Rapidez e elegância

Não é querendo me gabar nem nada (até porque não fui eu que inventei a receita, peguei de um dos meus livros de culinária saudável) mas o prato que acabei de preparar ficou absolutamente SENSACIONAL! Com maiúscula!

Simples, fácil, rápido e altamente saboroso, é a minha dica de hoje para incrementar o que para muitos é uma dieta sem graça. (Sim, já ouvi inúmeras pessoas dizendo que é impossível manter uma alimentação balanceada e saudável com pratos saborosos. É aquela velha história de acharem que temos que comer peito de frango grelhado pro resto da vida.)

A princípio achei que seria difícil preparar esta receita. Na verdade, achar todos os ingredientes foi mais complicado do que executá-la. No total, gastei 30 minutos entre começar os preparativos e sentar para comer. Ou seja, se você quer uma receita deliciosa, com pinta de gourmet, para impressionar convidados no jantar, mas não vai ter muito tempo para preparar, aqui está a solução.

Filé de peixe com batata e cebolas Charlotte no vapor

Filé de peixe com batata e cebolas Charlotte no vapor

100 g de filé de linguado (ou outro peixe a sua escolha)
50 g de batata bolinha
100 g de cebola charlotte ou pérola
50 ml de vinagre balsâmico
Sal, pimenta-do-reino, folhas de hortelã, tomilho e orégano a gosto

Modo de preparo:
Tempere o filé de peixe com sal, pimenta e orégano a gosto. Regue o vinagre balsâmico por cima e deixar marinar por 15 minutos.
Em uma panela de vapor, ferva 500 ml de água com as folhas de hortelã e o tomilho. Quando estiver fervendo, posicione as batatas e as cebolas descascadas deixando espaço para que o vapor circule entre elas. Tampe a panela e deixe cozinhar por 12 minutos.
Acrescente o peixe e cozinhe tampado por mais 10 minutos. Por fim, no momento de servir, aqueça a marinada e regue os filés, as cebolas e as batatas.

Na receita original a sugestão era fazer com atum. Entretanto, não consegui encontrar atum fresco no mercado e acabei comprando filé de linguado mesmo. Ficou uma delícia! Tudo porque a combinação entre o vinagre balsâmico e o aroma do hortelã resultou em algo que jamais tinha experimentado. Simplesmente divino.

De qualquer maneira, tenho certeza que qualquer peixe cairia bem com esta receita, inclusive (se não, especialmente) peixes com sabor mais encorpado como o atum e o salmão. Se você conseguir encontrar atum fresco, sugiro fazer com ele mesmo. Aproveite e me conte como ficou.

A minha maior dificuldade mesmo foi encontrar as batatas e as cebolas pequenas. O truque desta receita é que ela utiliza cebola charlotte ou pérola, aquela versão menor da tradicional que tem um gosto levemente adocicado. Faz toda a diferença. Por ser mais suave do que a maior, a cebola pérola cai muito bem como acompanhamento de qualquer preparação de peixes, aves ou carnes. Vale a pena procurar para encontrar a versão in natura. Uma dica: evite comprar as que vêm em conserva já que tiveram seu gosto modificado por causa do salmoura.

Já falei mas acho que vale a pena repetir: este prato ficou sensacional! Estou me segurando para não prepará-lo amanhã de novo se não não terei receitas novas para compartilhar com vocês. Mas é certeza que vou repetir a dose muito em breve.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Jantarzinho gourmet

A intenção nem era essa. Vi uns aspargos lindos na minha geladeira e pensei em fazer um frango assado para acompanhar e comer de janta ontem à noite. Coisa simples. Mas o que era para ser um jantar qualquer acabou virando uma refeição quase gourmet. Pelo menos foi assim que a minha mãe classificou nossa refeição quando viu o resultado.

Realmente o prato ficou lindo. E a nova receita que testei também ficou uma delícia. Mais uma prova de que não precisa-se de muito para transformar qualquer refeição numa experiência gastronômica divertida e saborosa, além de saudável. É só ter um pouquinho de imaginação e boa vontade.

Frango ao gergelim com aspargos ao molho de mostarda light

Frango ao gergelim

2 sobrecoxas de frango sem pele
2 dentes de alho picados
1/2 cebola picada
4 col. de sopa de molho shoyu light
2 col. de sobremesa de gergelim
2 col. de sopa de curry
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Retire toda a pele e gordura aparente da sobrecoxa. Tempere com o curry, o sal, a pimenta-do-reino e o shoyu. Acrescente a cebola e o alho picado e misture bem com as mãos para que o tempero entre bem por todo o frango. Deixe marinar por 40 minutos.
Em uma assadeira, coloque as sobrecoxas regadas com a marinada. Salpique o gergelim por cima e acrescente mais uma pitada de shoyu a gosto. Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido em 200ºC por 50 minutos. Retire o papel alumínio e deixe mais uns 10 minutos até dourar.

As quantidades indicadas do shoyu e do curry na verdade são apenas sugestões. Como qualquer outra especiaria ou tempero, o montante utilizado deve sempre ser a gosto de quem está preparando. Aqui, indiquei as quantidades que eu utilizei no preparo e, para mim, o resultado foi divino. Deu para sentir o gostinho do curry e do shoyu tão característicos que transformaram uma simples sobrecoxa assada num prato a lá indiano sofisticado.

Outra vantagem desta receita é que como o gosto do frango não fica forte demais, aceita praticamente qualquer acompanhamento dependendo da intenção e da preferência de cada um. Neste caso, preparei aspargos com aquele molho de mostrada light que tanto gosto. Mas vale também fazer 1/2 xic. de chá do Ritto Prato Feito para acompanhar o frango.

Por hoje é só.

Bon appetit!