Delícias saudáveis

Depois da primeira tentativa bem sucedida na qual fiz mini muffins de cacau com chocolate amargo, resolvi testar outra receita destes docinhos miniatura tipicamente norte-americanos. Desta vez optei por uma receita um pouco mais saudável já que leva na sua composição farinha de trigo integral e bananas.

O gostoso de preparar estes bolinhos é a grande versatilidade e enormidade de sabores possíveis. São tantas receitas existentes que dá vontade de testar uma diferente a cada dia. Como adoro fazer sobremesas de frutas, escolhi esta de banana para experimentar. O melhor é que eles também servem perfeitamente de café da manhã especial num domingo qualquer.

Mini muffin integral de banana

Mini muffin integral de banana

12 col. de sopa cheias de farinha de trigo integral
4 col. de sopa cheias de farinha de trigo branca
1 col. de sobremesa de fermento em pó
1 col. de chá de canela em pó
1 pitada de sal
1 1/2 banana prata madura amassada com um garfo
1 ovo
6 col. de sopa de açúcar mascavo
40 ml de leite semidesnatado
1 1/2 col. de sopa de margarina light sem sal
1 col. de chá de essência de baunilha

Modo de preparo:
Numa tigela, misture as farinhas, o fermento, a canela e o sal. Misture delicadamente com uma colher para juntar todos os ingredientes.
Em outra tigela, junte o ovo levemente batido com um garfo, as bananas amassadas e a margarina em temperatura ambiente. Acrescente o açúcar, o leite desnatado e a essência de baunilha e mexa bem com um garfo até que fique bem homogêneo.
Abra um buraco no centro dos ingredientes secos e despeje a mistura de banana mexendo delicadamente com o garfo. Misture apenas até ficar tudo incorporado. Cuidado para não bater demais para que os muffins não fiquem duros.
Unte uma forma antiaderente de 12 mini muffins com um pingo de azeite em cada potinho. Despeje aproximadamente 1 col. de sopa da massa em cada recipiente até dividir completamente por todos os 12. Asse em forno pré-aquecido em 190˚C por 18 minutos ou até que um palito enfiado no meio saia limpo. Deixe esfriar por 5 minutos, desenforme e sirva como lanchinho acompanhado de uma xícara de café ou chá.

Rende 12 mini muffins.

Estes mini muffins podem até não parecer tão apetitosos à primeira vista quanto os outros que preparei. Entretanto, não canso de repetir que as aparências enganam. Absolutamente divinos, estes bolinhos integrais de banana tem uma grande vantagem já que realmente são mais saudáveis que os outros. Além disso, seu sabor é tão delicioso quanto qualquer outra sobremesa que já tenha feito.

Outra vantagem desta receita é a possibilidade de congelar os muffins depois de prontos. Para fazer isso, basta lembrar de deixá-los esfriarem antes de guardar num recipiente hermeticamente fechado no freezer. Quando quiser saboreá-los novamente, deixe descongelando na geladeira de um dia para o outro ou por algumas horas em temperatura ambiente.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Para juntar a galera

Ontem à tarde me deu uma vontade louca de inaugurar minha forma de mini muffins que comprei na minha última viagem aos Estados Unidos. O problema disso é que como moro sozinha fazer 12 mini muffins só para mim acaba sendo uma tentação absurda. Não teria como não acabar comendo tudo.

Para reverter a situação, nada melhor do que chamar pessoas amadas para saborear a delícia junto com você. Melhor ainda, estes mini muffins são uma ótima desculpa para juntar todo mundo e saborear um delicioso pote de café ou chá num singelo lanchinho da tarde.

Mini muffins de cacau com chocolate amargo

Mini muffins de cacau com chocolate amargo

14 col. de sopa de farinha de trigo
1/4 de xíc. de chá de açúcar mascavo
2 col. de sopa de cacau em pó sem açúcar
1/2 col. de chá de fermento em pó
1/2 col. de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
120 ml de água
1/2 col. de sobremesa de essência de baunilha
1/2 col. de sopa de vinagre de vinho branco
30 g de chocolate amargo (70% cacau ou mais)
30 ml de óleo de canola
1 clara

