O delicioso sabor da lembrança

Confesso: tem dias que morro de saudades dos anos que passei morando nos Estados Unidos. E sim, tenho saudades especialmente da comida que comia lá. Mas peraí, americano não come só fast food? Claro que não! Isso é uma visão deturpada que tenho tentado mudar desde que voltei para o Brasil.

Alias, existem diversos pratos tipicamente norte-americanos que são deliciosos e certamente não se assemelham em nada com os sanduíches das lanchonetes que vemos por aí. Com grande influência anglo-saxônica, a culinária dos Estados Unidos reúne também inúmeras características dos diversos povos que fizeram do país o que ele é hoje.

“Torta” de frango express (chicken pot pie)

“Torta” de frango express – (Chicken Pot Pie)

1 unidade de massa folhada para pastel de forno (30 g)
1 peito de frango cortado em cubos
150 ml de caldo de frango
1 folha de louro
100 g de batata cortada em cubos
100 g mix de vegetais congelados (com ervilha, vagem e cenoura)
1 col. de sopa cheia de farinha de trigo
30 ml de caldo de frango
azeite, sal, pimenta, tomilho e sálvia a gosto

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno em temperatura alta (220˚C). Arrume a massa folhada numa travessa antiaderente untada com um fio de azeite. Corte a massa em quatro tiras médias e leve para assar até dourarem (aproximadamente 10 minutos).
Enquanto isso, aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue os pedaços de frango até dourarem bem. Reserve.
Numa panela grande, ferva 150 ml de caldo de frango junto com a folha de louro. Acrescente a batata e cozinhe por 10 minutos até que fique macia. Junte o mix de vegetais congelados e deixe cozinhar por mais 2 minutos.
Numa tigela, misture a farinha com mais 30 ml de caldo de frango até que fique homogêneo e sem bolinhas. Derrame a mistura na panela e acrescente os cubos de frango dourados. Mexa bem e cozinhe até engrossar (de 2 a 3 minutos). Tempere com sal, pimenta, tomilho e sálvia a gosto. Sirva acompanhado das tiras de massa folhada.

Uma das preparações mais clássicas norte-americanas são as tortas, sejam elas doces ou salgadas. Esta que compartilho com vocês hoje é uma das mais apreciadas e é considerada uma verdadeira “confort food”. Ou seja, aquela comidinha super caseira que sua mãe prepara para você quando está doente e de cama.

A versão tradicional inclui uma crosta completa de massa podre normal para tortas. Entretanto, a versão que achei e testei em casa dá uma certa leveza ao prato fazendo dele um pouco mais saudável e com certeza mais rápido e fácil de preparar. No fim, o sabor é aquele que me acostumei a comer quando morava lá. Absolutamente deliciosa, esta torta cai muito bem numa noite friazinha de inverno.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A importância da variedade

Com a semana santa batendo à porta chega a hora de tirar o pó de todas as receitas que temos guardadas de peixes suculentos e deliciosos. Entretanto, comer uma coisa só tanto tempo seguido pode enjoar. O bom é garantir uma variedade nos ingredientes das preparações que antecedem o festival de frutos do mar que está por vir.

Pensando nisso, nada melhor do que aproveitar esta quinta-feira pré sexta-feira santa para saborear um belo medalhão de filé mignon. Esta receita não tem nada de muito elaborado, criei num momento de extrema correria no qual tinha pouquíssimos ingredientes em casa. Mas ela ficou tão saborosa que tinha que compartilhar.

Filé mignon aromático

Filé mignon aromático

1 medalhão de filé mignon médio
1 dente de alho amassado
1 col. de chá de tomilho
1 col. de chá de sálvia
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Tempere o filé com sal e pimenta a gosto. Amasse o dente de alho e misture com o tomilho e a sálvia. Cubra toda a carne com essa misture e leve para assar numa forma refratária anti-aderente em forno pré-aquecido a 200˚C. Asse em forno médio-baixo por 20 minutos para que cozinhe por completo e lentamente. Assim a carne não ficará ressecada e permanecerá suculenta e levemente rosada por dentro. Sirva acompanhado de vegetais no vapor.

O bom desta receita é que não requer nenhuma sofisticação nem muito tempo de esforço para deixá-la saborosa. Nada melhor do que tirar este dia para preparar algo simples e guardar as energias para o grande e agitado final de semana que vem por aí.

Caso você não goste muito do sabor impactante de ervas como tomilho e sálvia secas, pode deixá-las apenas durante o tempo de preparo da carne e retirá-las na hora de comer. Deixando-as durante os 20 minutos que a carne está assando já é suficiente para dar um sabor deliciosamente suave ao filé mignon.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A praticidade como aliada

Sempre dou preferência para comidas e produtos naturais e frescos. Acredito que é sempre melhor e recomendável escolher frutas e verduras frescas para incluir nas refeições e evitar sempre que possível comprar enlatados e congelados. Assim, nos certificamos de que nossa comida é preparada com carinho e da maneira mais saudável possível.

Entretanto, nem sempre a praticidade é inimiga da boa saúde. Alias, quando não temos tempo de preparar uma refeição completa do zero é melhor apelar para alguns enlatados mais saudáveis do que acabar comendo qualquer coisa na rua. Assim não deixamos de investir em ingredientes de qualidade e preparados da nossa maneira.

Salada de lentilha com salmão enlatado

Salada de lentilha com salmão enlatado

1 lata de filé de salmão
1/2 pote de lentilha em conserva
1/2 pepino pequeno
1/2 pimentão vermelho pequeno
suco de 1/2 limão siciliano
1 col. de sobremesa de azeite
1 col. de sobremesa de mostarda
sal, pimenta e dill fresco a gosto

Modo de preparo:
Escorra a lentilha e deixe cair água por cima por alguns minutos para retirar o excesso de sal. Corte o pepino e o pimentão vermelho em cubos pequenos e misture com a lentilha em uma tigela. Acrescente o filé de salmão enlatado e desfie em pedaços pequenos com um garfo. Misture bem todos os ingredientes.
Em outra tigela menor, junte o suco do limão, o azeite e a mostarda. Mexa até ficar homogêneo e regue por cima da salada. Tempere com sal, pimenta e dill fresco a gosto. Sirva a seguir com mix de folhas verdes e torradinhas integrais.

Desde a primeira vez que vi filé de salmão enlatado no supermercado fiquei com vontade de comprar para provar. Achava que poderia ser um substituto do atum ou sardinha enlatados e estava certíssima. Alias, o salmão enlatado é delicioso e não deixa de ser uma mão na roda quando o tempo é curto e a fome aperta.

Esta salada ficou absolutamente divina e o gostinho do tempero de limão misturado com a mostarda deixou um sabor fantástico. Super prática e simples, ela fica pronta em menos de 10 minutos – é só o tempo de cortar as verduras e misturar tudo numa tigela. Não deixa de ser perfeito para quem quer um almoço saudável e rápido para preparar de manhã na correria de sair para o trabalho.

Por hoje é só.

Bon appetit!