Divinamente molhadinho

Sempre que possível gosto de experimentar com ingredientes novos. Tenho uma tendência de comer sempre a mesma coisa quando gosto muito de algo. Para evitar que isso aconteça, procuro me forçar a trocar os ingredientes dos meus cardápios pelo menos semanalmente.

Muito por esse motivo, faz tempo que não como salmão, ou pelo menos não preparo salmão em casa. Amo salmão. Se pudesse comia todos os dias. Mas para dar uma variada (mais do que necessária) desta vez resolvi escolher uma receita com outro tipo de peixe. Escolhi o robalo, peixe branco, divinamente saboroso e fresquinho como nunca.

Robalo ao molho de tomate com alcaparras e champignon

Robalo ao molho de tomate com alcaparras e champignon

1 kg de filé de robalo fresco
200 g de cogumelo paris fresco
400 g de aspargo fresco
1 vidro de alcaparras em conserva
1 lata de tomates pelados
4 dentes de alho amassados
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Corte o filé de robalo em cubos médios. Tempere com sal e pimenta a gosto e reserve. Numa panela funda, junte os cogumelos e os aspargos bem lavados. Acrescente o alho amassado e a lata de tomates pelados.
Deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 5 a 7 minutos em fogo baixo mantendo uma leve fervura. Coloque as alcaparras o os cubos de robalo e mexa bem. Cozinhe por mais 3 a 5 minutos ou até que o peixe fique no ponto. Sirva com couscous marroquino ou arroz selvagem.

Rende de 4 a 6 porções.

Esta receita não preparei apenas para mim, por isso a quantidade de porções é maior. Entretanto, ela pode muito bem ser adaptada para servir apenas uma pessoa. Nesse caso, diminua a quantidade de robalo para uma posta média de filé e use apenas metade ou um terço dos demais ingredientes.

Super fácil de fazer, esta receita não deixa de ser quase que um ensopado de peixe já que ele cozinha dentro da panela no caldo formado pelos tomates. Muito por isso, o prato é bastante molhado e combina bem com algo como couscous marroquino que funciona como esponja para sugar o molho delicioso. Nada melhor do que uma receita diferente e simples como essa para saborear no dia a dia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Batalhando mais uma semana

Começa mais uma semana e com ela vem a necessidade de ir à luta novamente. Dia após dia batalhamos na vida para concretizar nossos objetivos. O bom é que enfrentando e superando os obstáculos conseguimos crescer um pouco mais a cada vitória. Entretanto, por mais que mantenhamos uma perspectiva otimista, tem dias que tudo parece uma grande guerra onde vence apenas o mais forte.

Para que, então, complicar o resto se podemos simplificar? Inspirada nesse clima de batalha resolvi preparar para meu almoço um clássico da culinária italiana chamado “Frango cacciatore“, ou “Frango do caçador”. O nome pode ser sofisticado, mas o prato é tão simples que ajuda a aliviar um pouco as tensões do dia.

Frango cacciatore

Frango cacciatore

1 peito de frango médio
1/2 cebola pequena
1/2 pimentão verde médio
100 g de cogumelo paris em conserva
1/2 lata de tomate pelado
2 col. de sopa de molho de tomate
sal, pimenta, orégano e salsinha a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal e pimenta a gosto e corte em pedaços pequenos. Aqueça uma panela antiaderente e refogue o frango com um fio de azeite por alguns minutos até começar a ficar branco.
Corte a cebola e o pimentão em pedaços médios. Acrescente o tomate pelado, a cebola, o pimentão e o cogumelo à panela e deixe levantar fervura. Abaixe o fogo e cozinhe mexendo de vez em quando por 10 minutos até que o frango fique pronto. Adicione o molho de tomate, salpique orégano e salsinha a gosto, mexa bem e sirva com arroz integral.

Apesar de simples e super fácil de fazer, este prato tem um sabor espetacular. Além disso, sua aparência é bastante curiosa já que não faz a menor questão de esconder sua origem. Convenhamos, a combinação do verde, vermelho e branco da bandeira italiano ficam lindos no frango, não é mesmo?

Não deixe o fato de hoje ser segunda deixá-lo para baixo pensando nas dificuldades da semana que começa. Aproveite para trazer um pouco de diversão e prazer ao dia preparando uma receita gostosa, aconchegante e super fácil de fazer. Dessa forma conseguimos relaxar e os problemas do dia a dia acabam esquecidos ou amenizados.

Por hoje é só.

Bon appetit!