Sugestões gostosas

Parece que o inevitável aconteceu. Pela primeira vez em mais de 10 meses de blog não consegui atualizá-lo com uma nova receita ontem. Me senti uma inútil, mas entendo que isso iria acontecer uma hora ou outra. O fato é que agora não vou mais conseguir atualizar o blog todos os dias. Mas prometo tentar compartilhar com vocês pelo menos três receitas diferentes por semanas.

A de hoje, inclusive, é perfeita para esses dias com pouquíssimo tempo e muita correria. Além de ser uma sopinha deliciosa e saudável para jantares mais leves, ela fica pronta em pouquíssimo tempo e usa ingredientes práticos e simples. Nada melhor para facilitar a vida de quem mora sozinho.

Sopão de linguado

Sopão de linguado

1 filé de linguado
50 g de milho congelado
130 g de mix de vegetais congelados
150 g de batata doce
1 col. de sopa de suco de limão siciliano
240 ml de caldo de legumes
30 g de creme de leite light
sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo:
Lave bem a batata doce e corte em cubos médios. Caso queira pode descascar, mas não é necessário. Ferva o caldo de legumes e cozinhe a batata em fogo baixo mantendo uma leve fervura por 20 minutos ou até amolecer levemente. Acrescente os vegetais e o milho congelados e deixe cozinhar por mais alguns minutos.
Tempere a sopa com o suco de limão, sal, pimenta e tomilho a gosto. Junte o filé de linguado cortado em pedaços e deixe mais 3 minutos. Desligue o fogo e derrame o creme de leite light. Misture bem e deixe descansar cinco minutos antes de servir para que o peixe termine de cozinhar. Sirva com uma saladinha e torradas integrais.

Quase nunca uso creme de leite nas minhas receitas, mesmo sendo light. Isso porque não acho que compense as calorias e gorduras acrescentadas sendo que posso substituir por outros ingredientes na maioria das vezes sem prejudicar a receita. Neste caso, o creme de leite é usado apenas para engrossar um pouco o caldo da sopa.

Aqui não conseguimos usar iogurte natural para substituir o creme de leite, mas conseguimos engrossar o caldo com um pouquinho de amido de milho ou farinha de trigo. Isso se você realmente quiser engrossá-lo porque a sopa fica uma delícia mesmo com o caldo mais ralinho. O que vale, no fim, é o gosto pessoal.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Rapidez e agilidade

A receita que trago hoje não tem nada de sofisticação ou incrementação. Ela foi criada num daqueles dias super corridos e desesperadores em que não temos o menor tempo para pensar em algo mais elaborado, mas que também queremos desfrutar de algo bem caseiro. Para não ter que recorrer ao tele-entrega, sempre prefiro fazer minhas comidas em casa, mesmo que isso signifique preparar algo extremamente simples como foi o caso da receita de hoje.

E convenhamos, precisamos muito mais do que um belo filé de peixe e um tempero gostoso e bem selecionado? Tendo porções congeladas de peixes e outras carnes no freezer já agiliza e facilita horrores a nossa vida. É só lembrar de descongelar na geladeira na noite anterior e o almoço do dia seguinte já está praticamente pronto.

Linguado assado com tempero creole

Linguado assado com tempero creole

1 filé de linguado médio
1 col. de sobremesa de tempero creole
azeite e suco de limão a gosto

Modo de preparo:
Arrume o filé de linguado numa travessa refratária antiaderente regada com um fio de azeite. Polvilhe o tempero por cima e regue com o suco de 1 limão ou 1/2 limão a gosto.
Leve para assar em forno pré-aquecido em 200˚C por 10 minutos ou até atingir a consistência desejada. Sirva com arroz selvagem ou espaguete ao sugo.

Adoro essas misturas de temperos pré-prontas. Apesar de saber que misturar as ervas frescas em casa num pilão faz o sabor do peixe ficar mais intenso e marcante, não há nada de errado em recorrer a essas misturas de vez em quando. Elas facilitam horrores a vida de quem vive na correria e têm a capacidade de transformar qualquer prato numa experiência impressionante.

