Sugestões gostosas

Parece que o inevitável aconteceu. Pela primeira vez em mais de 10 meses de blog não consegui atualizá-lo com uma nova receita ontem. Me senti uma inútil, mas entendo que isso iria acontecer uma hora ou outra. O fato é que agora não vou mais conseguir atualizar o blog todos os dias. Mas prometo tentar compartilhar com vocês pelo menos três receitas diferentes por semanas.

A de hoje, inclusive, é perfeita para esses dias com pouquíssimo tempo e muita correria. Além de ser uma sopinha deliciosa e saudável para jantares mais leves, ela fica pronta em pouquíssimo tempo e usa ingredientes práticos e simples. Nada melhor para facilitar a vida de quem mora sozinho.

Sopão de linguado

Sopão de linguado

1 filé de linguado
50 g de milho congelado
130 g de mix de vegetais congelados
150 g de batata doce
1 col. de sopa de suco de limão siciliano
240 ml de caldo de legumes
30 g de creme de leite light
sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo:
Lave bem a batata doce e corte em cubos médios. Caso queira pode descascar, mas não é necessário. Ferva o caldo de legumes e cozinhe a batata em fogo baixo mantendo uma leve fervura por 20 minutos ou até amolecer levemente. Acrescente os vegetais e o milho congelados e deixe cozinhar por mais alguns minutos.
Tempere a sopa com o suco de limão, sal, pimenta e tomilho a gosto. Junte o filé de linguado cortado em pedaços e deixe mais 3 minutos. Desligue o fogo e derrame o creme de leite light. Misture bem e deixe descansar cinco minutos antes de servir para que o peixe termine de cozinhar. Sirva com uma saladinha e torradas integrais.

Quase nunca uso creme de leite nas minhas receitas, mesmo sendo light. Isso porque não acho que compense as calorias e gorduras acrescentadas sendo que posso substituir por outros ingredientes na maioria das vezes sem prejudicar a receita. Neste caso, o creme de leite é usado apenas para engrossar um pouco o caldo da sopa.

Aqui não conseguimos usar iogurte natural para substituir o creme de leite, mas conseguimos engrossar o caldo com um pouquinho de amido de milho ou farinha de trigo. Isso se você realmente quiser engrossá-lo porque a sopa fica uma delícia mesmo com o caldo mais ralinho. O que vale, no fim, é o gosto pessoal.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

A facilidade dos pratos únicos

Esta não é a primeira e com certeza não será a última vez que falo das facilidades de preparar pratos únicos para o almoço ou jantar. Além de agilizar a vida na cozinha, estas refeições conseguem aliar todos os ingredientes necessários para ter uma alimentação completa e balanceada em uma só panela.

Tudo bem que a dica de hoje não é tão simples ou rápida como algumas outras que compartilhei aqui. Isso porque nada se compara a rapidez de pratos como a galinhada de funghi com ervilha ou da tigela de frango com arroz e brócolis que preparei em outras ocasiões. Mas desta vez o pequeno esforço a mais compensa no resultado delicioso do prato final.

Caçarola de arroz com aspargo

Caçarola de arroz com aspargo

1/2 pacote de arroz integral em saquinho cozido
100 g de carne moída
400 g de aspargo fresco
100 g de cebola picada
1 dente de alho amassado
120 ml de leite desnatado
1 col. de sopa cheia de farinha de trigo
1 un. de polenguinho light
70 g de milho congelado
10 g de queijo ralado light
azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Unte uma forma refratária com um fio de azeite. Junte o arroz já cozido e o aspargo fresco cortado em pedaços médios na travessa e misture bem. Reserve.
Aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e o alho até ficarem aromáticos. Acrescente a carne moída e refogue bem até cozinhar por completo. Junte à mistura na travessa e mexa bem até ficar homogêneo.
Em outra panela, junte o leite e a farinha. Misture bem com um batedor de arame para dissolver a farinha por completo e evitar que forme bolinhas. Ligue o fogo e vá mexendo até começar a borbulhar e engrossar. Junte o milho congelado e o polenguinho e mexa apenas até dissolver o queijo.
Tempere o creme com sal e pimenta a gosto e derrame por cima da mistura na travessa. Mexa bem para que fique tudo incorporado e bem misturado. Salpique o queijo ralado por cima de tudo.
Leve a travessa ao forno pré-aquecido em 230˚C por 15 minutos ou até gratinar levemente o queijo ralado. Sirva em seguida.

