picado congelado guardado em casa e ainda nem precisei me preocupar em lavar e picar as folhas. Com certeza facilitou e muito minha vida.

Depois que fiz o prato comentei com a minha mãe e perguntei se tinha feito da maneira como ela fazia. Ela me contou que geralmente acrescenta também um punhado de queijo ralado para dar um toque à mais. Confesso que não senti falta e o fato de não ter colocado o queijo ajudou a deixar a receita mais magra. Mas, claro, cada pessoa tem seu gosto. Aproveite para inspirar-se e criar coisas novas na cozinha. É uma delícia!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s