Receitas de família

Tem dias que não estou muito inspirada para procurar receitas novas em livros ou sites de culinária. O bom disso é que aproveito para testar meus dotes na cozinha preparando algumas delícias tradicionais de família. Lembro que passei boa parte da minha infância comendo um prato que minha mãe fazia super bem. Resolvi testar para ver se conseguia também.

O conceito é bastante simples. Ao invés de preparar panquecas da forma tradicional, enroladas e cobertas com molho de tomate, elas viram uma espécie de lasanha já que são posicionadas uma em cima da outra formando camadas que intercalam com as de carne moída. O resultado final é surpreendente e divinamente maravilhoso.

Panqueca de carne moída em camadas

Panqueca de carne moída em camadas

4 unidades de panqueca integral pré-pronta
200 g de coxão mole moído
100 g de mix de vegetais congelados
1/2 cebola média picada
2 dentes de alho picados
1 col. de sopa de extrato de tomate
60 g de queijo muçarela light ralado
sal, pimenta calabresa e azeite a gosto

Modo de preparo:
Aqueça uma panela antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e os dentes de alho picados até ficarem aromáticos e macios. Acrescente a carne moída e mexa bem para quebrar os pedaços. Tempere com sal e pimenta calabresa a gosto e refogue até começar a dourar.
Junte o mix de vegetais congelados e o extrato de tomate e misture tudo para que fique homogêneo. Deixe cozinhar em fogo médio mantendo uma leve fervura por 5 a 7 minutos até que a carne esteja pronta e o líquido evapore todo.
Para montar o prato, comece com uma camada de panqueca no fundo de uma forma refratária antiaderente untada com um fio de azeite. Arrume 1/3 da mistura de carne moída e salpique um pouco do queijo ralado por cima. Posicione a segunda camada de panqueca e continue o processo até terminar toda a carne alternando as camadas. Certifique-se de que a última camada seja a quarta unidade da panqueca.
Salpique com o rest0 do queijo ralado por cima de tudo e leve para assar em forno pré-aquecido em 230˚C por 10 a 15 minutos ou até dourar e derreter o queijo de cima da panqueca. Sirva em seguida acompanhado de uma saladinha verde.

Rende 2 porções.

Apesar da receita ser criação da minha mãe, confesso que adaptei algumas coisas para torná-la um pouco mais saudável e completa. Além de usar panquecas integrais pré-prontas, o que facilita a vida além de incluir mais fibras no prato, também acrescentei a seleta de legumes no refogado da carne moída. Com isso, o prato ganhou mais valor nutricional e ficou mais completo.

O sabor final não foi o mesmo da receita da minha mãe que lembro tanto de ter comido na infância. Mas no fim ficou tão delicioso quanto. O bom de receitas caseiras como esta é que podemos ir adaptando-as ao nosso gosto e criando coisas novas a cada geração. Nada melhor para manter tradições familiares vivas.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Um mimo mais do que especial

Dia das mães. Dia de prestigiar aquela pessoa que em muitos sentidos é a mais importante das nossas vidas. E para quem prefere não gastar muito com cestas ou presentes extravagantes tenho uma sugestão super pessoal e aconchegante para celebrar o dia. Que tal preparar você mesmo um café da manhã mais do que especial para ela?

Para começar o dia com o pé direito precisamos de uma boa dose de carboidrato para garantir bastante energia e aguentar o tranco. Outra gostosura fundamental são frutas frescas. E que tal regar tudo isso com uma pitada de mel delicioso? Esta receita junta todos esses ingredientes saborosos e faz do café da manhã uma refeição divinamente especial.

Panquecas estufadas com mirtílo

Panquecas estufadas com mirtílo

1 col. de sopa + 1 col. de chá de margarina light
40 ml de leite semidesnatado
1 ovo
1 col. de chá de essência de baunilha
2 col. de sopa + 2 col. de chá de farinha de trigo
1 col. de chá de açúcar
1 pitada de sal
1 pitada de canela em pó
50 g mitílo fresco

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno a 230˚C. Derrame 1 col. de chá da margarina numa forma antiaderente ou frigideira própria para ir ao forno. Coloque a forma no forno e deixe alguns minutos para derreter a margarina enquanto prepara o resto dos ingredientes.
Numa tigela, derreta 1 col. de sopa da margarina por alguns segundos no microondas. Junte o leite, o ovo e a essência de baunilha e misture bem. Acrescente a farinha, o açúcar, a pitada de sal e de canela em pó. Mexa até ficar homogêneo.
Retire a frigideira do forno e mexa para que a margarina unte toda a superfície. Arrume os mirtílos cortados ao meio no fundo da forma. Derrame a massa pronta por cima das frutas e leve para assar de 20 a 30 minutos ou até que uma faca inserida no meio saia limpa. Sirva regado com mel.