Rende 2 porções.

A demora neste caso na verdade está em esperar que o queijo ralado fique gratinado no forno. Isso porque o arroz já está cozido e a carne é refogada anteriormente. Se você quiser, ainda pode dar um choque térmico no aspargo antes de adicioná-lo à mistura da caçarola. Assim ele já vai cozido para o forno e o tempo total diminui ainda mais.

Adorei esta receita por ela ser saborosa e saudável ao mesmo tempo. Além de juntar ingredientes frescos e fáceis de manipular, não deixa de trazer um leve toque cremoso com o creme de milho com queijo preparado para juntar na mistura final. Quem quiser deixar o prato ainda mais colorido pode acrescentar cenouras cortadas em rodelas ou pimentões picados. Quanto mais variações de legumes e vegetais coloridos no prato, melhor!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Um arco-íris saudável

Está cansado da saladinha simples de alface e tomate que sempre servem nos restaurantes ou nos quilos da vida? Eu sempre procuro variar o máximo possível minha alimentação. Mas isso inclui também a salada que acompanha e não apenas o prato principal escolhido do dia.

Tem dias que vou ao supermercado só pensando nos ingredientes específicos que quero usar na minha próxima salada. Mas como nem sempre tenho tempo para fazer isso, geralmente tenho guardado no freezer alguns vegetais básicos que deixam qualquer salada mais completa ou simplesmente deliciosa.

Salada colorida

Salada colorida

50 g de cebola roxa
50 g de edamame congelado
70 g de milho congelado
50 g de tomate cereja
sal, azeite, suco de limão e vinagre a gosto

Modo de preparo:
Ferva 500 ml de água e dê um choque térmico no edamame e no milho congelados. Escalde-os na água fervente por 2 minutos e em seguida coloque numa bacia com água e gelo. Escorra e coloque numa tigela. Reserve.
Corte a cebola em cubinhos pequenos e o tomate cereja em quatro pedaços cada. Junte ao edamame e ao milho na tigela e misture bem. Tempere com sal, azeite, suco de limão e vinagre a gosto. Sirva a seguir.

Esta foi uma saladinha um pouco mais incrementada que inventei um dia desses porque queria algo à mais do que a tradicional alface com tomate para acompanhar meu jantar. Resolvi pegar ingredientes básicos que já tinha em casa e fazer algo bem bonito investindo na diversidade das cores.

Alias, isso é algo que as pessoas costumam esquecer. A primeira sensação que temos com a comida é a visual. A aparência do prato feito antes de comer é tão ou mais importante quanto o sabor em si. Não há nada menos apetitoso do que algo que parece feio ou estragado. Invista no arco-íris das cores ao montar sua próxima salada. Além de bonita você vai estar garantindo um maior número de vitaminas e nutrientes tão importantes para a saúde.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Crocante na medida certa

Quem disse que não podemos comer deliciosos nuggets de frango bem crocantes e manter uma alimentação saudável ao mesmo tempo? O segredo: é só assar as tirinhas de frango em vez de mergulhá-las numa bacia de óleo quente. Acredite, usando farinha ou flocos de milho os nuggets ficam tão crocante quanto se fossem fritos.

Já tinha visto essa ideia de fazer nuggets com fubá em vez da tradicional farinha de rosca mas nunca tinha tido tempo para testá-la. Aproveitei que ainda tinha um resto de fubá para polenta guardado em casa e resolvi juntar o útil ao agradável. Fiquei encantada com o resultado. Eles estavam absolutamente delicioso!

