Novidades inusitadas

Quem me acompanha desde o princípio do blog sabe que estou sempre à procura de receitas divertidas, diferentes e, mais importante, saudáveis. Às vezes é difícil achar uma combinação que inclua todos esses elementos, mas quando encontro preciso provar para ver se vale à pena.

Foi o que aconteceu com esta receita de hoje. Apesar de conhecer algo sobre a culinária mexicana, confesso que nunca tinha ouvido falar deste prato específico. Muito provavelmente isso se deve ao fato da minha experiência ser mais com a comida dita “tex-mex” que tem muita influência da culinária do sul dos Estados Unidos e que já virou uma mescla de tradições gastronômicas.

Puebla-style chicken mole

Puebla-style chicken mole

1 peito de frango
1 dente de alho amassado
50 g de cebola picada
120 ml de caldo de galinha
1/2 lata de tomate pelado
15 g de uva passa branca
1 col. de sopa rasa de cacau em pó
azeite, sal, pimenta calabresa, casca de laranja, cominho e canela a gosto

Modo de preparo:
Aqueça uma panela antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e o alho até ficarem macios. Salpique o cominho e a canela em pó a gosto e mexa bem para incorporar os temperos.
Derrame o caldo de galinha e acrescente a tira de casca de laranja, a uva passa e metade de uma lata de tomates pelados. Deixe ferver e coloque o peito de frango para cozinhar.
Quando o frango estiver cozido, retire e desfie com cuidado pois estará quente. Salpique o cacau em pó e mexa bem para não formar nenhuma bolinha e certificar-se de que está totalmente dissolvido.
Retorne o frango desfiado à panela e misture tudo para incorporar os sabores e ficar homogêneo. Deixe ferver por 10 a 15 minutos ou até reduzir bem. Sirva por cima de arroz ou macarrão e salpique pimenta calabresa a gosto.

O que mais me chamou a atenção nesta receita foi a lista de ingredientes. Nunca tinha pensado em colocar cacau em pó num prato que basicamente funciona como um molho de frango ótimo para acompanhar arroz, macarrão ou, como fiz no meu caso, polenta cremosa.

Aqui vale uma ressalva. A quantidade indicada dos ingredientes é exatamente a que estava na receita original. Quando fui provando o prato, à medida que cozinhava, achei que o sabor do cacau estava um pouco forte demais. Acabei acrescentando o restante da lata de tomates pelados para dar uma quebrada. No fim, achei o gosto sensacional. Se você adora experimentar coisas novas vale à pena com certeza! Mas vá com calma na hora de colocar o cacau em pó e não esqueça de ir provando o tempero para adequá-lo ao seu gosto.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Delícias leves

Nada me deixa mais feliz do que receber pessoas queridas em casa e preparar um jantar delicioso para elas. Final de semana passado finalmente conseguir juntar umas amigas para uma noite de conversas e pratos saborosos. Claro que aproveitei a ocasião para testar novas receitas e usá-las como cobaias. Felizmente deu tudo certo, ou pelo menos acho que sim porque ninguém passou mal e não reclamaram das receitas.

Como testei três, vou compartilhá-las aqui nos próximos dias. E claro que começamos com a melhor parte: a sobremesa. Amo tiramisu, mas quase nunca como por ser uma verdadeira bomba calórica. Esta versão que achei é absurdamente fácil de fazer e é bem mais leve que a tradicional. Mas o sabor fica igualzinho. Se não falasse que era “light”, ninguém ia perceber.

Tiramisu instantâneo

Tiramisu instantâneo

90 g de biscoito champanhe
100 g de cream cheese light
150 g de ricota
1/4 xíc. de chá de açúcar
60 ml de licor de café
cacau em pó para polvilhar
grãos de café cobertos com chocolate amargo para decorar

Modo de preparo:
Arrume metade dos biscoitos no fundo de uma travessa. Regue com metade do licor de café e deixe descansar para que fiquem bem empapados.
Enquanto isso, bata com um mixer de mão o cream cheese, a ricota e o açúcar até que fique completamente homogêneo e cremoso. Espalhe metade do creme por cima dos biscoitos.
Pegue a outra metade dos biscoitos champanhe e arrume por cima do creme espalhado. Regue com o restante do licor de café e deixe descansar alguns minutos para que incorporem bem o líquido. Espalhe o restante do creme de queijo por cima dos biscoitos. Polvilhe com o cacau em pó a gosto e decore com grãos de café coberto com chocolate amargo.

Rende 4 a 6 porções.

O modo de preparo indicado é para uma porção inteira feita numa travessa grande. Mas se você preferir pode fazer como eu e dividir os ingredientes em quatro para preparar porções individuais em pequenos ramekins redondos. A vantagem de fazer porções individuais é poder personalizar cada uma ao gosto da pessoa que irá saboreá-la.

