Para juntar a família

Não há nada mais gostoso do que juntar a família ao redor da mesa para saborear uma bela refeição num sábado ou domingo à tarde. Além do sentimento delicioso de confraternização e das conversas prazerosas que estes encontros nos proporcionam, parece que toda comida fica mais gostosa quando preparada para a família com amor.

Cada pessoa tem o seu prato preferido que gosta de fazer nessas ocasiões. Eu tenho vários, mas estou sempre procurando novas ideias e receitas para variar o máximo possível estes encontros. A dica que trago hoje é uma que cai super bem num almoço de família, basta aumentar as quantidades para dar conta de tanta gente faminta.

Caçarola de atum com fusilli

Caçarola de atum com fusilli

100 g de macarrão fusilli
100 g de mix de vegetais congelados
50 g de cebola picada
1/2 col. de sopa de farinha de trigo
200 ml de leite desnatado
30 g de cream cheese light
1 col. de sopa de mostarda
1 col. de sobremesa de parmesão ralado light
1 lata de atum em água em pedaços
azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Ferva 500 ml de água e cozinhe o macarrão de 5 a 7 minutos até ficar al dente. Escorra, regue com um fio de azeite para não grudar e reserve.
Enquanto isso, aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola picada por alguns minutos até que fique macia. Acrescente o mix de vegetais congelados e mexa para ir separando e aquecendo.
Numa tigela, misture a farinha com o leite. Mexa bem para dissolver completamente. Derrame a mistura na panela e mexa constantemente por alguns minutos até engrossar. Acrescente o cream cheese light, a mostarda e o atum em pedaços e misture tudo. Por fim, junte o macarrão cozido.
Derrame o conteúdo da panela numa forma refratária antiaderente e salpique com o parmesão ralado. Leve ao forno pré-aquecido em 220˚C e asse de 10 a 15 minutos até aquecer por completo e gratinar. Sirva acompanhado de uma saladinha verde.

Rende 2 porções.

Como sempre, fiz este prato só para mim num dia qualquer porque queria testar a receita e não tinha com quem compartilhar. Mas a intenção foi cumprida e percebi que ela é realmente perfeita para fazer para muitas pessoas num final de semana familiar. Isso porque, além de saborosa, a receita é fácil e rápida de preparar. A única etapa demorada é a hora de gratinar.

De qualquer maneira, o bom do prato é que ele inclui tudo numa coisa só. Ou seja, naquele sábado corrido que você convidou a família do seu namorado para almoçar e está com medo de não ter tempo de fazer um banquete, fique tranquilo que com apenas este prato já terá um almoço praticamente completo. Aí é só escolher uma sobremesa bacana e aproveitar os elogios.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Delícias leves

Nada me deixa mais feliz do que receber pessoas queridas em casa e preparar um jantar delicioso para elas. Final de semana passado finalmente conseguir juntar umas amigas para uma noite de conversas e pratos saborosos. Claro que aproveitei a ocasião para testar novas receitas e usá-las como cobaias. Felizmente deu tudo certo, ou pelo menos acho que sim porque ninguém passou mal e não reclamaram das receitas.

Como testei três, vou compartilhá-las aqui nos próximos dias. E claro que começamos com a melhor parte: a sobremesa. Amo tiramisu, mas quase nunca como por ser uma verdadeira bomba calórica. Esta versão que achei é absurdamente fácil de fazer e é bem mais leve que a tradicional. Mas o sabor fica igualzinho. Se não falasse que era “light”, ninguém ia perceber.

Tiramisu instantâneo

Tiramisu instantâneo

90 g de biscoito champanhe
100 g de cream cheese light
150 g de ricota
1/4 xíc. de chá de açúcar
60 ml de licor de café
cacau em pó para polvilhar
grãos de café cobertos com chocolate amargo para decorar

Modo de preparo:
Arrume metade dos biscoitos no fundo de uma travessa. Regue com metade do licor de café e deixe descansar para que fiquem bem empapados.
Enquanto isso, bata com um mixer de mão o cream cheese, a ricota e o açúcar até que fique completamente homogêneo e cremoso. Espalhe metade do creme por cima dos biscoitos.
Pegue a outra metade dos biscoitos champanhe e arrume por cima do creme espalhado. Regue com o restante do licor de café e deixe descansar alguns minutos para que incorporem bem o líquido. Espalhe o restante do creme de queijo por cima dos biscoitos. Polvilhe com o cacau em pó a gosto e decore com grãos de café coberto com chocolate amargo.

Rende 4 a 6 porções.

O modo de preparo indicado é para uma porção inteira feita numa travessa grande. Mas se você preferir pode fazer como eu e dividir os ingredientes em quatro para preparar porções individuais em pequenos ramekins redondos. A vantagem de fazer porções individuais é poder personalizar cada uma ao gosto da pessoa que irá saboreá-la.

Na receita original de tiramisu, a cremosidade vem do queijo mascarpone utilizado. Entretanto, é justamente este queijo que aumenta absurdamente a quantidade de gordura do doce. Nesta versão mais leve o creme continua com a mesma consistência e o sabor não deixa em nada a desejar. Realmente ficou uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Abuse dos temperos naturais

Saber temperar bem um prato é o segredo para qualquer receita transformar-se numa verdadeira experiência gastronômica. Além de tornar a comida mais saborosa, os temperos têm o poder de deixar qualquer prato diferente e fantástico sem comprometer muito o sabor original da comida.

Agora, saber escolher ou preparar molhos e acompanhamentos gostosos sem comprometer a saúde e a alimentação já é uma tarefa bem mais complicada. Isso porque a grande maioria das receitas tradicionais de molhos apetitosos levam quantidades absurdas de queijos, cremes e óleos gordurosos na sua preparação.

Por isso, como prometido ontem, compartilho aqui a receita de um molho super saboroso e verdadeiramente light que é um ótimo acompanhamento para saladas ou legumes diversos.

Molho de cream cheese ao curry

Vagem cozida com molho de cream cheese ao curry

2 col. de sopa de cream cheese light
1 dente de alho picado
1 col. de chá de curry
1/2 col. de chá de salsinha picada
1 col. de sopa de vinagre de vinho branco
1/2 col. de sopa de azeite
sal a gosto

Modo de preparo:
Misture todos os ingredientes num recipiente até formar uma pasta homogênea. Se preferir, leve ao liquidificador para que fique mais lisa. Sirva frio ou quente.

Este molho é realmente mais light do que outros que levam queijos mais gordurosos entre os ingredientes. De qualquer maneira, ele não deixa de ter um valor calórico considerável já que inclui cream cheese (mesmo que light, ainda tem sua dose de gordura) e azeite (que, mesmo sendo a melhor gordura para o organismo, tem valor calórico relativamente alto e deve ser consumido sempre com moderação) entre seus ingredientes.

Uma opção para que a preparação fique ainda mais light é substituir o cream cheese light por queijo cottage. Ou ainda, é possível dividir a quantidade indicada pelos dois para fazer uma combinação diferente. No caso, foi o que eu fiz. Inclui 1 col. de sopa de cream cheese light e 1 de queijo cottage, zero gordura. O sabor, no fim, ficou divino e a substituição ajudou a emagrecer ainda mais o molho sem comprometer em nada o gosto.

Se você não é muito chegado em vinagre, tente colocar um pouco menos do que a quantidade sugerida pois o sabor fica bastante predominante. Mas nada que comprometa o conjunto final. E, claro, sempre dá para acrescentar uma pitada de curry a mais para camuflar o gosto característico do vinagre.

Por hoje é só.

Bon appetit!