Nuggets de frango assados com farinha de milho

Nuggets de frango assados com farinha de milho

1 peito de frango
2 col. de sopa de farinha de trigo
1 clara
10 g de fubá para polenta
10 g de flocos de milho sem açúcar
azeite, alho em pó, pimenta e sal a gosto

Modo de preparo:
Pré-aqueça o forno em 220˚C. Unte uma forma refratária antiaderente com um fio de azeite e reserve.
Corte o peito de frango em tiras iguais. Tempere com sal, pimenta e alho em pó a gosto. Passe cada tira de frango na farinha de trigo e retire o excesso. Mergulhe na clara e escorra o excesso. Por fim, envolva o frango na farinha de fubá ou nos flocos de milho.
Arrume as tirinhas de frango na forma refratária e leve para assar no forno pré-aquecido por 20 minutos virando na metade do tempo. Sirva com molho de mostarda e mel.

Adoro encontrar estas receitas que pegam algo super tradicional e batido e inovam com ingredientes ou técnicas diferentes. A melhor parte destes casos é poder usar a imaginação para aventurar-se ainda mais na cozinha. Além de super crocantes, o sabor especial que os flocos de milho trouxeram para os nuggets deixou o prato absolutamente sensacional.

Se quiser preparar estes nuggets para um lanche rápido, sugiro devorá-los com uma boa dose de mostarda com mel. Mas nada impede que eles formem parte de um jantar especial. Nesse caso, escolha legumes coloridos e cozinhe com um choque de água fervendo alternada com água gelada. O crocante dos legumes refletirá maravilhosamente o crocante dos nuggets.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Simplicidade express

Acho que estou precisando encontrar novos livros de receita. Chega uma hora que não há mais tantas receitas novas para provar e testar para compartilhar com vocês. Ao mesmo tempo, essa aparente falta de novidade também me dá a oportunidade de fazer criações inusitadas.

No final das contas há uma vantagem. Posso comprovar mais ainda o quanto é fácil fazer uma refeição completa, simples e saudável sem muita sofisticação ou necessidade de ingredientes mirabolantes. A sugestão que trago hoje foi uma adaptação de outra receita que encontrei por aí. Super simples, ficou uma delícia e merece ser provada.

Tilápia com relish de milho verde

Tilápia com relish de milho verde

1 filé de tilápia
100 g de milho em conserva
1 tomate italiano médio
suco de 1 limão
sal, pimenta e coentro a gosto

Modo de preparo:
Aqueça o forno em 220˚C. Tempere o filé de tilápia com sal a gosto e leve para assar numa forma refratária antiaderente regada com um fio de azeite por 15 minutos.
Enquanto isso, corte o tomate em cubinhos e descarte as sementes. Junte o milho verde e regue com o suco de limão. Tempere com pimenta a gosto e misture bem para incorporar todos os ingredientes.
Tire o filé de tilápia do forno e despeje o relish de tomate com milho por cima. Retorne ao forno e deixe assando por mais 7 a 10 minutos ou até que o peixe fique no ponto desejado. Sirva salpicado com as folhas de coentro a gosto e acompanhado de arroz selvagem e salada verde.

Absurdamente fácil de fazer, este prato fica pronto em 25 minutos. Apesar de simples, é bem gostoso pela combinação de sabores provenientes do suco de limão e do coentro. Além disso, o prato é super saudável e refrescante, nada melhor para um almoço de semana despretensioso e familiar.

Gosto de juntar legumes e verduras diversos para fazer molhos ou salsas diferentes para carnes e peixes. Desta forma, além de deixar um simples filé de tilápia sem graça mais interessante, consigo incluir esses alimentos tão saudáveis de uma maneira divertida na minha alimentação.

Por hoje é só.

Bom appetit!

Buscando sabores novos

Quando pensamos em saladas muitas pessoas pensam em coisas sem graça, só com alface e tomate, certo? Entretanto, o mundo das saladas é incrivelmente diverso e pode trazer uma combinação de ingredientes inusitados e deliciosos. Adoro fazer saladinhas para acompanhar um sanduíche natural quando janto na faculdade. Por isso, estou sempre procurando receitas novas e interessantes.