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 200˚C. Unte uma forma refratária de mini cupcakes com 12 unidades com um pouco de azeite. Reserve. Quebre o chocolate amargo em quadradinhos pequenos e reserve.
Numa tigela, misture os ingredientes secos (da farinha até o sal) e misture delicadamente com uma colher até ficar homogêneo. Em outra tigela, junte os demais ingredientes (menos o chocolate amargo) e bata ligeiramente com um garfo até misturar completamente.
Abra um buraco no meio da tigela com os ingredientes secos e derrame a mistura de óleo, água e a clara. Comece a mexer com cuidado com o auxílio de uma colher ou garfo até que fique tudo bem misturado. Cuidado para não mexer demais se não os muffins podem ficar duros. Acrescente 2/3 do chocolate picado e misture à massa.
Divida a massa entre os 12 recipientes da forma de mini muffins até que todos fiquem cheios. Pegue o resto do chocolate picado e coloque um pedacinho por cima de cada muffin. Leve para assar de 8 a 9 minutos ou até que um palito enfiado no meio saia limpo. Sirva como acompanhamento de uma bela xícara de chá ou café como lanche da tarde.

Rende 12 mini muffins.

Não há palavras para descrever a delícia que ficaram estes mini muffins. Absurdamente fofinhos e macios, eles derretem na boca e levam o sabor espetacular do cacau a um patamar nunca antes atingido. A receita original era para fazer 12 muffins do tamanho normal. Entretanto, como a minha forma era de mini muffins, dividi a receita ao meio e fiz 12 do tamanho pequeno.

Caso você queira preparar estas delícias do tamanho tradicional, esta quantidade indicada rende 6. Para fazer 12, apenas dobre os ingredientes. E neste caso, não se esqueça de aumentar o tempo de forno para 15 minutos, aproximadamente. Mas vamos combinar, os pequenininhos são muito mais fofos e, por serem mini, podemos comer mais de um sem culpa. Melhor impossível, não é?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Hibridismos espetaculares

Mantendo a tradição, nada melhor do que um docinho espetacular para comemorar o fato de ser domingo. Não sou adepta da brincadeira do “1˚ de abril”, então não vou mentir. Esta receita não é light nem de baixa caloria. Mas em comparação com outros “pecados alimentares” ganha os benefícios de usar cacau em pó, açúcar mascavo e farinha de trigo integral. E vamos ser sinceros, um docinho de vez em quando é necessário, certo?

Para quem prefere doces mais açucarados (como a grande maioria da população brasileira já que nosso paladar tende mais para o doce) esta receita pode não apetecer muito. Entretanto, quem aprecia uma boa sobremesa à la chocolate meio amargo vai encantar-se com esta delícia.

Cookie-brownie de cacau

Cookie-brownie de cacau

1/2 xíc. de chá de farinha de trigo
1/2 xíc. de chá de farinha de trigo integral
1 col. de café de fermento em pó
1 pitada de sal
5 col. de sopa rasas de margarina light
7 col. de sopa rasas de cacau em pó sem açúcar
2/3 de xíc. de chá de açúcar
1/3 de xíc. de chá de açúcar mascavo
1/2 pote de iogurte natural desnatado
1 col. de chá de essência de baunilha

Modo de preparo:
Numa tigela, junte as farinhas, o fermento e a pitada de sal. Mexa bem com uma colher e reserve.
Em outra tigela, derreta levemente a margarina no microondas apenas para ficar um pouco mais líquida. Ela não deve derreter completamente nem ferver ou aquecer demais. Acrescente o cacau em pó, os açúcares, o iogurte e a essência de baunilha e misture bem até ficar completamente homogêneo.
Aos poucos, adicione a mistura de ingredientes secos e vá mexendo para incorporar completamente. Unte uma forma refratária com um pouco de margarina e coloque porções pequenas da massa até separar em 24 cookies. Asse em forno pré-aquecido a 180˚C de 10 a 12 minutos. Deixe esfriar e saboreie com uma caneca de café ou chá.

Rende 24 cookies.

Para quem é acostumado aos cookies tipicamente americanos, este vai parecer um pouco diferente. Por ter uma consistência diferente, acaba parecendo uma mistura híbrida de cookie e brownie o que, para mim, só aumenta as vantagens desta delícia.

Uma dica que tenho é moldar os cookie achatando-os para ficarem em formato redondo no momento em que estiver prepararando para assar. Isso porque estes cookies não derretem nem achatam enquanto estão assando. Ou seja, a maneira como estiverem colocados na forma será seu formato final. Aprendi isso na marra e é por isso que os meus não estão tão bonitos na foto. Mas o sabor, esse sim ficou simplesmente espetacular.

Por hoje é só.

Bon appetit!