Segredos da família

Amo geleia. Meu café da manhã perfeito sempre inclui 1 ou 2 torradas integrais com um pouco de queijo branco e 1 col. de sobremesa bem generosa de geleia. Gosto tanto dessa delícia que conheço praticamente todas as marcas existentes: as com açúcar, as sem açúcar e com adoçante, as com menos açúcar, as adoçadas com suco de fruta e sem adoçante. Enfim, todas.

Mas nenhuma é tão deliciosa quanto a geleia de morango que a Tia Léo, irmã da minha vó, fazia todos os anos para presentear a família no natal. Por alguma razão, essa geleia trazia consigo um ar diferente de “receita de família” e o gostinho delicioso acompanhava.

Depois que entrei para esse mundo da culinária me bateu uma vontade muito grande de querer aprender a fazer geleias. Sempre achei que seria impossivelmente difícil. E para começar nessa aventura pensei que a primeira receita que testaria teria que ser a geleia da Tia Léo. Descobri que não é nada difícil, apenas trabalhoso. Mas o sabor final compensa e muito!

Geleia de morango da Tia Léo

Geleia de morango da Tia Léo

1 kg de morango fresco
1 kg de açúcar

Modo de preparo:
Lave bem todos os morangos e retire os talos e as folhas verdes. Deixe as frutas inteiras. Coloque numa bacia grande e derrame todo o açúcar por cima. Cubra e deixe os morangos curtindo no açúcar de 12 a 24 horas em local reservado mas fora da geladeira.
Na hora de fazer a geleia, despeje todo o conteúdo da bacia numa panela funda. É importante que ela seja bem funda mesmo pois o doce sobe bastante quando começa a ferver.
Comece cozinhando em fogo médio baixo até que o açúcar dissolva completamente. Aumente para fogo alto e deixe ferver. Cozinhe em fogo médio mantendo uma leve fervura e mexendo de vez em quando. Retire a espuma que formar com uma colher.
O doce demora de 30 a 50 minutos para ficar pronto, depende da temperatura em que cozinha e do quão maduro estão os morangos. Teste o ponto da geleia após 30 minutos e quanto estiver pronto desligue o fogo.
Para saber se já está no ponto, pegue um prato e coloque no freezer. Derrame um fio da geleia no prato bem gelado. Após 30 segundos passe o dedo no meio da geleia. Caso fique o caminho certinho e não escorra está no ponto.
Desligue o fogo e deixe amornar um pouco na panela. Derrame em potes esterilizados e leve à geladeira. A geleia dura algumas semanas conservada na geladeira ou alguns meses conservadas à vácuo em local fresco e seco.

Rende de 900 g a 1 kg.

Antes de descobrir como era feita essa geleia pensava que seria bem complicado, cheio de truques e segredos que só a Tia Léo conhecia. Afinal, receitas de família tem esse áurea de “secretas”, não é mesmo? Mas a verdade é que a receita é super simples e segue a lógica de praticamente todas as geleias caseiras. Quer lista de ingredientes mais simples do que 1 kg de morango e 1 kg de açúcar?

Como era minha primeira vez fazendo este doce precisava de um controle de qualidade de peso. Peguei um pouco e dei de presente para uma outra tia minha. Assim que ela provou disse que o sabor estava igual a clássica feita pela Tia Léo. Ou seja, funcionou! E o sabor é indescritível. Nenhuma geleia industrializada que você já tenha provado se compara. Teste a receita e comprove. É uma delícia mesmo!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para matar a vontade

Amo morango, mas ter que esperar chegar o mês de julho todo ano para comer essa delícia é uma tortura. Não há nada melhor do que uma caixa de morangos fresquinhos para saborear no lanche da tarde não é mesmo? A princípio sou contra frutas congeladas. Além de mais saudáveis, as frescas também são bem mais saborosas. Mas neste caso, faço uma exceção.

Esses dias achei esta receita super light que incorpora duas coisas deliciosas: morangos e gelatina. Na verdade, a receita original era de frutas vermelhas variadas, sendo morangos, framboesas e amoras. Mas resolvi investir apenas no morango para não confundir demais os sabores. Ficou uma delícia.

Mix de morangos

Mix de morangos

2 xíc. de chá de morangos congelados
3 1/2 folhas de gelatina incolor
200 ml de suco de maçã sem açúcar
2 col. de café de canela

Modo de preparo:
Hidrate as folhas de gelatina de acordo com as instruções da embalagem. Aqueça por 10 ou 15 segundos no microondas e mexa com uma colher até dissolver completamente. Cuidado para não aquecer demais, a gelatina não deve ferver. Reserve.
Numa panela antiaderente, ferva o suco de maçã com a canela. Assim que levantar fervura, desligue o fogo e acrescente a gelatina. Mexa bem para incorporar todos os ingredientes.
Corte os morangos em pedaços. Divida-os entre 4 ramekins e despeje o líquido ainda quente. Os morangos devem ficar completamente cobertos. Leve à geladeira por no mínimo 4 horas antes de comer. Sirva frio.

Rende 4 porções.

