Gostosura caseira

Quem não gosta de saborear uma bela pizza num sábado à noite? Quem mora em São Paulo sabe que o horário clássico de degustar dessa delícia italiana é depois das 18hrs. Entretanto, como não sou paulistana nata, defendo que também podemos comer uma pizza na hora do almoço e, principalmente, uma divinamente feita em casa.

Mas para quem mora sozinho ou não tem muita prática com massas e outros quitutes de padaria, vale comprar os discos individuais pré-prontos. Práticos, eles são ótimos para matar aquela vontade de comer pizza sem ter o trabalho de fazer ou pedir uma inteira só para você. E o melhor, em menos de 10 minutos aquecendo na frigideira já está pronta. Fantástico, não?

Mini pizza integral de vegetais

Mini pizza integral de vegetais

1 disco de pizza individual integral
100 g de abobrinha fatiada
100 g de berinjela fatiada
100 g de tomate em rodelas
1 pimentão vermelho em conserva
50 g de ricota em rodelas finas
3 col. de sopa de molho de tomate
azeite a gosto

Modo de preparo:
Antes de começar, arrume todos os ingredientes da pizza no balcão onde estiver preparando o prato. Com isso, é possível agilizar o preparo da receita. Corte a abobrinha, a berinjela e o tomate em fatias finas. Corte a ricota em rodelas e separe as metades do pimentão vermelho em conserva.
Aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e coloque o disco de pizza para esquentar. Deixe dourar 2 minutos de cada lado ou até que comece a formar pequenas bolhas na massa indicando que ela está cozinhando.
Com a pizza ainda na frigideira, espalhe o molho de tomate e arrume as rodelas de ricota. Coloque as fatias dos vegetais por cima do queijo e finalize com o pimentão vermelho em conserva. Regue com azeite a gosto. Transfira para uma assadeira e leve ao forno médio pré-aquecido em 230˚C. Deixe dourar de 3 a 5 minutos. Sirva a seguir.

Nesta versão da pizza, os vegetais não chegam a ficar completamente cozidos. Gosto de fazer assim pois eles mantêm sua textura crocante e o sabor clássico de cada um. Entretanto, se você preferir pode grelhar cada fatia de abobrinha e berinjela antes de adicioná-las à pizza. Apenas o tomate não deve ser grelhado já que solta muita água no processo.

Os legumes que funcionam melhor no preparo deste prato são realmente a berinjela e a abobrinha por seu formato longo e a facilidade de fatiá-los no sentido do comprimento. Entretanto, vale experimentar com outras opções dependendo do gosto de cada um. Cenoura, batata doce e abóbora também fariam uma bela combinação.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Redondinhas casieras

Por mais que já tenha completado um ano que estou morando em São Paulo ainda não consegui me acostumar com a ideia de que comer pizza no almoço é errado. Alias, prefiro muito mais saborear uma deliciosa redondinha ao meio dia para evitar comer muito carboidrato à noite o que dá aquela sensação nada agradável de estômago pesado.

Dito isso, as pizzas que como num almoço especial de domingo são as deliciosas e nada “saudáveis” dos grandes restaurantes. Essas prefiro saborear esporadicamente. Mas nada impede que prepare uma versão mais leve e delicada no dia a dia em casa. Para isso, algumas substituições simples fazem uma enorme diferença sem prejudicar em nada o sabor.

Pizza integral de peito de peru com abobrinha e polenguinho light

Pizza integral de peito de peru com abobrinha e polenguinho light

1 unidade de pizza integral de frigideira
3 a 4 col. de sopa de molho de tomate
2 unidades de polenguinho light
4 fatias de peito de peru
2 col. de sopa cheias de queijo cottage
1 abobrinha pequena

Modo de preparo:
Aqueça uma frigideira antiaderente e esquente a pizza de 2 a 3 minutos até começar a ficar crocante. Transfira para uma assadeira e reserve.
Espalhe o molho de tomate por cima da pizza. Arrume as fatias de peito de peru e coloque o queijo cottage por cima. Corte a abobrinha em fatias bem finas com o auxílio de um descascador de legumes. Decore a pizza com as fatias de abobrinha e os polenguinhos cortados em quatro.
Leve para assar em forno pré-aquecido a 200˚C por 10 minutos ou até que comece a dourar. Regue com azeite a gosto e sirva a seguir.

Esta versão de pizza caseira cai super bem como jantar leve de final de semana. Por usar o disco de pizza integral fininho e substituir a muçarela por queijo cottage a pizza fica bem mais saudável podendo ser saboreada com maior frequência do que as encontradas em grandes restaurantes.

Não esqueça que o segredo de manter uma alimentação balanceada é poder desfrutar de tudo com bom senso e moderação. Não deixe de comer aquele pedaço de pizza bem gorduroso e delicioso de vez em quando. Mas quando a vontade bater no meio da semana opte por esta versão mais light e saudável. O gostinho caseiro desta pizza também é uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Refeições coringa

Como regra, sempre sou a favor de usar os ingredientes mais frescos possíveis. Principalmente quando estamos preparando peixes, o ideal é comprar o filé fresquinho do dia na feira ou numa boa peixaria de um grande supermercado. Isso porque os peixes congelados geralmente soltam muita água durante o processo de descongelamento e seu sabor fica um pouco prejudicado com isso.

Entretanto, tem dias que a praticidade fala mais alto e quanto mais fácil uma preparação melhor. Com isso, sempre tenho guardado no freezer da minha geladeira alguns filés de tilápia congelados à vácuo em embalagens individuais. Por serem peixes delicados, o sabor não muda muito quando descongelados e o fato de estarem em porções individuais é a melhor opção para quem mora sozinho.

Tilápia assada com aspargos

Tilápia assada com aspargos

1 filé de tilápia congelado
150 g de aspargos frescos
3 col. de sopa de molho de tomate
sal, pimenta e azeite a gosto

Modo de preparo:
Descongele o filé de tilápia da noite pro dia na geladeira. Outra opção é deixar debaixo de água corrente durante 5 minutos. Abra a embalagem com cuidado e descarte a água que soltar. Tempere com sal e pimenta a gosto e reserve.
Lave bem os aspargos e corte em pedaços de 3 a 5 centímetros. Arrume os aspargos numa travessa refratária antiaderente e regue com um fio de azeite. Posicione o filé de tilápia por cima dos aspargos, regue com mais um fio de azeite e leve ao forno médio (200˚C) pré-aquecido por 10 minutos. Tire do forno, despeje o molho de tomate por cima do peixe e retorne ao forno por mais 10 minutos ou até atingir o ponto desejado. Sirva a seguir.

Este prato é um coringa ótimo para ter guardado na cabeça. Super fácil de fazer, é perfeito para dias de pouca inspiração ou dias que não temos muito tempo para ir ao supermercado já que usa apenas ingredientes que geralmente já temos guardados em casa.

Super delicado, o sabor da tilápia combina muito bem com os aspargos e o molho de tomate. Entretanto, outras opções também podem ser usadas caso você prefira. Que tal provar o prato com vagem macarrão ou ervilha torta? Se quiser algo mais colorido, corte uma cenoura, um pimentão vermelho e uma abobrinha em tirinhas compridas e finas. A combinação de sabores e cores fica uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!