Criações diferentes

A receita de hoje surgiu de duas curiosidades e vontades minhas. A primeira era que sempre quis provar tomates cereja amarelos. Já tinha visto eles sendo usado em receitas de programas de culinária estrangeiros mas nunca tinha encontrado para vender aqui. Quando achei, tive que inventar qualquer coisa para poder usá-los.

A segunda foi uma latinha de salmão em conserva com molho oriental que descobri dia desses no supermercado. Já havia experimentado esses filés de salmão enlatados novos que surgiram e achado deliciosos. Quando vi que agora tinha uns na versão com molho oriental tive que provar. E só digo uma coisa: eles são fantásticos! Ainda mais nesta minha receita mistureba que criei para homenageá-los.

Salada de lentilha com salmão oriental e pepino crocante

Salada de lentilha com salmão oriental e pepino crocante

Mix de folhas verdes
1 latinha de salmão ao molho oriental
1/2 caixa de lentilha em conserva
125 g de beterraba cozida no vapor
100 g de tomate cereja bicolor
100 g de pepino
5 ml de azeite
5 ml de vinagre balsâmico

Modo de preparo:
Arrume o mix de folhas verdes para fazer a base de um prato grande. No centro, comece arrumando a beterraba cozida e cortada em cubinhos. Depois coloque o pepino cortado por cima e em volta da beterraba.
Posicione os tomates cereja vermelhos e amarelos ao redor do prato. Coloque a lentilha já escorrida e lavada no centro e arrume os filés de salmão de maneira decorativa por cima de tudo. Tempere com o azeite e o vinagre balsâmico. Saboreie com torradinhas integrais crocantes.

Apesar de levar quase exclusivamente ingredientes em conserva ou enlatados, esta salada não deixa de ser absolutamente saudável e deliciosa. Unindo ingredientes pré-prontos que agilizam a vida de qualquer um na cozinha é possível comer bem e com prazer sem ter que se preocupar muito em preparar refeições muito elaboradas.

Achei fantástica a combinação das lentilhas com o salmão oriental. Os sabores se complementaram muito bem e receberam a neutralidade suave da beterraba e do pepino crocante. Minha curiosidade em experimentar tomates cereja amarelos também não ficou decepcionada. Apesar de bastante parecidos com os vermelhos, esses pequeninos amarelos têm um quê de diferente que só provando para entender bem.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Leve e saudável

Tudo bem que o frio do inverno parece já ter ido embora. Mas nada impede de tomar uma sopinha deliciosa e investir num jantar mais leve de vez em quando. Melhor ainda se a sopa for super fácil de fazer e demorar quase nada para ficar pronta. O segredo é comprar ingredientes já pré-prontos como a beterraba cozida no vapor e embalada à vácuo deste caso.

O que me encantou nesta sopa, também, foi a cor vibrante do resultado final. Alias, várias sopas assim acabam com uma cor linda. É o caso desta outra de mandioquinha que publiquei alguns dias atrás aqui no blog. Sem contar com o contraste lindo do caldo verde que também compartilhei com vocês.

Sopa de beterraba

Sopa de beterraba

300 g de beterraba cozida
50 g de cebola picada
1 dente de alho amassado
240 ml de caldo de legumes
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Junte a beterraba cozida cortada em cubos pequenos com a cebola picada e o dente de alho amassado no liquidificador. Acrescente caldo de legumes aos poucos a gosto e vá batendo até atingir a consistência cremosa de sopa desejada.
Leve a mistura à panela e tempere com sal e pimenta a gosto. Ligue o fogo e deixe ferver. Cozinhe por 5 a 10 minutos até ficar bem quente, mexendo de vez em quando. Sirva com uma salada verde e torradinhas integrais.

Neste caso optei por fazer uma sopa totalmente vegetariana e investir numa refeição sem carne. Para quem quiser colocar uma proteína no jantar pode acrescentar à sopa um peito de frango cozido e desfiado na hora que for esquentá-la na panela. Outra opção seria juntar uma latinha de sardinha ou atum na salada que acompanha a sopa.

Adoro saborear uma bela sopa como opção rápida e leve para o jantar. Uma vantagem das sopas é que elas podem ser feita com bastante antecedência e aquecidas rapidamente apenas na hora de comer. Para quem não tiver muito tempo, vale preparar várias porções e congelar cada uma separadamente, facilita, e muito, a vida.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Incrementando o básico

São inúmeras as pesquisas que mostram os benefícios para a saúde de incluir a soja na alimentação diária. Além de ser uma ótima fonte de fibras e antioxidantes, a soja também contem altos níveis de proteína o que faz dela uma excelente inclusão diária na alimentação dos vegetarianos.

Comecei a apaixonar-me pela soja apenas recentemente. Depois que descobri também o edamame, a soja verde tipicamente consumida na gastronomia japonesa, vi o quanto esta leguminosa pode ser super saborosa. Há quem prefira consumir a soja quente como substituta do feijão na combinação clássica com o arroz. Eu particularmente prefiro ela assim: numa deliciosa salada.

