Saúde saborosa

Nada melhor do que uma segunda-feira para retomar aquela alimentação balanceada e saudável que deixamos escapar pelo caminho nos finais de semana. E começar com um franguinho cozido é simplesmente sensacional. Isso se ele for feito da maneira correta, claro.

Sim, porque não tem nada pior do que ter que comer peito de frango sem gosto todo dia só para não sair da dieta. Minha missão nesses muitos meses de blog que já acumulei sempre foi mostrar como é possível comer bem e saborear coisas deliciosas sem que elas sejam gordurosas e ultra calóricas. A receita de hoje é mais uma prova que só porque algo é saudável não quer dizer que seja sem graça ou sem gosto.

Frango ensopado com aspargo

Frango ensopado com aspargo

1 peito de frango
150 g de aspargo
1/2 lata de tomate pelado
50 g de cebola roxa picada
1 dente de alho amassado
60 ml de caldo de galinha
30 ml de vinho branco
azeite, sal, pimenta, tomilho e cominho a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal e pimenta a gosto. Aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola picada e o alho amassado até ficarem macios e aromáticos. Despeje o vinho e deixe refogar mais um pouco até evaporar completamente.
Junte meia lata de tomate pelado, o caldo de galinha, o tomilho e o cominho em pó a gosto. Deixe ferver e acrescente o peito de frango. Cozinhe por 15 minutos em fogo baixo mantendo uma leve fervura.
Quando estiver quase pronto, junte o aspargo fresco cortado em pedaços médios. Deixe mais 5 minutos até que o aspargo fique al dente. Sirva a seguir.

O melhor desta receita é a sua simplicidade absurda. Ela serve como coringa de qualquer dia ou noite corrida e com falta de inspiração. E apesar de ser super fácil e levar poucos ingredientes, se preparada e apresentada da maneira certa, ela serve perfeitamente para um jantar mais sofisticado.

Isso porque justamente sua simplicidade faz com que combine com qualquer acompanhamento. Se quiser fazer este prato para uma ocasião mais especial, aproveite para investir num risoto de limão siciliano que complementa muito bem o frango com aspargo. A combinação fica completa com uma bela taça de vinho e uma mousse de chocolate no fim.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

As deliciosas leguminosas

Para muitos brasileiros a ideia de não comer arroz e feijão diariamente no almoço parece loucura. Essa combinação, uma das mais saudáveis possíveis segundo inúmeros nutricionistas e médicos, já faz parte da rotina e tradição brasileira. Com isso, conseguimos ter em nossa alimentação a quantidade perfeita de leguminosas, tão essenciais para nossa saúde.

Entretanto, neste ponto eu não sou brasileira mesmo. Gosto do clássico arroz com feijão, mas confesso que não é dos meus pratos preferidos e certamente não está presente todos os dias na minha alimentação. Por isso, tive que encontrar outras maneiras de comer vegetais leguminosos e esta receita de hoje é a solução perfeita.

Ensopado de lentilha com edamame

Ensopado de lentilha com edamame

1/2 caixa de lentilha em conserva
100 g de edamame congelado
1/2 cebola roxa picada
1 dente de alho amassado
1/2 lata de tomate pelado
suco de 1 limão
azeite, salsinha, hortelã, cominho, canela, sal e pimenta calabresa a gosto

Modo de preparo:
Escorra a lentilha e passe por água corrente por alguns minutos para retirar o excesso de sal da conserva. Reserve numa tigela. Enquanto isso, ferva 300 ml de água e leve o edamame congelado para cozinhar assim que começar a ferver. Deixe por 2 minutos, escorra a água e passe por água gelada para parar o cozimento. Junte à lentilha reservada.
Aqueça uma panela antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola picada e o alho amassado até ficarem aromáticos. Junte 1/2 lata de tomate pelado junto com o caldo e mexa bem para quebrar todos os pedaços de tomate que tiver. Deixe ferver, abaixe o fogo e acrescente a lentilha e o edamame reservado. Tempere com salsinha, hortelã, cominho, canela, sal e pimenta calabresa a gosto para que fique saboroso. Cozinhe mantendo uma leve fervura por mais 2 ou 3 minutos. Sirva com torradinhas integrais.

Na receita original havia sugestões de quantidades de cada tempero para acrescentar na hora do preparo. Entretanto, prefiro deixar “a gosto” pois entendo que cada pessoa tem paladares diferentes. E certamente a melhor parte de cozinhar é conseguir adequar a receita ao nosso gosto pessoal.

Entretanto, vale ir provando à medida que são adicionados os temperos. No meu caso, coloquei 1 col. de sopa cada de salsinha e hortelã picadas e 1 col. de chá de cominho e canela em pó. O sal e a pimenta calabresa foi de olho. No fim a combinação de temperos trouxe uma delicadeza e complexidade deliciosa ao prato. Não deixa de ser uma refeição perfeita para uma noite fresca de outono.

Por hoje é só.

Bon appetit!