Rende 1 porção grande ou 2 médias.

Na receita original as panquecas eram preparadas com cerejas lindas e fresquinhas. Entretanto, como moramos no Brasil e conseguir cereja fresca só mesmo na época do natal resolvi mudar e escolhi fazer com mirtílos. Estas frutinhas azuis são deliciosas e também trazem inúmeros benefícios para nossa saúde.

Caso não consiga achar mirtílos ou outras frutinhas do tipo frescas pode substituir pela versão congelada. Neste caso, vale salpicar um pouco de farinha de trigo nelas antes de misturar à massa para que não manchem demais as panquecas enquanto forem descongelando no forno. Se bem que os mirtílos mesmo frescos acabam manchando a massa como aconteceu comigo, não é? A foto pode até não estar muito bonita, mas garanto que o sabor ficou sensacional.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Descanço entre farturas

Depois de comer tanto peixe nos últimos dias é hora de variar um pouco o cardápio e saborear coisas novas. Além disso, com certeza o almoço ontem foi farto e o de amanhã será mais ainda (afinal, páscoa = chocolate, certo?). Pensando nisso, minha sugestão para hoje é algo mais leve e simples, sem deixar de ser uma delícia.

Feriados sempre implicam maior trabalho na cozinha já que tudo fecha e tradicionalmente as famílias aproveitam para passar o tempo junto. Por isso, nada melhor do que uma receita fácil e prática para preparar hoje. Vamos deixar o trabalho dos pratos mais elaborados para o grande almoço de páscoa, combinado?

Panqueca integral de peito de peru com shitake e espinafre

Panqueca integral de peito de peru com shitake e espinafre

2 unidades de panqueca integral pré-pronta
4 fatias de peito de peru light
150 g de espinafre
100 g de shitake fresco
3 col. de sopa de molho de tomate
30 g de muçarela light ralada

Modo de preparo:
Pique o espinafre e o shitake em pedaços pequenos e refogue numa panela antiaderente com alguns pingos de água. Mexa bem até murchar (aproximadamente 3 minutos). Escorra o excesso de água que sair dos vegetais e reserve.
Abra as panquecas num prato para ajudar na montagem. Coloque duas fatias de peito de peru e por cima despeje metade da mistura de espinafre com shitake. Enrole e coloque com o feixe para baixo numa forma refratária antiaderente. Repita com a segunda panqueca.
Despeje o molho de tomate por cima das panquecas e salpique com a muçarela ralada. Leve para assar em forno médio (200˚C) por 10 minutos ou até o queijo derreter. Sirva com salada verde.

Seguindo a mesma linha da outra receita de panqueca que publiquei algumas semanas atrás, esta receita mostra como é possível, com um pouco de imaginação, criar diversos sabores deliciosos para aproveitar a praticidade desta massa pré-pronta. Alias, podemos inclusive preparar vários sabores de uma vez só e aproveitar a variedade para provar um de cada.

Gosto de receitas fáceis e rápidas de fazer para noites corridas durante a semana. Mas um dia como hoje no meio de dois que já são tradicionalmente recheados de muita comida gostosa, nada melhor do que algo mais leve para segurar as pontas e não deixar que tudo vá por água abaixo.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A facilidade dos pré-prontos

Estou sempre a procura de produtos e ingredientes novos e divertidos para testar. Não que não goste de fazer tudo caseiro, mas às vezes encontrar algo já pronto facilita e muito a vida na cozinha. Sem contar que diminui o tempo de preparo dos pratos e reduz a quantidade de louça para lavar no final.

Desde que vi panquecas integrais pré-prontas no supermercado pela primeira vez quis comprar para experimentar. Elas vem num pacote com dez unidades e ficam junto das outras massas frescas na parte refrigerada do mercado. A maior vantagem é a facilidade de comprá-las já prontas. Até porque fazer panqueca é super complicado e você quase sempre acaba jogando metade da massa fora pelas que saem erradas. Um saco.

