Mil e uma utilidades

Com certeza você já ouviu falar na importância de incluirmos o ômega-3 na nossa alimentação. Esta gordura, ou ácido graxo poliinsaturado, está associada à diminuição dos níveis de colesterol ruim no sangue além do aumento do colesterol bom. Tudo isso é fundamental para mantermos a saúde do corpo e protegermos nosso coração de infartos.

Os peixes gordos, como o salmão, o atum e a sardinha, são uma das principais fontes de ômega-3 na natureza. Entretanto, ficar só no filé de salmão grelhado, que além de caro pode enjoar fácil, ou no atum e na sardinha enlatados cansa muito rápido. Uma opção é investir em filés de atum fresco que são deliciosos se feitos corretamente.

Atum grelhado ao curry tailandês

Atum grelhado ao curry tailandês

1 posta média de atum fresco (+/- 150 g)
1 col. de chá de pasta de curry tailandês vermelho
1 col. de sobremesa de azeite

Modo de preparo:
Aqueça uma grelha elétrica em temperatura alta.
Numa tigela, misture a pasta de curry com o azeite até formar um molho viscoso. Espalhe por todo o filé de atum e deixe marinando na geladeira de 15 a 30 minutos para pegar bem o gosto.
Abaixe a temperatura da grelha para médio-alto e grelhe o atum por 3 minutos de cada lado (ou 5 minutos caso a grelha seja tampada). Sirva com arroz integral e legumes grelhados.

Fiquei encantada com a simplicidade desta receita e a complexidade de sabores que ela traz. Também achei incrível descobrir outras utilidades para a pasta de curry tailandês que geralmente usava apenas para fazer os tradicionais pratos do país (como o delicioso curry de camarão que publiquei aqui no blog).

Você pode ter estranhado o pouquíssimo tempo que o atum fica cozinhando na grelha. Realmente, o peixe não chega a assar por inteiro, apenas sela por fora mantendo o carne levemente rosada por fora. Com isso, mantêm-se a umidade do peixe e o sabor incrível que ele possui. Se fossemos assar completamente o atum, ele ficaria igualzinho ao que encontramos enlatado, ou seja, seco e sem graça.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Fast food caseiro

Com certeza você já leu em inúmeros lugares a importância de consumir as chamadas “gorduras boas” como o tal do ômega 3. Estas gorduras são responsáveis por abaixar os níveis do mau colesterol e aumentar os níveis do bom colesterol no sangue. Indispensáveis, as gorduras boas podem ser encontradas em peixes e oleaginosas, como castanhas e amêndoas.

O salmão é uma das melhores fontes naturais de ômega 3. O ideal seria apreciar este peixe delicioso ao menos 2 ou 3 vezes na semana. Mas convenhamos, chega uma hora que ninguém mais aguenta comer salmão grelhado com legumes cozidos, certo? O bom é que o salmão pode ser preparado de vários jeitos saborosos e saudáveis, é só procurar um pouquinho que achamos receitas inovadores e deliciosas.

Hambúrguer de salmão

Hambúrguer de salmão

120 g de salmão fresco
1 col. de sopa rasa de farinha de rosca
1 col. de sopa rasa de dill picado
1 talo de cebolinha picado
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Corte o filé de salmão em pedaços pequenos. Num multiprocessador, misture o peixe, a farinha, o dill e a cebolinha. Vá triturando aos poucos apenas para que a massa fique homogênea. Junte tudo e molde o hambúrguer com as mãos. Pré-aqueça uma grelha em temperatura alta e coloque o hambúrguer para grelhar. Cozinhe de 5 a 7 minutos. Cuidado para não assar demais e o peixe ficar muito seco. Sirva com salada de folhas e palitinhos integrais crocantes.

Sempre tive a curiosidade de saber qual era o gosto de um hambúrguer de salmão. E digo sem sombra de dúvidas, ficou maravilhoso. O bom de preparar hambúrgueres caseiros é que podemos adequar a quantidade de farinha e gordura utilizadas ao nosso gosto. Neste caso, como o salmão já tem bastante gordura, é totalmente desnecessário untar a grelha antes de assar.

Esta receita pode ser adequada também para preparar outros tipos de hambúrgueres caseiros. Para fazer uma versão com carne branca, basta substituir o salmão por peito de frango. Neste caso, troque o dill, tempero ótimo para combinar com peixes, por sálvia ou salsinha fresca, que fica uma delícia quando utilizadas para temperar carne de frango.

Por hoje é só.

Bon appetit!