Partindo do mesmo princípio da mouse de limão com mamão que publiquei aqui algumas semanas atrás, esta é outra sobremesa que demonstra como é possível deixar algo, que para alguns é sem graça, mais interessante. O bom da gelatina é justamente o poder que tem de adaptar-se magnificamente bem às sobremesas deixando-as leves e saudáveis.

A canela e o suco de maçã trouxeram a este mix de morango um sabor mais elaborado do que seria caso fosse apenas a gelatina incolor. Deliciosamente leve, esta sobremesa tem como estrela os morangos, e não deixa de ser uma opção fantástica para quem, como eu, morre de saudades dessa delícia nos outros meses do ano.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Economias refrescantes

Para os que não viajaram no carnaval e estão com tempo livre e preguiçoso, nada melhor do que uma receitinha gostosa e super simples de fazer para adoçar esta tarde de domingo. E nestes dias quentes de verão, uma ótima pedida inclui um frozen iogurte bem caseiro. A melhor parte? Não custa nem a metade do preço do que pagamos por aí.

A sugestão aqui é fazer de um sabor só com uma fruta que é unanimidade total, o morango. Entretanto, a receita pode ser preparada com praticamente qualquer fruta. O que vale é seu gosto pessoal. Dito isso, é importante escolher frutas congeladas para ajudar na consistência da sobremesa. Se tiver apenas frutas in natura, acrescente algumas pedras de gelo na hora do preparo.

Frozen iogurte de morango

Frozen iogurte de morango

200 g de morango congelado
1 iogurte semi-desnatado
1 col. de sopa de açúcar
3 copinhos de plástico ou papel de 200 ml
3 palitinhos de madeira

Modo de preparo:
Bata no liquidificador os morangos e o iogurte. Acrescente o açúcar e bata mais um pouco até ficar uma consistência bem lisa e homogênea. Divida a mistura entre os três copinhos e leve ao congelador para começar a gelar. Depois de 10 minutos, posicione os palitinhos de madeira no meio do frozen e devolva ao congelador. Deixe gelar por pelo menos 4 horas antes de comer.

Rende 3 porções.

A quantidade de açúcar indicada na receita não chega a ser uma regra, ela funciona mais como um parâmetro. Para meu gosto, essa quantidade foi mais do que suficiente, dando um leve toque adocicado mas sem sobrecarregar demais o sabor. O fato dos morangos já serem bem docinhos também ajuda a não precisar acrescentar muito açúcar refinado à receita.

Entretanto, para o típico paladar brasileiro (que adora uma sobremesa bem doce) sugiro colocar mais um pouquinho. Com certeza se você for da turma que prefere algo mais adocicado vai querer colocar algumas colheres a mais na hora de misturar os ingredientes. Vale a dica de ir provando um pouquinho enquanto bate os ingredientes para adequar a quantidade a gosto.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Perfeição a cada garfada

Já que hoje é domingo, trouxe para vocês uma receita de sobremesa absolutamente sensacional que testei este final de semana na casa da minha mãe. E a melhor parte, claro, é que ela não é muito calórica e pode ser consumida sem culpa. Mas só em ocasiões especiais, certo?

Deliciosamente leve, esta sobremesa cai bem com qualquer cardápio. Minha sugestão é prepará-la para um almoço familiar de domingo. Outra dica: façam duas receitas, porque esta rende apenas 8 porções pequenas e todos que provarem vão querer repetir várias e várias vezes. Acredite.

Pavê de coco e morango

Pavê de coco e morango

215 ml de leite desnatado
4 col. de sopa de leite de coco light
1 caixa (150 g) de biscoito champanhe
275 ml de água de coco
2 col. de sopa de coco ralado fresco
1 col. de sopa cheia de amido de milho
2 col. de sopa de adoçante para forno e fogão
2 col. de chá de essência de baunilha
8 morangos cortados ao meio para decorar

Modo de preparo:
para o creme
Em uma tigela, dissolva o amido de milho no leite desnatado. Junte 125 ml de água de coco, o adoçante, o coco ralado e a essência de baunilha. Dispeje numa panela antiaderente e leve ao fogo baixo misturando sempre até engrossar.
Junte 250 ml de água de coco com o leite de coco light numa tigela. Mergulhe todos os biscoitos na mistura para umedecê-los.

montagem
Cubra o fundo de um pirex com uma camada de biscoitos. Despeje por cima uma camada do creme já em temperatura ambiente. Alterne uma camada de biscoito com uma camada de creme até acabar. Finalize com uma camada de creme. Decore com os morangos cortados e leve à geladeira até endurecer. Sirva gelado.

Não tenho palavras para explicar o quão delicioso ficou este doce. A consistência ficou perfeitamente levinha. Por levar água de coco e leite de coco, a sobremesa fica bem molhadinha e saborosa. Para quem não gosta de coco vale ressaltar que o gosto final não é muito forte, mas o sabor é inquestionável.

O bom do coco é que ele aceita várias combinações. Para quem não é muito fã de morango, outras sugestões para decorar incluem framboesa, amora, cereja, mirtílo ou até abacaxi cortado em cubinhos. Vale também decorar apenas com mais algumas colheradas de coco ralado fresco. E para deixar o doce um pouco mais sofisticado, é possível decorar também com damascos secos e salpicar com nozes picadas. Fica uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!