Panqueca integral de peito de peru com minas frescal

Panqueca integral de peito de peru com minas frescal

4 unidades de panqueca integral pré-pronta
100 g de peito de peru light fatiado
200 g de queijo minas frescal
6 col. de sopa de molho de tomate

Modo de preparo:
Coloque uma unidade de panqueca num prato. Arrume 1/4 das fatias de peito de peru e 1/4 do queijo. Enrole e posicione dentro de uma forma refratária antiaderente. Repita o procedimento com as demais panquecas até acabarem os ingredientes. Reserve um punhado do queijo para salpicar por cima das panquecas enroladas.
Derrame o molho de tomate por cima das panquecas na forma refratária e salpique o queijo reservado por cima. Leve para assar em forno médio (200˚C) de 10 a 15 minutos. Sirva a seguir.

Rende 2 porções.

Como as panquecas já vem pré-prontas não há necessidade de cozinhar por muito tempo dentro do forno. Com isso, o tempo indicado é apenas aquele suficiente para aquecer todo o recheio por completo. O único cuidado que sugiro é não colocar recheio demais e enrolar as panquecas delicadamente pois elas quebram com facilidade.

A maior vantagem destas panquecas é a praticidade e a variedade de recheios possíveis. Deixe sua imaginação voar e prepare uma com seus ingredientes preferidos. Mas espere um dia que tenha várias pessoas para jantar pois depois de abertas elas precisam ser consumidas em até 3 dias. É a única desvantagem para quem mora sozinho. Se não quiser comer panquecas a semana inteira, metade vai acabar indo no lixo.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Uma luz ao término do final de semana

Domingo à noite é sempre assim, momento depressão porque acabou o fim de semana. Mas querendo é sempre possível encontrar algo para nos deixar feliz, mesmo amanhã sendo segunda-feira. Que tal começar a semana com um delicioso café da manhã com direito a uma refeição nutritiva, saudável e docinha?

É verdade que para preparar a sugestão de hoje é necessário instrumentos especiais. Uma das desvantagens de querer fazer um waffle tipicamente americano é ter que ter em casa o forno especial para tal função. Entretanto, aqui vai uma dica muitas vezes desconhecida. Mesmo você não tendo um forno de waffle, a mesma receita serve para fazer panquecas na frigideira. E convenhamos, o gosto é uma delícia. Importa em qual formato vem?

Waffles de iogurte

Waffles de iogurte

1 ovo
1 1/2 pote de iogurte natural desnatado
3 col. de sopa rasas de margarina
150 g de farinha integral
1 1/2 col. de sopa de açúcar mascavo
1 col. de café de bicarbonato de sódio
1 col. de chá de essência de baunilha

Modo de preparo:
Bata a clara em neve e reserve. Numa tigela, junte a gema, a margarina, o iogurte e a essência de baunilha. Mexa bem até ficar homogêneo. Aos poucos, acrescente a farinha, o açúcar e o bicarbonato. Misture delicadamente só até incorporar tudo. Por fim, junte a clara em neve e mexa com cuidado até ficar homogêneo.
Aqueça o forno próprio para fazer waffle e derrame metade da massa. Asse de acordo com as instruções do forno até ficar crocante e tostado. Repita com o restante da mistura. A receita rende 6 unidades. Mesmo que não vá comer todos na hora, prepare a receita inteira e congele as unidades não consumidas. Quando for comer, apenas asse novamente numa torradeira convencional.

Já comi vários waffles comprados pré-prontos congelados. Achei esta receita infinitamente superior. O triste é que só consegui comê-lo pois estava na casa da minha mãe neste final de semana. Entretanto, pretendo testar a receita fazendo panquecas na frigideira quando voltar para minha casa.

De modo geral, para preparar panquecas com receitas tipo essa a medida é de 3 a 4 col. de sopa de massa para cada panqueca. Em uma frigideira antiaderente, é só derramar a quantidade certa da mistura e espalhar pela panela virando-a pelo cabo com a mão. Quando estiver começando a dourar na parte de baixo, vira-se com o auxílio de uma espátula. Ao todo são menos de cinco minutos de espera antes de saborear um café da manhã delicioso. Melhor impossível.

Por hoje é só.

Bon appetit!