Para acompanhar

As vezes conseguimos preparar algo bem interessante como prato principal no almoço ou jantar. Mas ficamos quebrando a cabeça para encontrar algo inusitado ou diferente para fazer de acompanhamento. Pode ser algo bem simples ou mais incrementado, a intenção é só achar algo que combine, seja gostoso e não tire o foco da estrela da noite.

Depois de procurar muito pelos sites e livros de receitas da vida achei esta super simples que me pareceu simpática para testar alguns dias atrás. O bom dela é a pouquíssima quantidade de ingredientes que requer e a facilidade do preparo. Nada melhor para fazer numa terça-feira de carnaval e fechar com chave de ouro o feriado.

Couve-flor com especiarias

Couve-flor com especiarias


100 g de couve-flor
1 col. de sobremesa de semente de cominho
1 col. de chá de açafrão-da-terra em pó
sal e azeite a gosto

Modo de preparo:
Ferva 300 ml de água e leve a couve-flor para cozinhar por 5 minutos ou até ficar al dente. Aqueça uma frigideira antiaderente e coloque as sementes de cominho. Deixe tostar por 2 ou 3 minutos até ficarem perfumadas. Acrescente a couve-flor já em temperatura ambiente e o açafrão em pó. Regue com alguns pingos de água e mexa bem para que tudo fique coberto pelo tempero. Deixe refogar por alguns segundos e desligue o fogo. Sirva com sal e azeite a gosto.

Por ficar com uma cor e aparência belíssima, este acompanhamento serve muito bem tanto para uma refeição simples quanto para um jantar mais sofisticado. Quando fiz, preparei para comer junto do salmão grelhado com mostarda de ervas que compartilhei alguns dias atrás. A combinação ficou perfeita.

Tanto o açafrão quanto as sementes de cominho trazem à couve-flor um sabor bem marcante. Por isso, vale optar por pratos mais simples ou com menos itensidade para acompanhar o prato. Boas opções, além do salmão que já mencionei, seriam outros peixes ou carnes assadas a moda indiana. No fim fica tudo uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

O poder sutil das ervas

Acho que comecei o ano inspirada. Desde que voltei de viagem tenho investido bastante em pratos com temperos e especiarias diferentes ou inusitadas. No fim das contas está servindo para que eu conheça novas maneiras de saborear o que tradicionalmente seriam refeições simples, sem graça ou apenas mais do mesmo.

O bom é que para mudar um prato e deixá-lo mais interessante não é preciso fazer muito. As vezes é só colocar uma erva a mais ou um tempero diferente que tudo muda completamente. O segredo está na combinação e nas proporções utilizadas. Na receita de hoje a mudança não foi grande, mas o sabor final impactou de maneira surpreendente.

Almôndegas temperadas com tomates estourados

Almôndegas temperadas com tomates estourados

115 g de carne moída magra
200 g de tomate cereja
1 dente de alho picado
1 col. de sopa de salsinha picada
1/2 col. de chá de cominho
2 col. de sopa de cebola picada
1 col. de chá de orégano
1 fio de azeite
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela, misture a carne com o alho, a salsinha, o cominho, metade da cebola e metade do orégano. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Com as mãos úmidas, molde quatro almôndegas pequenas.
Aqueça uma frigideira antiaderente e acrescente um fio de azeite. Cozinhe as almôndegas por aproximadamente 8 minutos mexendo delicadamente para que assem uniformemente. Reserve.
Na mesma frigideira, coloque os tomates cereja com o restante da cebola picada. Salpique o restante do orégano e cozinhe mexendo esporadicamente até os tomates ficarem macios e começarem a estourar (aproximadamente 5 minutos). Sirva as almôndegas regadas com os tomates e acompanhadas de arroz integral ou pão árabe tostado.

Devido aos temperos usados, o sabor tradicionalmente italiano de almôndegas ao molho de tomate dá lugar à um gostinho árabe. Não chega a ser o que talvez conheçamos como árabe clássico (o tradicional quibe assado ou espetinhos de kafta), mas o tempero definitivamente remete à deliciosa culinária do oriente médio.

Entretanto, por mais característico que fique o sabor, não chega a ser algo forte ou impactante demais. Pelo contrário. A sutileza das especiarias combinadas nesta receita é apresentada aos poucos, permitindo que os sabores e temperos sejam percebidos delicadamente. No fim a experiência de saborear este prato é algo fantástico. Absolutamente imperdível.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Especiarias do além

Adoro os sabores da culinária mundial. Acho fascinante que cada cantinho do mundo tem seus pratos e características diferentes na hora de preparar a comida. E desde que mergulhei no mundo da cozinha minha maior diversão (e meu maior desafio) é experimentar com os temperos e gostos de diversas tradições gastronômicas.

A culinária indiana é bastante característica e está relativamente bem difundida pelo mundo. A base dos pratos são os temperos e o sabor intenso que eles trazem à comida. Decidi começar com algo simples, peito de frango marinado com especiarias típicas. Aos poucos pretendo ir testando preparações mais elaboradas e desafiantes.

Frango picante com especiarias

Frango picante com especiarias

120 g de peito de frango
1/2 pote de iogurte natural desnatado
1 col. de chá de garam masala
1/2 col. de chá de molho de pimenta malagueta
sal a gosto
1 pêssego fresco (ou 2 metades de pêssego em calda)

Modo de preparo:
Corte o peito de frango em tiras pequenas. Numa tigela, misture o iogurte, o garam masala e o molho de pimenta. Tempere com sal a gosto. Separe 1/4 do molho e guarde na geladeira para a hora de servir. Despeje o restante dentro de um saquinho de plástico. Acrescente os pedaços de frango e misture bem para que tudo fique bem temperado. Feche o saquinho e deixe marinando na geladeira por 30 minutos.
Aqueça uma frigideira antiaderente e coloque os pedaços de frango para cozinhar descartando o molho da marinada. Mexa o frango para ir cozinhando de maneira uniforme por aproximadamente 5 minutos (ou até ficar pronto). Reserve.
Corte o pêssego em pedaços e retire o caroço. Aqueça durante 2 minutos no microondas num prato apropriado. Na hora de servir, arrume os pedaços de frango e do pêssego assado em cima de 3 col. de servir de arroz integral e regue com o molho reservado na geladeira.

O garam masala é um tempero tipicamente indiano. Feito à base de uma mistura de especiarias, sua composição varia de região para região. Alguns dos ingrediente mais usados são cravo, canela, cominho, cardamomo, coentro e pimenta preta. Essa mistura é bem forte e traz uma pegada quente a qualquer preparação.

Pode até parecer estranho incluir o pêssego no meio desse prato, mas acredite, o docinho da fruta (ainda mais se você resolver optar pela versão em calda) ajuda e muito a contrapor os temperos fortes usados no molho indiano do frango. Eu sugiro ficar com o pêssego in natura assado no microondas (para não acrescentar açúcar demais presente nas frutas em calda). Caso não simpatize muito com pêssegos, pode trocar por outras frutas como a manga.

Por hoje é só.

Bon appetit!