Saúde saborosa

Nada melhor do que uma segunda-feira para retomar aquela alimentação balanceada e saudável que deixamos escapar pelo caminho nos finais de semana. E começar com um franguinho cozido é simplesmente sensacional. Isso se ele for feito da maneira correta, claro.

Sim, porque não tem nada pior do que ter que comer peito de frango sem gosto todo dia só para não sair da dieta. Minha missão nesses muitos meses de blog que já acumulei sempre foi mostrar como é possível comer bem e saborear coisas deliciosas sem que elas sejam gordurosas e ultra calóricas. A receita de hoje é mais uma prova que só porque algo é saudável não quer dizer que seja sem graça ou sem gosto.

Frango ensopado com aspargo

Frango ensopado com aspargo

1 peito de frango
150 g de aspargo
1/2 lata de tomate pelado
50 g de cebola roxa picada
1 dente de alho amassado
60 ml de caldo de galinha
30 ml de vinho branco
azeite, sal, pimenta, tomilho e cominho a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal e pimenta a gosto. Aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola picada e o alho amassado até ficarem macios e aromáticos. Despeje o vinho e deixe refogar mais um pouco até evaporar completamente.
Junte meia lata de tomate pelado, o caldo de galinha, o tomilho e o cominho em pó a gosto. Deixe ferver e acrescente o peito de frango. Cozinhe por 15 minutos em fogo baixo mantendo uma leve fervura.
Quando estiver quase pronto, junte o aspargo fresco cortado em pedaços médios. Deixe mais 5 minutos até que o aspargo fique al dente. Sirva a seguir.

O melhor desta receita é a sua simplicidade absurda. Ela serve como coringa de qualquer dia ou noite corrida e com falta de inspiração. E apesar de ser super fácil e levar poucos ingredientes, se preparada e apresentada da maneira certa, ela serve perfeitamente para um jantar mais sofisticado.

Isso porque justamente sua simplicidade faz com que combine com qualquer acompanhamento. Se quiser fazer este prato para uma ocasião mais especial, aproveite para investir num risoto de limão siciliano que complementa muito bem o frango com aspargo. A combinação fica completa com uma bela taça de vinho e uma mousse de chocolate no fim.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Fácil, rápido, saboroso e saudável

Existem inúmeras pessoas no mundo que acreditam que o peito de frango é uma carne sem graça e sem gosto. Para eles, apenas um molho bem incrementado e inevitavelmente calórico teria a capacidade de deixar um prato feito com essa proteína mais saborosa e apresentável.

Mas não é preciso muito para deixar esta carne delicada do frango suculenta e deliciosa. Uma esperta marinada feita com os ingredientes certos já é suficiente para transformar qualquer frango absolutamente fantástico. O segredo está em usar ervas aromáticas e deixar a marinada curtindo por algumas horas.

Frango grelhado à marinada de tomilho

Frango grelhado à marinada de tomilho

1 peito de frango
1 col. de sopa de mostarda
15 g de mel
1 dente de alho amassado
1 col. de sopa de suco de limão
1 col. de chá de azeite
sal e tomilho a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal a gosto. Junte todos os demais ingredientes num saquinho de plástico e mexa bem para ficar homogêneo. Acrescente o frango à marinada e leve à geladeira por pelo menos 1 ou até 6 horas. Retire da geladeira e deixe em temperatura ambiente 20 minutos antes de assar.
Aqueça uma grelha elétrica em temperatura alta. Retire o peito de frango e descarte a marinada. Grelhe o frango por 5 minutos de cada lado ou até atingir o ponto desejado. Tenha cuidado para não deixar por muito tempo para não ficar ressecado. Sirva com legumes no vapor ou grelhados.

Adorei esta simples marinada que descobri dia desses. O mel e o suco de limão deixam o frango impregnado e fazem com que ele se mantenha extremamente suculento enquanto está na grelha. Além disso, o tomilho traz um toque divinamente especial ao tempero final da carne.

