Para aquecer as noites de outono

O frio vem chegando e com ele surge aquele clima perfeito para saborear deliciosas sopas. Uma boa tigela de sopa fortificada funciona como um jantarzinho perfeito para noites com vento fresco e companhias agradáveis. A receita que trago hoje é bastante conhecida nos países anglo-saxões, mas adapta-se super bem aos dias frescos do sudeste brasileiro.

Além de super saborosa, esta sopa é extremamente saudável. A cevadinha é uma versão mais integral da cevada já que apenas a camada externa foi removida. Assim, retém um maior valor nutricional e armazena uma maior quantidade de fibras que trazem diversos benefícios para a saúde.

Sopa de lagarto com cevadinha

Sopa de lagarto com cevadinha

2 pedaços médios de lagarto
1/4 de xíc. de chá de cevadinha
1/2 lata de mix de legumes picados
1/2 cebola picada
1 dente de alho amassado
250 ml de caldo de carne
2 col. de sopa de molho de tomate
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Passe água corrente na cevadinha e lave bem. Deixe escorrendo enquanto prepara os demais ingredientes. Corte a carne em pedaços pequenos e tempere com sal e pimenta a gosto.
Numa panela antiaderente, refogue a cebola, o alho e a carne por alguns minutos até a carne dourar e o restante ficar macio. Acrescente a cevadinha e refogue por alguns segundos.
Despeje o caldo de carne e mais 500 ml de água na panela. Deixe ferver e misture o molho de tomate e os legumes ao caldo. Abaixe o fogo e cozinhe com a panela semi tampada por 35 a 40 minutos até a cevadinha ficar macia.
Caso toda a água evapore durante o tempo de cozimento acrescente mais 300 ml e deixe ferver por mais alguns minutos até reduzir um pouco e engrossar bem. Acerte o sal e a pimenta e sirva a sopa acompanhada de salada verde.

O caldo de carne e o molho de tomate já trazem temperos bem saborosos para a sopa. Entretanto, vale acrescentar algumas outras ervas a gosto para deixar a sopa ainda mais deliciosa. Uma sugestão é temperar com folhas de tomilho, alecrim ou mesmo orégano que combinam super bem com carne vermelha e dão um toque especial.

Outra dica que tenho é preparar a sopa com algumas horas (ou mesmo um dia) de antecedência para deixá-la curtindo no tempero. No meu caso fiz a sopa algumas horas antes de comer e deixei ela na própria panela por 2 horas. Quando fui comer, o sabor estava absolutamente espetacular e curtido.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Ideal para o dia a dia

Muitas pessoas (eu inclusive) morrem de preguiça de fazer lagarto pelo trabalho que dá. Ainda por cima, precisa ter uma boa panela de pressão para cozinhar da maneira clássica sem gastar horas na cozinha. Entretanto, esses dias descobri que é possível comprar o lagarto já fatiado no supermercado para assá-lo no forno.

Simples e saboroso, o lagarto é um corte bastante saudável de carne vermelha. Com pouca gordura saturada é uma ótima opção para o dia a dia, além de ser uma excelente fonte de ferro. Isso sem contar que é extremamente saborosa e, por ter um sabor delicado, combina com diversos acompanhamentos.

Lagarto com purê de abóbora

Lagarto com purê de abóbora

2 fatias médias de lagarto
200 g de abóbora
1/4 de cebola
1 dente de alho
15 ml de leite de coco light
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Tempere a carne com sal e pimenta-do-reino a gosto e leve para assar numa forma refratária antiaderente em forno médio (200˚C) até cozinhar completamente (de 20 a 25 minutos).
Corte a abóbora e a cebola em pedaços grosseiros. Ferva 500 ml de água e cozinhe a abóbora junto com os pedaços de cebola até ficarem macios (aproximadamente 20 minutos). Descarte a água e coloque tudo num multiprocessador junto com o dente de alho picado. Triture até formar uma mistura homogênea. Acrescente o leite de coco e mexa com uma colher para juntar. Sirva as fatias de carne cobertas pelo purê de abóbora.

Muito simples e saboroso, o purê de abóbora funciona super bem como substituto do clássico purê de batata em qualquer ocasião. A maneira como eu preparei é uma das mais fáceis, mas há diversas opções e variações possíveis. Para deixá-lo mais interessante, basta escolher outros ingredientes para adicionar à mistura e formar um temperinho especial.

A pouquíssima quantidade de leite de coco que incluí na receita funciona apenas para dar uma consistência mais cremosa ao purê. Seu gosto tão característico é praticamente imperceptível, mas se você preferir pode muito bem trocá-lo por leite desnatado normal. Outra opção é misturar um pouco de creme de leite light ao purê.

Por hoje é só.

Bon appetit!