Quando a preguiça bate na porta

Tem dias que a preguiça toma conta como nunca. Quando isso acontece, fico sem vontade de ligar até o forno, quanto mais pensar em algo elaborado ou complexo para fazer para o jantar. Para noites assim, nada melhor do que ter na geladeira alguns ovos e outros ingredientes rápidos para fazer aquela omelete esperta.

Gosto de criar recheios para omeletes na hora que vou fazê-las. O mais divertido é abrir a despensa ou a geladeira e juntar aquilo que já tenho em casa em combinações inusitadas. Nada de ter que pensar com antecedência no que vou precisar comprar para fazer minha janta. Foi assim que surgiu este prato. Aproveitei para terminar com um vidro de pimentão em conserva que tinha na geladeira e usar o resto do shitake que não tinha terminado do dia anterior. Ficou uma delícia.

Omelete de shitake e pimentão vermelho em conserva

Omelete de shitake e pimentão vermelho em conserva

1 ovo
2 claras
100 g de shitake fresco
1 col. de sopa de cebolinha picada
1 un. de pimentão vermelho em conserva
azeite, manjericão, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Quebre o ovo e derrame numa tigela. Acrescente as claras e bata levemente com um garfo até ficar homogêneo. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Pique o pimentão vermelho e o shitake e reserve.
Aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue o shitake até murchar e reserve num prato. Despeje a mistura de ovos na frigideira e mexa delicadamente para cobrir toda a superfície. Quando começar a firmar, mexa com uma espátula e acrescente o shitake refogado e o pimentão picado.
Sirva por cima de torradas e salpique com a cebolinha e o manjericão a gosto.

Chamo de omelete o que na verdade chega a ser mais um ovo mexido. O motivo: já tentei fazer aquelas omeletes lindas e perfeitamente dobradas ao meio mas sempre dá errado. Os ovos acabam quebrando quando tento virá-los e termino fazendo um grande mexidão mesmo.

No fim, seja em forma de omelete ou em forma de ovos mexidos, este prato é uma ótima opção para esses dias preguiçosos. Nada como ter um delicioso jantar na mesa em menos de 10 minutos sem muita louça para lavar no final. Depois ainda dá para curtir a preguiça vendo aquele filme gostoso e bebendo uma bela taça de vinho. Pitoresco, não?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Lanche rápido e reforçado para viagem

Depois de passar um bom tempo na lista de alimentos proibidos numa alimentação saudável, os ovos hoje são considerados altamente benéficos pois constituem uma ótima fonte de proteína para o corpo (principalmente para as pessoas que não comem carne vermelha). Alias, se você não tem graves problemas de colesterol alto nem tem histórico familiar nesse sentido, está liberado para comer um ovo por dia se quiser.

Tudo isso é ótimo, mas as vezes falta imaginação para preparar pratos gostosos à base dessa delícia. E ficar sempre no ovo mexido ou cozido enjoa rapidinho. O segredo aqui está na escolha de ingredientes saborosos e ricos em nutrientes para acompanhar uma omelete reforçada.

Sanduíche de omelete

Sanduíche de omelete

1 ovo
1 clara
75 g de espinafre picado
1/4 cebola picada
2 fatias de pão integral light
2 rodelas de tomate
2 folhas de alface rasgadas
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Numa panela antiaderente, refogue a cebola e o espinafre picados até murcharem (aproximadamente 3 minutos). Junte 1 ovo mais 1 clara numa omeleteira de microondas e mexa bem com um garfo. Acrescente o espinafre refogado à mistura, tempere com sal e pimenta a gosto e leve ao microondas por 1 minuto e meio até cozinhar completamente.
Numa das fatias de pão integral, coloque as rodelas de tomate e as folhas de alface rasgadas. Recheie o sanduíche com a omelete de espinafre e feche com a outra fatia de pão. Sirva a seguir.

Transformar a omelete em sanduíche é uma ótima forma de tornar esta janta rápida em opção para viagem. Além de facilitar o transporte da omelete, o sanduíche, quando fechado de maneira correta, pode ser guardado na geladeira por até seis horas antes de ser consumido. Super prático para quem passa muito tempo longe de casa e quer continuar comendo de maneira saudável (sem gastar muito).

Outra vantagem dessa receita é sua versatilidade. São inúmeras opções para incrementar a omelete com ingredientes saborosos e saudáveis. Vale optar por champignons, ervilhas, pimentões ou até algumas fatias de queijo branco. Além disso, se a intenção for comer o sanduíche na hora que ficar pronto, que tal tostar as fatias de pão integral e regá-las com um fio de azeite? Fica sensacional.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Leve porém reforçado

Omeletes são ótimas opções para um jantar saudável. Se feitas com uma gema e duas ou mais claras, funcionam como excelentes fontes de proteína sem ter muita gordura nem colesterol que prejudicam a saúde. Além disso, aceitam uma variedade de acompanhamentos saborosos para complementar a refeição, como sopas, saladas ou fatias de pão integral torradas.