Adoro receitas simples como esta. Apesar de precisar ser preparada com antecedência, já que o frango precisa ficar curtindo por algum tempo na marinada antes de grelhar, o processo de preparo e execução da receita é extremamente fácil e rápido. E a melhor parte é que o sabor final ficou divino. Fácil, rápido, saboroso e saudável. Tem coisa melhor?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Novas dimensões de sabor

Muitas pessoas reclamam que quando estão de dieta a única fonte de proteína que podem comer é peito de frango já que é uma das mais magras que existem. A falta de opção e a pouca quantidade de gordura dessa carne pode torná-la algo realmente sem gosto e sem graça.

Mas eu sempre acreditei que é possível fazer coisas saborosas na cozinha independente da matéria prima utilizada. No caso do peito de frango realmente o segredo está na maneira de temperá-lo. Usando os ingredientes corretos é possível transformá-lo em algo delicioso e diferente. É o melhor: sem ter o menor trabalho.

Peito de frango à marinada balsâmica

Peito de frango à marinada balsâmica

1 peito de frango
30 ml de azeite
30 ml de vinagre balsâmico
1 dente de alho amassado
1 col. de sopa de tempero misto em pó a gosto

Modo de preparo:
Junte o azeite, o vinagre e o tempero num saquinho de plástico. Acrescente o dente de alho amassado e o peito de frango. Feche e mexa bastante com os dedos para que todo o frango fique coberto com a marinada. Deixe marinando na geladeira por pelo menos 1 hora, ou até 5 horas, antes de grelhar.
Aqueça uma grelha elétrica em fogo alto. Quanto estiver quente, reduza o fogo para médio e coloque o peito de frango para grelhar descartando a marinada. Grelhe de 5 a 7 minutos virando uma vez ou até atingir o ponto desejado. Sirva com arroz integral e legumes grelhados ou cozidos no vapor.

Absurdamente simples, esta marinada ficou uma verdadeira delícia quando preparei. O leve toque agridoce do vinagre balsâmico ajuda a dar novas dimensões de sabor ao peito de frango realmente sem graça. No caso do tempero misto em pó vale usar qualquer uma dessas misturas que já vem prontas.

Quando preparei este prato, utilizei um tempero chamado “creole” que leva páprica doce, sal, pimenta do reino, cebola, pimenta malagueta, orégano e tomilho. Caso prefira, também é possível acrescentar todos esses temperos separadamente na marinada mas isso levaria mais tempo e daria mais trabalho. O bom deste prato é justamente a facilidade e praticidade que traz às refeições do dia a dia.

Por hoje é só.

Bon appetit!

A redenção do renegado

Adoro a versatilidade do peito de frango. Muitas pessoas acham que essa é uma das carnes mais sem graça que existe e é sinônimo absoluto de uma palavra: dieta. Mas eu me recuso a pensar desta maneira e acho que a suavidade do peito de frango é o que faz dele uma das melhores opções na cozinha.

Justamente por não ter um sabor muito pronunciado, esta carne aceita as mais diversas combinações de ingredientes, temperos e texturas na hora do preparo. Apesar de dar um pouco mais de trabalho, adoro comprar o peito inteiro e cortá-lo em casa. Assim, consigo separar uma metade completa para poder recheá-la. Fica uma delícia.

Peito de frango mediterrâneo recheado

Peito de frango mediterrâneo recheado

1 metade de peito de frango
1 unidade de pimentão vermelho em conserva picado
5 azeitonas pretas picadas
1 col. de sopa de cottage
manjericão, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno em temperatura alta (220˚C). Pegue o peito de frango e faça um pequeno corte no meio para começar a abri-lo na metade. Pare antes de chegar no final para formar uma espécie de bolsa interna na carne.
Pique bem o pimentão vermelho em conserva e as azeitonas pretas. Misture numa tigela com o cottage e o manjericão rasgado bem miúdo. Tempere com sal e pimenta a gosto e recheie a bolsa interna do frango.
Prenda as duas metades com palitos para assegurar que ele não irá abrir enquanto cozinha. Tempere o peito de frango com sal e pimenta a gosto por fora e regue com um fio de azeite.
Forme uma trouxinha com papel alumínio e leve o frango para assar no papelote por 20 a 25 minutos no forno pré-aquecido. Após 20 minutos, olhe para ver se já está no ponto desejado. Sirva acompanhado de arroz 7 grãos e legumes no vapor.

