Criações diferentes

A receita de hoje surgiu de duas curiosidades e vontades minhas. A primeira era que sempre quis provar tomates cereja amarelos. Já tinha visto eles sendo usado em receitas de programas de culinária estrangeiros mas nunca tinha encontrado para vender aqui. Quando achei, tive que inventar qualquer coisa para poder usá-los.

A segunda foi uma latinha de salmão em conserva com molho oriental que descobri dia desses no supermercado. Já havia experimentado esses filés de salmão enlatados novos que surgiram e achado deliciosos. Quando vi que agora tinha uns na versão com molho oriental tive que provar. E só digo uma coisa: eles são fantásticos! Ainda mais nesta minha receita mistureba que criei para homenageá-los.

Salada de lentilha com salmão oriental e pepino crocante

Salada de lentilha com salmão oriental e pepino crocante

Mix de folhas verdes
1 latinha de salmão ao molho oriental
1/2 caixa de lentilha em conserva
125 g de beterraba cozida no vapor
100 g de tomate cereja bicolor
100 g de pepino
5 ml de azeite
5 ml de vinagre balsâmico

Modo de preparo:
Arrume o mix de folhas verdes para fazer a base de um prato grande. No centro, comece arrumando a beterraba cozida e cortada em cubinhos. Depois coloque o pepino cortado por cima e em volta da beterraba.
Posicione os tomates cereja vermelhos e amarelos ao redor do prato. Coloque a lentilha já escorrida e lavada no centro e arrume os filés de salmão de maneira decorativa por cima de tudo. Tempere com o azeite e o vinagre balsâmico. Saboreie com torradinhas integrais crocantes.

Apesar de levar quase exclusivamente ingredientes em conserva ou enlatados, esta salada não deixa de ser absolutamente saudável e deliciosa. Unindo ingredientes pré-prontos que agilizam a vida de qualquer um na cozinha é possível comer bem e com prazer sem ter que se preocupar muito em preparar refeições muito elaboradas.

Achei fantástica a combinação das lentilhas com o salmão oriental. Os sabores se complementaram muito bem e receberam a neutralidade suave da beterraba e do pepino crocante. Minha curiosidade em experimentar tomates cereja amarelos também não ficou decepcionada. Apesar de bastante parecidos com os vermelhos, esses pequeninos amarelos têm um quê de diferente que só provando para entender bem.

Por hoje é só.

Bon appetit!

As deliciosas leguminosas

Para muitos brasileiros a ideia de não comer arroz e feijão diariamente no almoço parece loucura. Essa combinação, uma das mais saudáveis possíveis segundo inúmeros nutricionistas e médicos, já faz parte da rotina e tradição brasileira. Com isso, conseguimos ter em nossa alimentação a quantidade perfeita de leguminosas, tão essenciais para nossa saúde.

Entretanto, neste ponto eu não sou brasileira mesmo. Gosto do clássico arroz com feijão, mas confesso que não é dos meus pratos preferidos e certamente não está presente todos os dias na minha alimentação. Por isso, tive que encontrar outras maneiras de comer vegetais leguminosos e esta receita de hoje é a solução perfeita.

Ensopado de lentilha com edamame

Ensopado de lentilha com edamame

1/2 caixa de lentilha em conserva
100 g de edamame congelado
1/2 cebola roxa picada
1 dente de alho amassado
1/2 lata de tomate pelado
suco de 1 limão
azeite, salsinha, hortelã, cominho, canela, sal e pimenta calabresa a gosto

Modo de preparo:
Escorra a lentilha e passe por água corrente por alguns minutos para retirar o excesso de sal da conserva. Reserve numa tigela. Enquanto isso, ferva 300 ml de água e leve o edamame congelado para cozinhar assim que começar a ferver. Deixe por 2 minutos, escorra a água e passe por água gelada para parar o cozimento. Junte à lentilha reservada.
Aqueça uma panela antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola picada e o alho amassado até ficarem aromáticos. Junte 1/2 lata de tomate pelado junto com o caldo e mexa bem para quebrar todos os pedaços de tomate que tiver. Deixe ferver, abaixe o fogo e acrescente a lentilha e o edamame reservado. Tempere com salsinha, hortelã, cominho, canela, sal e pimenta calabresa a gosto para que fique saboroso. Cozinhe mantendo uma leve fervura por mais 2 ou 3 minutos. Sirva com torradinhas integrais.