Já compartilhei aqui com vocês uma descoberta que mudou a minha vida: a omeleteira de microondas. Agora, descobri uma receita de omelete feita no forno. Ou seja, também não é frita na frigideira e não usa quantidades absurdas de gordura (seja óleo, azeite ou manteiga) na preparação. E de novo, ficou super leve e delicioso!

Omelete de forno

Omelete de forno

1 gema
4 claras
85 g de espinafre fatiado
100 g de cogumelos frescos fatiados
1 dente de alho picado
1 col. de sopa de cebolinha picada
60 ml de leite desnatado
1 col. de sobremesa de queijo light ralado
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Numa panela antiaderente, refogue o alho, a cebolinha e os cogumelos até ficarem macios. Pingue algumas gotas de água para ajudar no processo. Sem parar de mexer, acrescente o espinafre e refogue até ficar murcho. Escorra a água que soltar dos vegetais.
Numa tigela, bata a gema e as claras com um garfo ou batedor. Adicione o leite e o queijo e misture bem. Por fim, acrescente os legumes refogados e termine de mexer delicadamente. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
Unte uma forma refratária com um fio de azeite e despeje a mistura. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura baixa (180ºC) por aproximadamente 30 minutos até dourar. Sirva em seguida.

A própria receita sugeria fazer a omelete com espinafre e cogumelos. Como adoro essa combinação, fiz do modo como estava. Entretanto, aqui o que vale mesmo é a criatividade e o gosto de cada um na hora de escolher o recheio. Outras opções interessantes seriam blanquet de peito de peru light com tomate e pimentão verde picados ou então queijo minas frescal light com abobrinha, tomate picado e orégano.

No fim, são inúmeras as combinações possíveis para rechear qualquer omelete. O legal e diferente desta receita é a maneira como ela é assada numa forma refratária no forno. A consistência ficou perfeita e acaba que fica parecendo uma espécie de torta de ovo. Além de ter ficado bonita, o que vale mesmo é o sabor. E essa omelete ficou sensacional!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Invenções que revolucionam a vida

Confesso: nunca fui muito fã de omelete. Antigamente quando comia, achava o gosto sem graça e ficava com uma sensação pesada na barriga por algum tempo. Muito tempo depois fui descobrir que o meu problema não era o ovo e sim o azeite ou óleo que era usado para untar a frigideira durante a preparação do prato. Realmente a gordura acrescentada deixa a omelete carregada e pesa no estômago de qualquer um, principalmente quando come-se à noite.

Omeleteira para microondas

Foi aí que um dia descobri uma invenção que mudou completamente minha maneira de fazer e saborear omeletes. Chama-se omeleteira para microondas. É fantástica, sem exageros! Super prática em relação à preparação, basta mexer os ovos dentro do recipiente de plástico e levá-lo ao microondas por alguns poucos minutos. E o melhor é que não precisa de óleo para preparar.

Conhecer essa invenção realmente revolucionou minha vida na cozinha. Hoje voltei a comer omeletes com alguma regularidade porque, além de ser uma ótima fonte de proteína, oferece uma opção rápida para o jantar. E serve como um ótimo acompanhamento para uma bela salada. E aqui está a melhor parte: você pode encontrar a omeleteira em qualquer supermercado maiorzinho como o Extra, Carrefour ou Zaffari. Mas também já vi para vender em alguns Pão de Açúcar. É só procurar que acha.

Com isso, a receita que vou compartilhar hoje é de um omelete super simples e rápido feito na omeleteira.

Omelete fácil de microondas

2 claras
1 gema
30 g de queijo minas frescal light cortado em cubinhos
3 fatias finas de blanquet de peito de peru light
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Bata as claras e a gema com um garfo dentro da omeleteira para microondas. Corte o queijo e pique as fatias de peito de peru light. Acrescente à mistura dos ovos, tempere com sal e pimenta a gosto e leve ao microondas em potência máxima por aproximadamente 2 minutos. Sirva em seguida.

Passo 1

Passo 2

Passo 3

Omelete com queijo minas frescal e peito de peru light

 

 

 

 

 

 

Aqui também vale a imaginação na hora de escolher os acompanhamentos do ovo no preparo da sua omelete. No caso, usei queijo e peito de peru pois era o que tinha sobrando em casa. Mas geralmente prefiro fazer o prato um pouco mais leve e saudável acrescentando vagens cozidas e cortadas em pedaços. Outra sugestão é fazer a omelete com tomate picado em cubinhos e salpicado de orégano e cebolinha. A combinação fica uma delícia.

Por hoje é só.

Bon appetit!