Intensidade aditivada

Essa é para os amantes da pimenta. Quem aprecia o ardor picante desta especiaria tão disputada desde os primórdios da civilização comprova, qualquer receita fica mais intensa com uma pitadinha da malagueta. Mas é preciso ter cautela, quem não está acostumado pode se assustar, então é melhor ir aos poucos.

São inúmeras as qualidades de pimenta que existem no mundo. Algumas são especiais e específicas de determinados lugares geográficos. Com isso, certos pratos de culinárias consagradas incluem essas pimentas como ingrediente indispensável e característico de suas receitas. Mas no fundo a intenção é sempre a mesma: deixar o sabor absolutamente divino.

Tilápia ao chili com limão e aspargos

Tilápia ao chili com limão e aspargos

1 filé de tilápia
1 limão siciliano
200 g de aspargo
1 col. de sobremesa de azeite
1/2 col. de sobremesa de chili em pó
1/2 col. de café de alho em pó
sal a gosto

Modo de preparo:
Ferva 300 ml de água numa panela e cozinhe os aspargos de 4 a 6 minutos até ficarem macios mas ainda crocantes. Descarte a água e reserve os legumes.
Num prato, misture a pimenta chili, o alho em pó e o sal. Besunte o filé de tilápia com esta mistura de forma que fique completamente coberto.
Unte uma forma refratária antiaderente com um fio de azeite. Coloque o filé de tilápia e os aspargos e regue o limão por cima. Leve ao forno pré-aquecido a 200˚C de 12 a 15 minutos ou até o peixe estar cozido. Sirva a seguir.

Confesso que até eu me assustei com este prato. Na primeira garfada viajei pra outro universo e voltei. Depois de me recuperar, prestei mais atenção aos sabores que estava degustando e fiquei encantada. Nunca pensei que fosse possível uma coisa tão simples como pimenta malagueta em pó fazer um simples filé de peixe ficar tão delicioso.

O bom desta receita é que o azedinho do limão siciliano traz uma refrescante quebra aos ardor impactante da pimenta. Além disso, tudo é balanceado com a neutralidade dos aspargos. No fim, a receita é uma combinação maravilhosa de intenso sabores e sensações. Vale preparar para uma noite especial com alguém importante para você.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Saúde deliciosa

Saladas são ótimas para qualquer ocasião. Seja como entrada do almoço ou refeição completa no jantar, quando bem preparadas, elas conseguem juntar vitaminas, mineiras, fibras, proteínas e carboidratos tudo num só prato. Isso sem contar que contribuem para mantermos uma alimentação sempre saudável.

Com um pouco de imaginação conseguimos elaborar saladas super saborosas e diferentes. Na receita de hoje usei um ingrediente especial: iogurte natural ao estilo grego. Nova onda que está pegando em alguns países, este iogurte é mais concentrado do que o normal e tem uma consistência mais grossa e cremosa (parecida com a de coalhada).

Como ainda não encontrei iogurte grego para vender aqui no Brasil (quando estive nos Estados Unidos vi que já virou moda geral por lá), uso um truque super simples. É só passar iogurte natural desnatado numa peneira. Apesar de ser extremamente fácil, o processo demora um pouquinho. Por isso, o bom é preparar com alguma antecedência.

Salada de macarrão grega

Salada de macarrão grega

82 g de grão de bico cozido
40 g de penne integral
1 pote de iogurte natural desnatado ao estilo grego
suco de 1/2 limão siciliano
1 col. de sobremesa de azeite
1 col. de chá de orégano
1/2 pepino médio
6 tomates cereja
1 col. de sopa de azeitonas pretas fatiadas
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Para preparar o iogurte no estilo grego, pegue uma peneira pequena e cubra com um filtro de coar café. Despeje o iogurte dentro do coador e deixe escorrer a água que soltar dentro de um copo. Cubra com papel filme e deixe na geladeira de 4 à 6 horas. Quanto mais tempo ficar escorrendo, mas cremoso e concentrado ficará.
Cozinhe o macarrão de acordo com as instruções da embalagem. Coe e deixe esfriar completamente. Reserve.
Numa tigela, misture o iogurte concentrado, o azeite, o suco do limão, e o orégano. Prove o sal e corrija a gosto. Corte os tomates ao meio e o pepino em pedaços pequenos. Em outra tigela, junte os tomates, o pepino, as azeitonas, o macarrão cozido em temperatura ambiente e o grão de bico. Acrescente o molho e mexa delicadamente até que a salada fique totalmente coberta. Salpique pimenta-do-reino a gosto e sirva fria acompanhada de folhas verdes e torradinhas integrais.

Adoro saladas completas como esta. O mais prático é que como ela é fria posso prepará-la com antecedência e deixá-la na geladeira para levar e comer no trabalho ou na faculdade.

Quando descobri esta maneira de preparar iogurte grego me encantei. Como ele é mais consistente e cremoso serve perfeitamente para substituir maionese ou creme de leite em praticamente qualquer receita. Isso sem contar que saboreá-lo puro ou com frutas, mel e granola como lanche ou café da manhã também fica uma delícia. Simplesmente amei conhecer mais esta novidade.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Suculento na medida certa

Tenho um carinho especial por esta receita. O motivo? Por mais que sempre tenha feito doces e sobremesas desde minha infância, este foi o primeiro prato salgado de carne ou frango que preparei eu mesma quando fui morar sozinha. Não deixa de ser um avanço. E para deixar tudo mais especial ainda, o sabor deste frango em especial é absolutamente incrível.

Para quem estiver começando a se aventurar na cozinha, esta é uma ótima opção pois é super fácil de fazer e não tem muito como errar. Além disso, serve tanto para um almoço qualquer ou até para fazer num jantar mais chique. Você impressiona seus convidados com um prato sofisticado e super saboroso sem precisar contar que foi super fácil de fazer. Quer coisa melhor?

Frango ao limão e mostarda

Frango ao limão e mostarda

200 g de filé de peito de frango
suco de 1 limão siciliano
suco de 2 limões tahiti
3 col. de sopa de mostarda
pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Corte o peito de frango em pedaços médios (aprox. 2/3 centímetros cada um) e tempere com pimenta-do-reino a gosto. Coloque todo o frango numa frigideira antiaderente para começar a cozinhar. Em seguida acrescente o suco dos dois limões. O frango deve ficar todo coberto já que vai cozinhar apenas no suco dos limões. Mexa de vez em quando para que os pedaços do frango cozinhem bem dos dois lados.
Após uns 3 minutos, acrescente a mostarda e misture bem no suco para formar o molho. Deixe o frango cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 10 minutos nesta mistura virando os pedaços de vez em quando. O molho do limão com mostarda deve ir secando até ficar mais grosso no final. Sirva em seguida.

Rende 2 porções.

A opção da mostarda é livre. Vale usar qualquer uma a gosto do cliente (ou do cozinheiro). Geralmente, preparo esta receita com mostarda temperada com mel para dar um gostinho agridoce ao prato. Entretanto, outra opção é prepará-la com mostarda escura levemente apimentada com fiz hoje. Fica uma delícia.

O sabor do molho cítrico fica bastante acentuado. Por esta razão, vale optar por acompanhamentos suaves como arroz branco e salada verde. Mas se a intenção é fazê-lo como prato principal de um jantar mais sofisticado, sugiro como acompanhamento espinafre refogado com cebola picada e cogumelos frescos. A combinação cítrica com o amarguinho do espinafre fica absolutamente sensacional.

Por hoje é só.

Bon appetit!