Na receita original de tiramisu, a cremosidade vem do queijo mascarpone utilizado. Entretanto, é justamente este queijo que aumenta absurdamente a quantidade de gordura do doce. Nesta versão mais leve o creme continua com a mesma consistência e o sabor não deixa em nada a desejar. Realmente ficou uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Sobremesa express

Domingos são perfeitos para reunir toda a família em volta da mesa, contar histórias antigas e saborear um delicioso almoço caseiro. Horas de planejamento e preparação são investidas para deixar tudo perfeito e não ter surpresas desagradáveis no meio do caminho.

Mas às vezes esquecemos de preparar a parte mais importante para muitas pessoas: a sobremesa. Chega 11 horas, o peru está assando no forno, as batatas estão sendo cozidas deliciosamente com ramos de alecrim e tomilho mas tudo parece não importar porque não dá mais tempo para fazer aquela torta de chocolate com a receita especial de família.

Calda de chocolate rápida

Calda de chocolate rápida

240 ml de leite desnatado
1/2 xíc. de chá de açúcar
1/2 xíc. de chá de cacau em pó
1 col. de sopa de margarina light
50 g de chocolate amargo 70%
1 col. de chá de essência de baunilha

Modo de preparo:
Junte o leite, o açúcar, o cacau e a margarina numa panela e leve ao fogo médio mexendo sempre até querer começar a ferver. Desligue o fogo, acrescente o chocolate amargo picado e a essência de baunilha. Mexa bem até derreter todo o chocolate. Deixe esfriar alguns minutos e sirva morno por cima de frutas frescas ou uma bola de sorvete de creme.

Pêssegos frescos com calda de chocolate amargo

Em momentos de crise como esta, nada melhor do que ter na manga uma receita simples e super rápida para preparar e salvar o dia. O mesmo aconteceu comigo algumas semanas atrás. Preparei um almoço super especial mas acabou não dando tempo de fazer o cheesecake de chocolate que tinha planejado.

No fim, achei esta receita deliciosa de calda de chocolate e fiz em 5 minutos. Cortei maçãs, pêssegos e peguei cachos de uva fresca e como um passe de mágica transformei um possível desastre numa sobremesa deliciosamente fresquinha e saudável. Imprevistos na cozinha sempre acontecem, mas com um pouco de bom humor e criatividade é possível reverter a situação e finalizar o dia com a bola pra cima.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Pedacinhos do paraíso

A receita de hoje é outra que entra para o rol de modificações inspiradas em receitas que encontrei por aí. Estava com vontade de comer um doce mas não queria um que me fizesse enfiar completamente o pé na jaca. E como era vez de publicar uma receita de sobremesa aqui no blog resolvi pesquisar ideias diferentes e razoavelmente saudáveis para experimentar.

Achei uma receita de mini “cheesecakes” falsos que consistiam em um creme ricota e chocolate meio amargo servido por cima de cookies integrais (os que vem em saquinho prontos mesmo). Achei perfeito. Algo simples, fácil e rápido de fazer e sem muita gordura ou açúcar no meio. Investi, troquei a ricota por cottage por já ter em casa e acertei em cheio.

Mini “cheesecakes” de chocolate

Mini "cheesecake" de chocolate

2 col. de sopa cheias de queijo cottage
1 col. de sopa raza de cacau em pó sem açúcar
5 unidades de cookies integrais do sabor de sua preferência

Modo de preparo:
Numa tigela, misture o cottage e o cacau em pó até formar um creme liso e homogêneo. Arrume os cookies em cima de um prato e divida o creme entre eles. Se desejar, salpique com açúcar mascavo ou canela antes de servir.

Esta receita é perfeita para um tarde de domingo preguiçosa quando bate aquela vontade de comer um docinho. Super fácil de fazer, leva apenas ingredientes que normalmente já temos na geladeira ou na despensa. Ou seja, não precisamos nos preocupar em comprar coisas elaboradas ou super diferentes no supermercado.

O creme fica uma delícia e realmente pode ser colocado em cima de qualquer coisa. No caso, sugiro escolher cookies integrais com sabores que complementem como café, castanha ou mesmo chocolate. Se preferir algo um pouco mais tradicional é possível usar  cookies integrais feitos de aveia e mel. Não tem como errar.

O bom de comer chocolate amargo (com níveis de cacau superiores a 70%) ou usar cacau em pó sem adição de açúcar é que ganhamos todos os benefícios dos ótimos antioxidantes sem as calorias vazias que muito açúcar acrescenta. Melhor impossível, não é mesmo?

Por hoje é só.

Bon appetit!