Já comentei aqui no blog do tempero chinês “cinco especiarias”, que usei na receita de Tilápia às cinco especiarias. Adoro as combinações de ervas e outros ingredientes aromáticos incluídos nessa mistura. Este novo tempero de hoje, chamado de mistura “creole”, é um pouco mais marcante e picante já que leva pimenta malagueta e pimenta do reino além de sal, alho, cebola, orégano e tomilho. A combinação é perfeita e deixa o peixe levemente apimentado. Simplesmente delicioso!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Rapidez garantida

Tem dias que não sabemos como fazer para incluir legumes e verduras na nossa alimentação sem ter que recorrer àquela velha combinação: carne assada + legumes cozidos no vapor. Certamente esta opção é uma das mais saudáveis e deve mesmo fazer parte da alimentação diária.

Mas quando encontro receitas como esta de hoje que levam esta combinação para outro nível e dão uma pequena adaptada tenho que provar. Nada melhor do que achar opções para variar um pouco as refeições de todos os dias podendo ainda incluir os tão importantes legumes variados que existem.

Linguado envolto em abobrinha

Linguado envolto em abobrinha

2 filés pequenos de linguado
100 g de abobrinha
suco de 1 limão
30 ml de vinho branco
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Tempere o peixe com sal e pimenta a gosto e reserve. Com o auxílio de um fatiador de legumes, corte a abobrinha em tiras finas no sentido longitudinal de modo que fique da grossura da abobrinha inteira.
Com cuidado, posicione um dos filés de linguado por cima de uma das fatias de abobrinha. Enrole e firme com palitos para não abrir. Repita o procedimento com o outro filé e a outra fatia de abobrinha.
Pré-aqueça o forno em 200˚C. Arrume os filés de peixe numa forma refratária antiaderente de maneira que o feixe da abobrinha enrolada fique por baixo para não abrir. Derrame o vinho branco e o suco de limão envolta dos peixes. Leve para assar por 10 minutos ou até atingir o ponto desejado. Sirva com arroz selvagem.

O linguado é um dos peixes mais suaves que existe. Com isso, ele aceita praticamente qualquer acompanhamento no prato. Outra vantagem é que, por ser tão delicado, ele cozinha muito rápido. Às vezes 10 minutos em forno a 200˚C já é demais. Fique de olho e tire o peixe assim que ficar opaco para não ficar mole demais e correr o risco de se desmanchar.

Adorei esta receita por ela ser absurdamente fácil e rápida de preparar. Ao todo gastei 15 minutos entre arrumar os filés e terminar de assá-los. Para facilitar ainda mais a sua vida, aconselho comprar as abobrinhas já fatiadas. Assim elas vem já no formato e tamanho perfeitos para fazer o prato.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A nova onda na hora de empanar

Sempre gostei de filé a milanesa, fosse de carne, frango ou peixe. Mas depois que passei pela reeducação alimentar, vi que essa história de fica empanando e fritando os filés não era algo muito saudável para minha vida. Confesso que sinto um pouco de saudade, mas agora descobri uma farinha que, além de ser nutritiva, serve como substituto na hora de preparar o empanado: a farinha de maracujá.

Segundo li em artigos escritos por nutricionistas, a farinha é feita da casca do maracujá e é riquíssima em fibras, vitaminas e minerais. Além disso, tem o poder de baixar as taxas de açúcar no sangue, controlar a glicemia e reduzir a velocidade com que o açúcar entra no sangue, o que é ótimo para quem sofre com diabetes. Por fim, a farinha de maracujá é também um excelente bloqueador de gordura, reduzindo a quantidade que é absorvida pelo organismo. Ou seja, fantástico para quem quer manter a linha e a dieta.

Com todos esses benefícios, não tinha como eu não provar uma receita que achei de peixe empanado com a tal da farinha de maracujá. O resultado ficou divino e, apesar de não ficar tão crocante quanto o tradicional filé a milanesa, vale a pena a substituição para ganhar todos os benefícios que a farinha da casca de maracujá proporciona.

