Simples e sofisticado na medida certa

Preciso confessar uma coisa. Quando me perguntavam se gostava de camarão sempre respondia que não, que detestava ou que não via graça nenhuma. A verdade: nunca tinha provado. Bem, tinha comido uma vez quando tinha uns 12 anos e realmente não achei graça na época. Depois, por receio de ter qualquer alergia já que é bastante comum, nunca tinha feito questão de provar de novo.

Pois hoje tudo mudou. Esta viagem gastronômica na qual embarquei nos últimos meses tem me aberto os olhos (e o estômago!) a tantas delícias que resolvi dar mais uma chance a esses pequeninos do mar. E não é que é bom mesmo? Para comemorar resolvi testar minha primeira receita de camarão. Ficou absurdamente maravilhoso e recomendo até para quem não gosta.

Espaguetti ao molho de camarão, escarola e tomate cereja

Espaguetti ao molho de camarão, escarola e tomate cereja

1 pacote de macarrão instantâneo integral
100 g de camarão pequeno descascado, pré-cozido e congelado
6 – 8 folhas de escarola
10 tomates cereja
1 col. de sopa de azeite
1 dente de alho
30 ml de vinho branco seco
60 ml de água
1 col. de chá de amido de milho
suco de limão, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Descongele o camarão numa tigela deixando na geladeira da noite pro dia. Escorra a água que soltar e reserve o camarão.
Cozinhe o espaguetti de acordo com as instruções da embalagem descartando o tempero que vem junto. Quando estiver pronto, escorra e transfira para um prato. Reserve.
Aqueça uma panela wok ou frigideira antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue o camarão salpicado com sal e pimenta a gosto por 2 ou 3 minutos até aquecer bem. Transfira o camarão para um prato e reserve. Acrescente o alho amassado, a escarola picada e os tomates cerejas cortados ao meio à wok. Despeje o vinho branco e refogue por alguns minutos até a escarola murchar e o líquido evaporar quase todo.
Dissolva o amido de milho na água e acrescente à panela. Mexa bem até engrossar (aproximadamente 3 minutos). Retorne o camarão à wok e misture até aquecer e incorporar todo o molho. Por fim, acrescente o macarrão cozido à panela, desligue o fogo e mexa bem para misturar tudo. Regue com o suco de limão a gosto e sirva com uma taça de vinho branco ou espumante.

Absurdamente simples, esta receita ainda tem a vantagem de ser super rápida e ficar pronta em 20 minutos. Uma tática para deixá-la mais fácil é comprar o camarão já cozido, descascado e congelado por facilitar a vida. Entretanto, o prato pode perfeitamente ser preparado com o camarão cru. Neste caso, refogue bem o camarão no começo do preparo até ficar bem cozido e rosado.

Aproveite que hoje é feriado (por mais que seja sábado) e prepare este prato para alguma pessoa amada. Como fiz apenas para mim, esta quantidade rende apenas 1 porção. Para render 2 basta dobrar os ingredientes. Acredite, nada como um almoço gostoso, simples e sofisticado como este para fazer qualquer dia ficar especial.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Delícias caseiras

Uma das maiores vantagens de preparar pratos clássicos em casa é a possibilidade de reduzir a quantidade gritante de açúcar ou gordura que os restaurantes ou fast foods acrescentam às comidas. Por exemplo, você sabia que algumas lojas de doces colocam farinha na massa do brigadeiro para fazer render mais? Ninguém merece não é mesmo?

Além de mais saudável, preparar alguns pratos em casa ainda traz aquele gostinho caseiro que amamos tanto. Mas para isso, nem sempre precisamos fazer TUDO. Há mil maneiras de aproveitar pacotes pré-prontos à venda no supermercado mantendo a refeição saudável e, principalmente, super gostosa.