Na receita original havia sugestões de quantidades de cada tempero para acrescentar na hora do preparo. Entretanto, prefiro deixar “a gosto” pois entendo que cada pessoa tem paladares diferentes. E certamente a melhor parte de cozinhar é conseguir adequar a receita ao nosso gosto pessoal.

Entretanto, vale ir provando à medida que são adicionados os temperos. No meu caso, coloquei 1 col. de sopa cada de salsinha e hortelã picadas e 1 col. de chá de cominho e canela em pó. O sal e a pimenta calabresa foi de olho. No fim a combinação de temperos trouxe uma delicadeza e complexidade deliciosa ao prato. Não deixa de ser uma refeição perfeita para uma noite fresca de outono.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para não desperdiçar

Quem mora sozinho sabe, é duro planejar um cardápio semanal variado. Isso porque muitas vezes é difícil preparar certos alimentos, como arroz, feijão ou equivalentes, em porções individuais. Para não ter que apelar ao desperdício e sempre acabar jogando fora os restos, a imaginação e criatividade são indispensáveis.

Certo dia preparei quinoa para acompanhar meu almoço. Até tentei fazer uma porção pequena, mas acabou sobrando mesmo assim. Aproveitando as sobras da quinoa e de outros ingredientes que também tinham sobrado de dias anteriores acabei inventando esta mistura. Ficou deliciosa.

Quinoa com lentilha e frango desfiado

Quinoa com lentilha e frango desfiado

3 a 4 col. de sopa cheias de quinoa pronta
1 peito de frango médio desfiado
3 a 4 col. de sopa de lentilha cozida
1/4 de cebola
1 dente de alho
50 g de repolho fatiado
1/2 pimentão vermelho pequeno
sal, pimenta e azeite a gosto

Modo de preparo:
Pique a cebola e o alho e refogue numa panela wok antiaderente com alguns pingos de água até murchar (de 3 a 4 minutos). Acrescente o repolho e o pimentão cortado em cubinhos e mexa mais um pouco. Coloque a quinoa, o frango desfiado e a lentilha já cozidos e mexa bem para incorporar todos os ingredientes. Deixe refogar por alguns minutos até aquecer por inteiro. Tempere com sal e pimenta e regue com azeite a gosto. Sirva a seguir.

Não há nenhum mistério nem grandes inovações nesta receita. Ela funciona apenas para ressaltar como um pouco de criatividade e praticidade na cozinha podem gerar refeições simplesmente fantásticas. O legal é usar o que tem na geladeira mesmo, assim cada um acaba criando variações e misturas únicas.

Para incrementar um pouco mais o prato, vale sempre acrescentar outros vegetais à mistura. Mas para manter a praticidade invista em restos que já tem pronto. Brócolis ou espinafre cozidos no vapor complementariam brilhantemente esta combinação de sabores.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A praticidade como aliada

Sempre dou preferência para comidas e produtos naturais e frescos. Acredito que é sempre melhor e recomendável escolher frutas e verduras frescas para incluir nas refeições e evitar sempre que possível comprar enlatados e congelados. Assim, nos certificamos de que nossa comida é preparada com carinho e da maneira mais saudável possível.

Entretanto, nem sempre a praticidade é inimiga da boa saúde. Alias, quando não temos tempo de preparar uma refeição completa do zero é melhor apelar para alguns enlatados mais saudáveis do que acabar comendo qualquer coisa na rua. Assim não deixamos de investir em ingredientes de qualidade e preparados da nossa maneira.

Salada de lentilha com salmão enlatado

Salada de lentilha com salmão enlatado

1 lata de filé de salmão
1/2 pote de lentilha em conserva
1/2 pepino pequeno
1/2 pimentão vermelho pequeno
suco de 1/2 limão siciliano
1 col. de sobremesa de azeite
1 col. de sobremesa de mostarda
sal, pimenta e dill fresco a gosto

Modo de preparo:
Escorra a lentilha e deixe cair água por cima por alguns minutos para retirar o excesso de sal. Corte o pepino e o pimentão vermelho em cubos pequenos e misture com a lentilha em uma tigela. Acrescente o filé de salmão enlatado e desfie em pedaços pequenos com um garfo. Misture bem todos os ingredientes.
Em outra tigela menor, junte o suco do limão, o azeite e a mostarda. Mexa até ficar homogêneo e regue por cima da salada. Tempere com sal, pimenta e dill fresco a gosto. Sirva a seguir com mix de folhas verdes e torradinhas integrais.