Salada colorida de duas sojas

Salada colorida de duas sojas

mix de folhas verdes
50 g de edamame congelado
80 g de soja em conserva
50 g de cogumelo paris fatiado
50 g de tomate cereja
azeite a gosto

Modo de preparo:
Ferva 300 ml de água e escalde o edamame congelado por 2 minutos. Passe por água corrente e deixe escorrendo. Retire a soja cozida em conserva e deixe cair água corrente por cima para lavá-la e retirar bem o excesso de sal.
Na hora de montar a salada, arrume o mix de folhas verdes num prato a gosto. Por cima, coloque o edamame escorrido e a soja em conserva lavada. Decore com o tomatinho cereja e os cogumelos fatiados. Regue com azeite a gosto e sirva a seguir.

Apesar de todos sabermos a importância de incluir folhas verdes e salada crua na nossa alimentação diária, muitas pessoas tem preguiça de começar seu almoço ou jantar com uma singela saladinha. O problema é que eles pensam que saladinha precisa ser só alface e tomate.

Eu adoro começar minhas refeições com uma bela salada. Mas eu também faço questão de deixá-las deliciosas e fujo sempre da simplicidade da alface americana com o tomate em rodelas. Quando consigo incluir feijões na salada penso que ficam mais deliciosas ainda. Aproveite esta e outras dicas de saladas deliciosas que já publiquei aqui e monte você também sua próxima “singela saladinha”.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Começando de leve

Hoje é um dia muito especial: meu aniversário! Sim, sou daquelas pessoas que AMA comemorar o aniversário, ADORA receber presentes e ser paparicada. Afinal, é só um dia no ano, não é mesmo? Nada melhor do que juntar as pessoas amadas nesses dias e fazer uma grande festa com bastante comida e bebida boa.

E para comemorar com vocês começo o dia com um docinho bem light e saudável para ir esquentando o clima. Sim, porque para quem vai “chutar o pau da barraca”, como diz minha mãe, na festa de hoje à noite, tem que começar de leve para não correr o risco de despirocar total.

Musse de iogurte de chocolate

Musse de iogurte de chocolate

1 pote de iogurte natural desnatado
1 col. de sopa de cacau em pó
1 col. de sopa de mel

Modo de preparo:
Despeje o iogurte natural numa tigela. Acrescente o cacau em pó e o mel e mexa bem para que fique tudo completamente homogêneo. Se quiser, acrescente framboesas ou mirtílos por cima da musse para decorar. Fica uma delícia!

A receita é absurdamente simples e funciona super bem como uma sobremesa leve depois do almoço ou mesmo como um lanchinho esperto no meio da tarde. Seja como for que você escolha saborear esta receita, a quantidade de mel acrescentada fica ao critério de cada um. Se preferir mais docinho, pode colocar mais.

O mesmo vale para o cacau em pó. Como gosto bastante do sabor intenso do cacau puro, ou seja, sem ser adoçado, optei por fazer essa combinação de quantidades. Assim, obtive um adocicado leve do mel mas o sabor que sobressaiu foi do delicioso cacau em pó de primeira qualidade. Ficou absolutamente divino!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Buscando sabores novos

Quando pensamos em saladas muitas pessoas pensam em coisas sem graça, só com alface e tomate, certo? Entretanto, o mundo das saladas é incrivelmente diverso e pode trazer uma combinação de ingredientes inusitados e deliciosos. Adoro fazer saladinhas para acompanhar um sanduíche natural quando janto na faculdade. Por isso, estou sempre procurando receitas novas e interessantes.

Já compartilhei várias dicas super saborosas aqui no blog. A de beterraba com espinafre e feijão branco é uma das minhas preferidas, mas tem também opções mais simples como a de grão de bico ou a de soja. E para deixar sua salada ainda mais gostosa, tenho também algumas sugestões de molhos deliciosos.

Salada de escarola, milho e feijão branco

Salada de escarola, milho e feijão branco

10 folhas de escarola
100 g de vagem
50 g de milho
125 g de feijão branco em conserva
azeite, vinagre de vinho branco, salsinha e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Abra a lata de feijão branco em conserva e escorra o líquido que vem dentro. Lave bem o feijão em água corrente para tirar o excesso de sal. Reserve numa tigela.
Cozinhe a vagem em água fervente por 2 ou 3 minutos até ficar al dente. Escorra e transfira para um banho de água fria com gelo para parar o cozimento e ficar crocante. Junte o milho e a vagem na tigela com o feijão branco reservado. Mexa bem para misturar tudo.
Aqueça uma frigideira antiaderente e regue com um fio de azeite. Corte as folhas de escarola em tiras e leve à frigideira para refogar. Mexa por alguns minutos até murchar bem. Acrescente a escarola refogada aos outros ingredientes e tempere com azeite, vinagre, salsinha e pimenta do reino a gosto. Sirva de acompanhamento no seu jantar.