Yakisoba de frango

Yakisoba de frango

1 pacote de macarrão instantâneo sabor yakisoba
2 filés de peito de frango médios
1 bandeja de vegetais para yakisoba (aprox. 400 g de couve-flor, brócolis, cenoura e repolho variados)
1 col. de sobremesa de azeite ou óleo de gergelim
shoyu light a gosto

Modo de preparo:
Aqueça uma frigideira wok e acrescente um fio de azeite ou óleo de gergelim. Corte o frango em pedaços pequenos. Refogue na wok por 5 minutos até o frango ficar quase pronto. Reserve.
Lave bem os vegetais e corte em pedaços pequenos (se já não estiverem cortado). Refogue os vegetais na wok de 2 a 3 minutos até ficarem al dente. Devolva  frango à wok e misture bem. Comece a temperar com shoyu a gosto e continue mexendo.
Enquanto refoga os vegetais, prepare o macarrão instantâneo. Descarte o tempero que vem junto. Quando estiver pronto, escorra e acrescente o macarrão à wok. Continue mexendo para incorporar todos os ingredientes e termine de temperar com shoyu a gosto. Sirva a seguir.

Rende 2 porções.

A vantagem de comprar o macarrão instantâneo sabor yakisoba é ter o tipo de massa característico deste prato. Entretanto, como o tempero que vem junto é descartado completamente, qualquer versão serve. Alias, é possível até fazer com macarrão normal, mas o instantâneo acelera bastante o processo e ajuda a ter uma melhor noção de quantidade nas porções.

Vários supermercados trazem bandejas já prontas de vegetais cortados para preparar yakisoba. Isso facilita e muito a vida já que eles vem numa maior variedade e menor quantidade de cada um evitando o desperdício de comprar muito de cada. Além disso, por já virem cortados, acelera ainda mais o preparo deste prato já super fácil de fazer. Melhor impossível, certo?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Saúde deliciosa

Saladas são ótimas para qualquer ocasião. Seja como entrada do almoço ou refeição completa no jantar, quando bem preparadas, elas conseguem juntar vitaminas, mineiras, fibras, proteínas e carboidratos tudo num só prato. Isso sem contar que contribuem para mantermos uma alimentação sempre saudável.

Com um pouco de imaginação conseguimos elaborar saladas super saborosas e diferentes. Na receita de hoje usei um ingrediente especial: iogurte natural ao estilo grego. Nova onda que está pegando em alguns países, este iogurte é mais concentrado do que o normal e tem uma consistência mais grossa e cremosa (parecida com a de coalhada).

Como ainda não encontrei iogurte grego para vender aqui no Brasil (quando estive nos Estados Unidos vi que já virou moda geral por lá), uso um truque super simples. É só passar iogurte natural desnatado numa peneira. Apesar de ser extremamente fácil, o processo demora um pouquinho. Por isso, o bom é preparar com alguma antecedência.

Salada de macarrão grega

Salada de macarrão grega

82 g de grão de bico cozido
40 g de penne integral
1 pote de iogurte natural desnatado ao estilo grego
suco de 1/2 limão siciliano
1 col. de sobremesa de azeite
1 col. de chá de orégano
1/2 pepino médio
6 tomates cereja
1 col. de sopa de azeitonas pretas fatiadas
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Para preparar o iogurte no estilo grego, pegue uma peneira pequena e cubra com um filtro de coar café. Despeje o iogurte dentro do coador e deixe escorrer a água que soltar dentro de um copo. Cubra com papel filme e deixe na geladeira de 4 à 6 horas. Quanto mais tempo ficar escorrendo, mas cremoso e concentrado ficará.
Cozinhe o macarrão de acordo com as instruções da embalagem. Coe e deixe esfriar completamente. Reserve.
Numa tigela, misture o iogurte concentrado, o azeite, o suco do limão, e o orégano. Prove o sal e corrija a gosto. Corte os tomates ao meio e o pepino em pedaços pequenos. Em outra tigela, junte os tomates, o pepino, as azeitonas, o macarrão cozido em temperatura ambiente e o grão de bico. Acrescente o molho e mexa delicadamente até que a salada fique totalmente coberta. Salpique pimenta-do-reino a gosto e sirva fria acompanhada de folhas verdes e torradinhas integrais.

Adoro saladas completas como esta. O mais prático é que como ela é fria posso prepará-la com antecedência e deixá-la na geladeira para levar e comer no trabalho ou na faculdade.

Quando descobri esta maneira de preparar iogurte grego me encantei. Como ele é mais consistente e cremoso serve perfeitamente para substituir maionese ou creme de leite em praticamente qualquer receita. Isso sem contar que saboreá-lo puro ou com frutas, mel e granola como lanche ou café da manhã também fica uma delícia. Simplesmente amei conhecer mais esta novidade.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Quando o tempo é curto

Antevéspera de natal e a última coisa que precisamos é mais preocupação com o que fazer para comer, certo? Com tantas coisas para fazer antes de deixar a ceia pronta e perfeita, nada melhor do que uma receita fácil e rápida para não ter muito trabalho na hora de preparar o almoço.