Como a receita inclui uma mistura de sabores tipicamente mediterrâneos, como as azeitonas, o pimentão vermelho e o manjericão, o nome acabou ficando esse. No original a sugestão era incluir queijo feta (aquele feito de leite de cabra) esfarelado. Entretanto, como ele é mais caro e mais calórico acabei optando pelo cottage que já tinha em casa.

Assar o peito de frango no papelote de alumínio faz com que ele não perca a suculência durante o preparo. Assim evitamos que a carne fique muito ressecada, um dos grandes problemas quando assamos frango. Além disso, o papelote ajuda a manter o recheio perfeitamente dentro da bolsa criada e dá ao prato final uma sofisticação a mais. Adorei esta receita, ela ficou divinamente maravilhosa.

Por hoje é só.

Bon appetit!

O delicioso sabor da lembrança

Confesso: tem dias que morro de saudades dos anos que passei morando nos Estados Unidos. E sim, tenho saudades especialmente da comida que comia lá. Mas peraí, americano não come só fast food? Claro que não! Isso é uma visão deturpada que tenho tentado mudar desde que voltei para o Brasil.

Alias, existem diversos pratos tipicamente norte-americanos que são deliciosos e certamente não se assemelham em nada com os sanduíches das lanchonetes que vemos por aí. Com grande influência anglo-saxônica, a culinária dos Estados Unidos reúne também inúmeras características dos diversos povos que fizeram do país o que ele é hoje.

“Torta” de frango express (chicken pot pie)

“Torta” de frango express – (Chicken Pot Pie)

1 unidade de massa folhada para pastel de forno (30 g)
1 peito de frango cortado em cubos
150 ml de caldo de frango
1 folha de louro
100 g de batata cortada em cubos
100 g mix de vegetais congelados (com ervilha, vagem e cenoura)
1 col. de sopa cheia de farinha de trigo
30 ml de caldo de frango
azeite, sal, pimenta, tomilho e sálvia a gosto

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno em temperatura alta (220˚C). Arrume a massa folhada numa travessa antiaderente untada com um fio de azeite. Corte a massa em quatro tiras médias e leve para assar até dourarem (aproximadamente 10 minutos).
Enquanto isso, aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue os pedaços de frango até dourarem bem. Reserve.
Numa panela grande, ferva 150 ml de caldo de frango junto com a folha de louro. Acrescente a batata e cozinhe por 10 minutos até que fique macia. Junte o mix de vegetais congelados e deixe cozinhar por mais 2 minutos.
Numa tigela, misture a farinha com mais 30 ml de caldo de frango até que fique homogêneo e sem bolinhas. Derrame a mistura na panela e acrescente os cubos de frango dourados. Mexa bem e cozinhe até engrossar (de 2 a 3 minutos). Tempere com sal, pimenta, tomilho e sálvia a gosto. Sirva acompanhado das tiras de massa folhada.

Uma das preparações mais clássicas norte-americanas são as tortas, sejam elas doces ou salgadas. Esta que compartilho com vocês hoje é uma das mais apreciadas e é considerada uma verdadeira “confort food”. Ou seja, aquela comidinha super caseira que sua mãe prepara para você quando está doente e de cama.

A versão tradicional inclui uma crosta completa de massa podre normal para tortas. Entretanto, a versão que achei e testei em casa dá uma certa leveza ao prato fazendo dele um pouco mais saudável e com certeza mais rápido e fácil de preparar. No fim, o sabor é aquele que me acostumei a comer quando morava lá. Absolutamente deliciosa, esta torta cai muito bem numa noite friazinha de inverno.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Pratos completos e balanceados

Com certeza você é como eu e acabou exagerando um pouco nas comilanças do final de semana. Nada melhor do que uma segunda-feira para voltar à rotina e encarar de novo os princípios de uma alimentação balanceada e saudável. Uma boa dose de proteína magra com legumes variados e carboidratos complexos é a combinação perfeita.

E para começar a semana com o pé direito, um filé de peito de frango cai super bem. Mas minha sugestão não é aquela sem graça de tantas dietas que vemos por aí nas revistas nas quais eles nos mandam ficar só no franguinho grelhado sem gosto e sem nada. Com alguns ingredientes diferentes conseguimos transformar uma refeição leve em algo super saboroso sem desandar a alimentação.