Como esta receita inclui refogar as folhas de escarola o legal é comê-la assim que ficar pronta para poder saborear tudo com uma temperatura levemente aquecida. Entretanto, nada impede que você prepare esta salada para levar de almoço ou jantar no seu trabalho. Nesse caso, não esqueça de deixar esfriar completamente antes de tampar o pote para não criar gotinhas de umidade.

Adorei esta nova salada que encontrei. A combinação suave das folhas de escarola refogadas casou perfeitamente com o leve sabor adocicado do feijão branco e do milho. Além disse, a vagem crocante deu mais uma dimensão de textura ao produto final.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Delícias naturais e caseiras

Domingo é dia de se divertir e aproveitar a folga da semana corrida para saborear as delícias do mundo dos doces. Adoro fazer sobremesas. Alias, foi seguindo a minha mãe na cozinha e ajudando-a a preparar doces elaborados para festas de família que começou minha paixão pela comida e pela gastronomia. Fazer sobremesas sempre foi a coisa mais natural para mim.

Mas confesso que depois que descobri o vasto mundo da culinária percebi que fazer pratos salgados pode ser muito mais fácil, pelo menos na parte do “pós” cozinha. Leia-se: a hora de lavar a louça! Nunca vi receita para sujar tanta coisa do que um bolo ou sobremesa mais elaborada. Por isso (sim, confesso, sou bem preguiçosa na hora de lavar a louça), tem dias que invisto em algo bem mais simples mas nem por isso menos saboroso.

Iogurte natural com aveia e framboesa

Iogurte natural com aveia e framboesa

1 pote de iogurte natural desnatado
2 col. de sopa cheias de aveia em flocos
50 g de framboesa fresca

Modo de preparo:
Derrame o iogurte numa tigela pequena. Salpique a aveia por cima e decore com as framboesas. Saboreie com prazer.

Ok, esta dica não chega a ser uma “receita”, qualquer pessoa já deve ter preparado um lanchinho como este para saciar a fome que aparece no meio da manhã ou da tarde. Mas nem por isso acho menos válido compartilhar minhas invenções com vocês.

O doce natural das framboesas é perfeito para complementar o ácido do iogurte desnatado e a combinação dos dois com a aveia em flocos transforma-se num lanche completo, natural e saudável. Se você prefere algo mais docinho, aproveite para regar com 1 ou 2 col. de sopa de mel. Pode não ser uma sobremesa muito elaborada mas sacia todos os meus desejos doces nas tardes solitárias de domingo.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A praticidade como aliada

Sempre dou preferência para comidas e produtos naturais e frescos. Acredito que é sempre melhor e recomendável escolher frutas e verduras frescas para incluir nas refeições e evitar sempre que possível comprar enlatados e congelados. Assim, nos certificamos de que nossa comida é preparada com carinho e da maneira mais saudável possível.

Entretanto, nem sempre a praticidade é inimiga da boa saúde. Alias, quando não temos tempo de preparar uma refeição completa do zero é melhor apelar para alguns enlatados mais saudáveis do que acabar comendo qualquer coisa na rua. Assim não deixamos de investir em ingredientes de qualidade e preparados da nossa maneira.

Salada de lentilha com salmão enlatado

Salada de lentilha com salmão enlatado

1 lata de filé de salmão
1/2 pote de lentilha em conserva
1/2 pepino pequeno
1/2 pimentão vermelho pequeno
suco de 1/2 limão siciliano
1 col. de sobremesa de azeite
1 col. de sobremesa de mostarda
sal, pimenta e dill fresco a gosto

Modo de preparo:
Escorra a lentilha e deixe cair água por cima por alguns minutos para retirar o excesso de sal. Corte o pepino e o pimentão vermelho em cubos pequenos e misture com a lentilha em uma tigela. Acrescente o filé de salmão enlatado e desfie em pedaços pequenos com um garfo. Misture bem todos os ingredientes.
Em outra tigela menor, junte o suco do limão, o azeite e a mostarda. Mexa até ficar homogêneo e regue por cima da salada. Tempere com sal, pimenta e dill fresco a gosto. Sirva a seguir com mix de folhas verdes e torradinhas integrais.

Desde a primeira vez que vi filé de salmão enlatado no supermercado fiquei com vontade de comprar para provar. Achava que poderia ser um substituto do atum ou sardinha enlatados e estava certíssima. Alias, o salmão enlatado é delicioso e não deixa de ser uma mão na roda quando o tempo é curto e a fome aperta.

Esta salada ficou absolutamente divina e o gostinho do tempero de limão misturado com a mostarda deixou um sabor fantástico. Super prática e simples, ela fica pronta em menos de 10 minutos – é só o tempo de cortar as verduras e misturar tudo numa tigela. Não deixa de ser perfeito para quem quer um almoço saudável e rápido para preparar de manhã na correria de sair para o trabalho.

Por hoje é só.

Bon appetit!