Peixe empanado com maracujá

Peixe empanado com maracujá

1 filé de linguado
1 dente de alho amassado
1 col. de sopa de suco concentrado de maracujá
2 col. de sopa de vinho branco
1 col. de sopa de farinha de maracujá
1 col. de sopa de farinha de rosca
azeite e sal a gosto

Modo de preparo:
Numa forma refratária, tempere o peixe com sal, alho, o suco de maracujá e o vinho branco. Deixe marinar por 30 minutos. Misture a farinha de maracujá com a farinha de rosca e empane os filés. Unte uma forma antiaderente com um fio de azeite e coloque o filé. Regue o peixe com outro fio de azeite e leve ao forno pré-aquecido em 180ºC por 25 minutos. Vire na metade do tempo. Sirva em seguida.

O tipo de peixe que usei não se presta perfeitamente para esta preparação pois é bastante fino e quebradiço. Entretanto, não comprometeu em nada o sabor final do prato. De qualquer maneira, sugiro optar por outros tipos de filés, como namorado, st. pierre, robalo ou pescada.

O gostinho da farinha de maracujá é praticamente o mesmo da farinha de rosca normal, ou seja, não se preocupe se você não gosta muito do gosto do maracujá pois não vai ficar muito forte. Mas caso você seja como eu que adora maracujá, vale fazer a marinada com uma quantidade maior do suco para que o peixe pegue bem o sabor.

Além de ser super nutritivo, este prato é altamente saudável e pouco calórico. O fato de assar o filé no forno ao invés de fritá-lo reduz enormemente o número de calorias e gordura ingerida. O peixe pode não ficar crocante como fica quando é frito, mas os benefícios desta forma de preparação acabam compensando no final.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Almoço vapt-vupt

Nos dias atuais está cada vez mais difícil guardar uma ou duas horas para preparar um almoço completo e sofisticado. Muitas vezes, acabamos tendo uma hora apenas de horário de almoço e nem sempre dá tempo de chegar em casa para cozinhar.

Mas naqueles dias em que conseguimos dar uma fugidinha para casa, mesmo tendo apenas 30 minutos, é possível preparar pratos saborosos e altamente saudáveis para nosso almoço. Além de ser super fácil e prática de fazer, a receita de hoje não demora quase nada para ficar pronta. Não cheguei a cronometrar, mas acho que terminei de fazer tudo em 35 minutos.

Filé de linguado com cogumelos salteados

Filé de linguado com cogumelos salteados

100 g de filé de linguado
50 g de cogumelo-de-paris em conserva fatiados
1 col. de sopa de shoyu light
1 limão
1 tablete de caldo de peixe
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Numa panela antiaderente, salteie os cogumelos no shoyu até ficarem macios e dourados. Tempere o peixe com sal e pimenta a gosto. Faça rolinhos com os filés e use palitos de madeira para mantê-los enrolados. Reserve.
Dissolva o caldo de peixe em 500 ml de água e leve ao fogo até ferver. Escalde os rolinhos de peixe no caldo por aproximadamente 8 minutos. Retire os rolinhos e sirva com os cogumelos. Regue os dois com o suco do limão.

Como o caldo do peixe tem um sabor bastante forte, os filés não precisam ficar marinando por muito tempo para ficarem bem temperados. O sal e a pimenta já são suficientes para dar um gostinho divino. E é justamente por este motivo que o tempo de preparo desta receita é tão pequeno. No final das contas é só o tempo de saltear os cogumelos (o que não demora mais do que 5 minutos) e o tempo de ferver o caldo e escaldar o peixe (o que junto deve dar 15 minutos no máximo).

Além de leve e saudável, este prato é extremamente saboroso. Recomendo fazer um arroz de 7 grãos para acompanhar ou mesmo preparar uma salada com um mix de folhas verdes, pepino cortado em rodelas e cenoura ralada. Aproveite o limão para regar também a salada. A refrescância deste prato é inigualável, e sua praticidade vai fazer você querer repetir vários dias seguidos. Acredite, já aconteceu comigo.

Por hoje é só.

Bon appetit!