Já compartilhei várias dicas super saborosas aqui no blog. A de beterraba com espinafre e feijão branco é uma das minhas preferidas, mas tem também opções mais simples como a de grão de bico ou a de soja. E para deixar sua salada ainda mais gostosa, tenho também algumas sugestões de molhos deliciosos.

Salada de escarola, milho e feijão branco

Salada de escarola, milho e feijão branco

10 folhas de escarola
100 g de vagem
50 g de milho
125 g de feijão branco em conserva
azeite, vinagre de vinho branco, salsinha e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Abra a lata de feijão branco em conserva e escorra o líquido que vem dentro. Lave bem o feijão em água corrente para tirar o excesso de sal. Reserve numa tigela.
Cozinhe a vagem em água fervente por 2 ou 3 minutos até ficar al dente. Escorra e transfira para um banho de água fria com gelo para parar o cozimento e ficar crocante. Junte o milho e a vagem na tigela com o feijão branco reservado. Mexa bem para misturar tudo.
Aqueça uma frigideira antiaderente e regue com um fio de azeite. Corte as folhas de escarola em tiras e leve à frigideira para refogar. Mexa por alguns minutos até murchar bem. Acrescente a escarola refogada aos outros ingredientes e tempere com azeite, vinagre, salsinha e pimenta do reino a gosto. Sirva de acompanhamento no seu jantar.

Como esta receita inclui refogar as folhas de escarola o legal é comê-la assim que ficar pronta para poder saborear tudo com uma temperatura levemente aquecida. Entretanto, nada impede que você prepare esta salada para levar de almoço ou jantar no seu trabalho. Nesse caso, não esqueça de deixar esfriar completamente antes de tampar o pote para não criar gotinhas de umidade.

Adorei esta nova salada que encontrei. A combinação suave das folhas de escarola refogadas casou perfeitamente com o leve sabor adocicado do feijão branco e do milho. Além disse, a vagem crocante deu mais uma dimensão de textura ao produto final.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Facilitando a vida

Continuando o clima de praticidade do post de ontem resolvi compartilhar uma saladinha absurdamente simples que criei para noites preguiçosas de feriados bem no meio da semana. Se você tem planos para hoje à noite aproveite para guardar esta receita para outro dia qualquer, ela vai facilitar bastante a vida.

Mas se você é como eu e vai aproveitar o dia para adiantar trabalhos, invista em pratos faceis como este para poder concentrar nas outras responsabilidades da vida. Com ingredientes que já temos guardados na despensa ou geladeira, esta salada fica pronta em menos de 10 minutos. Depois é só degustar e aproveitar a noite.

Salada de feijão verde com salsicha de peru light

Salada de feijão verde com salsicha de peru light

1/2 lata de feijão verde
50 g de milho verde cozido e congelado
1 1/2 salsicha de peito de peru light
suco de 1 limão
sal, azeite e cebolinha a gosto

Modo de preparo:
Abra a lata de feijão verde e escorra deixando água corrente cair por cima por alguns minutos para tirar o excesso de sal da conserva. Reserve.
Corte a salsicha em rodelas, ferva 300 ml de água e cozinhe a salsicha e o milho verde de 3 a 5 minutos ou até ficarem prontos.
Junte o feijão, o milho e a salsicha em uma tigela. Tempere com sal, azeite e cebolinha a gosto. Sirva acompanhada de torradinhas integrais e um prato de sopa de legumes caseira.

Super fácil de fazer já que usa basicamente ingredientes pré-prontos e demora 5 minutos para preparar, esta salada pode muito bem ser feita com antecedência e guardada na geladeira até o momento de comer. Além disso, vale preparar uma quantidade maior e guardar uma porção para levar como acompanhamento do almoço do dia seguinte.

É sempre bom lembrar que uma alimentação balanceada inclui a maior variedade de alimentos possíveis e tem sua base em produtos frescos e preparados ao natural em casa. Entretanto, todos temos o direito de ficar com preguiça de preparar algo mais elaborado numa noite qualquer. Este prato funciona muito bem para uma noite como essa.

Por hoje é só.

Bon appetit!