Pensando nisso, minha dica de hoje é um macarrão delicioso que fica pronto em 40 minutos. Uma vantagem de pratos à base de massas é que podem ser refeições completas dependendo dos ingredientes que incluímos. Mais uma facilidade, já que só precisamos nos preocupar em fazer um prato.

Penne integral ao molho cremoso de limão siciliano com aspargos e atum

Penne integral ao molho cremoso de limão siciliano com aspargos e atum

200 g de penne integral
250 g de aspargos frescos
1 lata de atum light em água escorrido
250 ml de leite desnatado
1 col. de sopa de farinha de trigo
2 col. de sopa de mostarda escura
1 limão siciliano
1 col. de sopa de raspas de limão siciliano
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Ferva 500 ml de água com um pouco de sal e coloque a massa para cozinhar. Depois de 7 minutos (quando estiver quase pronta) acrescente os aspargos cortados em pedaços médios e deixe cozinhar por mais 3 minutos até o penne ficar no ponto e o aspargo amolecer um pouco. Escorra e reserve.
Para o molho, dissolva a farinha de trigo no leite em um recipiente. Adicione a mostarda e tempere com sal e pimenta a gosto. Leve ao fogo numa panela antiaderente e cozinhe mexendo sem parar até que comece a engrossar (aproximadamente 3 minutos). Quando estiver neste ponto, junte o suco do limão siciliano e as raspas. Mexa bem e coloque o macarrão com os aspargos cozidos na panela do molho. Abaixe o fogo e vá mexendo delicadamente para o molho terminar de ficar cremoso e envolver completamente toda a massa e as verduras. Sirva a seguir com o atum em pedaços escorrido. Salpique queijo parmesão ralado a gosto.

Rende 3 porções.

A receita original não incluía o atum em lata e funcionava muito bem como um prato vegetariano ou de acompanhamento para outras carne. Entretanto, como falei antes, as vezes gosto de incluir uma proteína no próprio macarrão para assim não precisar me preocupar em fazer mais de uma receita para o almoço.

Dito isso, achei que o atum caiu super bem com o cremosinho do molho da massa. Por ser prático e leve, o atum em lata se presta para agilizar diversas receitas. Além disso, é super saudável e saboroso quando comprado na versão light que vem em água e não óleo.

O molho desta receita fica bastante suave, ótimo para quem não gosta de pratos muito condimentados ou pesados. Entretanto, se você curte algo com pegada mais forte, sugiro aumentar as quantidades de mostarda e limão na hora de fazer o molho. Vá provando durante o preparo e pare quando achar que estiver perfeito. Tenho certeza que ficará divino.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Revitalizando sobras deliciosas

Quem mora sozinho sabe: mesmo quando tentamos preparar o almoço fazendo uma porção só sempre acaba sobrando um pouquinho aqui, outro pouquinho ali. E a pior coisa do mundo é chegar no final da semana e ver-se obrigado a jogar fora todos esses restinhos de comida super saborosos e perfeitamente comíveis.

Pensando nisso, resolvi pegar alguns restos que tinha na geladeira para preparar um almoço deveras criativo, colorido e prático. A combinação ficou tão boa que serve até para preparar especificamente com essa finalidade e não necessariamente esperar ter sobras para revitalizar. Por isso, resolvi criar esta receita.

Spaghetti ao frango cítrico com brócolis

Spaghetti ao frango cítrico com brócolis

70 g de spaghetti integral
70 g de brócolis cozido picado
90 g de peito de frango
suco de 1 limão tahiti
suco de 1 limão siciliano
2 col. de sopa de mostarda escura
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Ferva 200 ml de água e cozinhe o brócolis durante 8 minutos até ficar macio e al dente. Pique em pedacinhos e reserve.
Corte o peito de frango em pedaços grandes e tempere com pimenta a gosto. Numa frigideira antiaderente, esprema os dois limões e coloque os pedaços de frango para cozinhar no suco. Vire constantemente para que cozinhe de ambos os lados. Quando começar a branquear (após 2 ou 3 minutos), adicione a mostarda e mexa bem para formar o molho. Continue mexendo o frango e deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos até o molho engrossar um pouco. Quando estiver pronto, desligue o fogo e reserve.
Em outra panela, ferva 500 ml de água e coloque o spaghetti. Cozinhe por 5 minutos até ficar al dente. Escorra o macarrão e arrume num prato. Pegue o frango cozido e corte em pedaços menores. Junte ao brócolis picado e mexa bem. Despeje a mistura por cima do spaghetti e sirva em seguida.