Desde a primeira vez que vi filé de salmão enlatado no supermercado fiquei com vontade de comprar para provar. Achava que poderia ser um substituto do atum ou sardinha enlatados e estava certíssima. Alias, o salmão enlatado é delicioso e não deixa de ser uma mão na roda quando o tempo é curto e a fome aperta.

Esta salada ficou absolutamente divina e o gostinho do tempero de limão misturado com a mostarda deixou um sabor fantástico. Super prática e simples, ela fica pronta em menos de 10 minutos – é só o tempo de cortar as verduras e misturar tudo numa tigela. Não deixa de ser perfeito para quem quer um almoço saudável e rápido para preparar de manhã na correria de sair para o trabalho.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para entrar no clima natalino

Começo o mês de dezembro em clima natalino. Não prometo ter apenas receitas temáticas no blog neste fim de ano, mas com certeza algumas vão ser especiais para incluir nas ceias de natal e ano novo. E na verdade, esta receita de hoje nem é de natal exatamente e sim ótima para fazer no reveillon. Mas garanto que cai super bem na ceia do dia 24 também.

Tipicamente servidos na virada do ano, pratos feitos à base de lentilhas são sempre divinos. O único porém é ter que pré cozinhar essas deliciosas leguminosas para poder acrescentá-las a pratos como saladas ou fazer caldos ou sopas. Entretanto, meu faro de quem mora sozinha e busca facilidades na cozinha diariamente descobriu uma ótima alternativa.

A marca Camil tem uma coleção de produtos que já vem prontos em conserva, como feijões, lentilhas, soja e grão de bico. Já comprei o pacote de feijão branco e gostei tanto que dessa vez resolvi testar o de lentilha. Ambos são deliciosos e valem super a pena para economizar um pouco de mão de obra na cozinha.

Tenho apenas uma dica, como eles vem em conserva trazem junto aquela água carregada de sódio. O ideal é passar a lentilha ou o feijão em água corrente por alguns segundos para lavar bem e depois deixar escorrer um pouco antes de consumir. Assim é possível tirar um pouco do excesso de sal e o coração agradece.

Salda de lentilha e frango defumado

Salada de lentilha e frango defumado

80 g de lentilha cozida e escorrida
100 g de tomate picado
100 g de pimentão verde picado
1/2 cebola roxa picada
2 col. de sopa de vinagre balsâmico
1 col. de sopa de azeite
80 g de frango defumado desfiado (ou peito de frango defumado picado)
1 col. de sopa de queijo cottage
50 g de palmito pupunha fresco desfiado
pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela, junte a lentilha já cozida, escorrida e seca com o tomate, o pimentão e a cebola. Acrescente o vinagre balsâmico e o azeite e mexa bem. Reserve.
Num outro recipiente, misture o frango defumado desfiado com o queijo cottage até obter uma espécie de pasta semi-homogênea. Reserve.

montagem
Para montar a salada, coloque metade da mistura de lentilhas com os vegetais numa forma refrataria ou recipiente de vidro. Em seguida, faça uma camada com toda a pasta de frango e cottage. Despeje o restante da lentilha em outra camada e por fim decore com o palmito desfiado. Salpique pimenta-do-reino a gosto e sirva com torradas integrais.

O palmito pupunha fresco pode ser encontrado em qualquer supermercado. Ele vem em três versões: inteiro, cortado em rodelas como carpaccio ou desfiado. Nada melhor do que comprar o que já vem desfiado e não ter mais esse trabalho na hora de preparar o prato.

Com relação ao frango defumado, o melhor mesmo é comprar o frango inteiro e abri-lo tirando a pele para desfiar a carne. Entretanto, como estava preparando só para mim e não queria comprar um frango inteiro de 400 g resolvi comprar peito de frango defumado em fatias mesmo e picá-las antes de misturar com o cottage. Funciona perfeitamente.

Por fim, o cottage pode ser substituído por ricota se você preferir um recheio mais soltinho na salada. Como preferi fazer uma espécie de pasta com o frango, optei pelo cottage que dá uma consistência mais pastosa quando misturado com a carne. Mas ambos tornam a receita deliciosa.

Por hoje é só.

Bom appetit!