Frango à camponesa

Frango à camponesa

1 peito de frango
suco de 1/2 laranja
100 g de mix de vegetais congelados
50 g de cebola picada
1 dente de alho picado
2 col. de sopa de extrato de tomate
120 ml de água
azeite, sal e salsinha a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal a gosto. Coloque numa tigela e derrame o suco de laranja. Deixe marinando por pelo menos 1 hora.
Enquanto isso, aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e o alho picados até ficarem aromáticos e começarem a amaciar. Acrescente o extrato de tomate e o mix de vegetais congelados. Mexa bem para que fique tudo incorporado e os legumes comecem a separar.
Junte a água e o peito de frango com o suco da marinada. Deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos mantendo uma leve fervura até que o frango fique cozido e o molho reduza um pouco. Na hora de servir, salpique salsinha fresca a gosto. Sirva com arroz selvagem ou este couscous de quinoa delicioso.

Optei por usar um mix de vegetais congelados com vagem, ervilha e cenoura por pura praticidade já que isso diminui o tempo de preparo do prato. Além disso, não preciso ficar me preocupando em lavar, descascar e picar os legumes que iria usar. Entretanto, se você preferir pode comprar uma combinação de vegetais diferente como abobrinha, cenoura e vagem para cortar em cubinhos e usar no preparo do prato.

O bom desta receita é que ela já inclui uma boa dose de legumes no próprio prato. Assim, não precisamos ficar pensando em outras receitas para fazer de acompanhamento e servir na hora do almoço. Aqui, com apenas alguns minutos, temos uma refeição completa e balanceada perfeita para começar a semana bem.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Viajando na cozinha

Uma das coisas que mais me fascina no mundo da gastronomia é a possibilidade de viajar pelo mundo com cada refeição e cada garfada. Sempre que estou folhando livros ou navegando pelos milhares de sites de culinária que frequento fico procurando receitas dos mais variados lugares do mundo. Tudo em busca de experiências e sensações novas.

Certo dia encontrei uma receita que me custou para conseguir pronunciar. Depois fui descobrir que os termos eram referentes a pratos clássicos da culinária grega. A combinação de ingredientes me pareceu tão gostosa que tive que experimentar. Posso não conseguir falar corretamente o nome do prato, mas com certeza entendi a delícia que ficou o sabor final.

Espetinho de frango Souvlaki ao molho Tzatziki

Espetinho de frango Souvlaki ao molho Tzatziki

1 peito de frango
150 g de aspargo
suco de 1/2 limão
1 dente de alho amassado
azeite, sal e orégano a gosto
1/2 pote de iogurte natural desnatado
50 g de pepino ralado
suco de 1/2 limão
1 dente de alho amassado
sal a gosto

Modo de preparo:
Para preparar o frango Souvlaki, junte o suco de 1/2 limão com o alho amassado, o azeite o sal e o orégano a gosto num saquinho de plástico. Corte o peito de frango em cubos pequenos e acrescente à mistura. Mexa bem para que tudo fique coberto, feche o saquinho e leve à geladeira para marinar por pelos menos 30 minutos.
Na hora de assar, descarte a marinada e alterne os pedaços de frango com o aspargo cortado em pedaços médios em palitos de madeira próprios para grelhar. Grelhe cada espetinho por aproximadamente 8 minutos virando de vez em quando até que o frango termine de cozinhar.
Enquanto isso, prepare o molho tzatziki juntando o iogurte, o pepino ralado e o suco da outra metade do limão numa tigela. Adicione o dente de alho amassado e tempere com sal a gosto. Misture bem e sirva acompanhado dos espetinhos.

Como podemos ver, o termo “souvlaki” nada mais é do que uma marinada especial para o peito de frango. A combinação dos temperos dá ao prato um toque grego divino e saboreá-lo acompanhado do molho “tzatziki”, outro clássico grego, transforma a refeição numa refrescante viagem às belas ilhas europeias.

A sugestão de unir o frango com o aspargo nos espetinhos para grelhá-los juntos veio da receita original. Entretanto, outros legumes funcionariam perfeitamente bem. Experimente com pedaços de abobrinha, berinjela ou pimentão verde. Ou ainda, escolha o seu preferido e saboreie esta deliciosa refeição refrescante, nutritiva e instigante. Tenho certeza que irá adorar.

Por hoje é só.

Bon appetit!