Acho que deu para notar que o frango é aquele mesmo ao limão e mostarda que fiz e publiquei a receita alguns posts atrás. Como sobrou um pouco na minha geladeira, resolvi pegar um pouco de brócolis e cozinhar para misturar com o frango e usar como molho do macarrão instantâneo integral da Mãe Terra do qual também já falei algumas vezes aqui no blog.

No fundo, adoro brincar com possibilidades novas e criar molhos divertidos e saudáveis para comer com macarrão. A massa não precisa ser uma vilã numa dieta saudável e balanceada. A chave está em preparar os molhos de maneira que não fiquem carregados de gordura e calorias desnecessárias.

Para isso, fuja dos queijos gordurosos e outros molhos à base de creme de leite. Invista sempre numa proteína magra, como o peito de frango, e legumes diversos. Assim, o macarrão fica saboroso e não pesa tanto na balança. Outra dica é sempre optar pela versão integral que contêm fibras e ajuda a saciar por mais tempo.

Por hoje é só.

Bon appetit!

As vezes a inspiração surge do nada

Foi só eu falar que não gostava de inovar na cozinha que acabei inventando meu almoço de hoje misturando uma receita que achei no livro Comer Light (aquele da Lucilia Diniz) com ingredientes que já tinha em casa fazendo pequenas alterações. A sugestão dela era fazer um macarrão com legumes, sendo eles abobrinha, cenoura e vagem cortados em tirinhas. Já tinha ouvido falar que quando fossemos optar por comer macarrão é sempre bom ter como acompanhamento legumes cozidos e fugir dos molhos carregados de gordura como aqueles com muito queijo e creme de leite. Então, nada melhor do que neste caso fazer um molho com os próprios vegetais.

Além disso, quando resolvo me atracar num belo prato de massa dou preferência pelo macarrão integral, que, como já falei, traz muitos benefícios ao organismo mesmo tendo uma carga calórica praticamente igual ao do refinado. Como moro sozinha e cozinho em pequenas porções, geralmente opto pelo Caseiro da Mãe Terra. Funciona do mesmo jeito que outros miojos tradicionais, mas é integral e não é frito no processo de preparação como os comuns. Além disso, não tem conservantes entre os ingredientes, o que é sempre um plus.

Aqui vai um alerta: viver de macarrão instantâneo destroi qualquer chance de manter uma alimentação saudável, mas como o problema deles está mais no tempero (carregado de sódio e gordura) do que na massa em si, aproveitar a praticidade que eles proporcionam e comê-los de vez em quando não faz mal. Neste caso, é sempre uma ótima pedida preparar o molho de acompanhamento em casa. Foi o que fiz.

Juntei a ideia do livro de unir legumes com o macarrão e inventei um molho vermelho com aspargos verdes frescos (que tinha sobrando em casa) e uma cenoura cortada em tirinhas. Para dar o toque final, acrescentei 4 colheres de sopa de molho de tomate Pomarola Lévia que tem menos sódio e menos gordura que os outros molhos industrializados. Se você quiser deixar seu prato ainda mais saudável, prepare o molho de tomate na hora com tomates picados, cebola, alho e um pouco de manjericão fresco. Como não tinha tempo hoje, resolvi usar o que já vem pronto.

No fim ficou uma delícia.

Se você tiver mais tempo e quiser incrementar ainda mais o prato, pode picar uma cebola e um dente de alho e acrescentar na preparação do molho. Além disso, pode salpicar um pouco de manjericão fresco por cima do macarrão quando estiver pronto. Gosto muito de usar manjericão nos pratos que preparo pois acho que ele traz um gostinho a mais que deixa a comida muito saborosa.

Por hoje é só.

Bon appetit!

P.S. Acabei de me dar conta que seria bom começar a publicar fotos das minhas preparações para acompanhar os textos. Ficar só no blá, blá, blá não é lá muito interessante. Prometo incluir imagens da próxima vez.