Aprendendo coisas novas

Às vezes não há nada melhor do que uma receitinha simples e básica para complementar o almoço. As conservas são ótimas para preservar os legumes e vegetais fresquinhos por mais algum tempo, além de acrescentar um sabor delicioso à comida. E quando são feitas em casa ganham todo um gostinho especial.

Sempre tive vontade de fazer conservas caseiras, mais no sentido de aprender como são feitas do que para substituir as versões industrializadas que compro. Depois de provar esta, percebi que as conservas feitas em casa são bem mais saborosas do que as compradas prontas. Agora vou ter que comprar muitas verduras para aproveitar essa minha nova descoberta na cozinha.

Abobrinha em conserva

Abobrinha em conserva

360 ml de vinagre de arroz
300 g de abobrinha em rodelas finas
2 col. de sopa de açúcar
1 col. de sopa de sal
pimenta calabresa em flocos a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela, junte o vinagre de arroz com o sal e o açúcar. Mexa bem para incorporar tudo. Leve ao fogo baixo e aqueça, sem deixar ferver, mexendo constantemente por alguns minutos até dissolver o sal e o açúcar completamente. Você pode também levar ao micro-ondas por 30 segundo para terminar de dissolver os cristais.
Lave bem a abobrinha e jogue fora as pontas. Corte em rodelas finas, ou na espessura que preferir, e mergulhe na mistura de vinagre. Acrescente a pimenta calabresa em flocos a gosto e mexa certificando-se que todo o legume esteja coberto. Leve à geladeira por pelo menos 6 horas antes de servir.
A conserva pode ser guardada na geladeira por 5 dias.

Esta versão de conserva de abobrinha usou vinagre de arroz e pimenta calabresa em flocos para dar um toque oriental ao sabor final, mas você pode usar vinagre de vinho branco normal caso prefira. Como eu gosto muito do sabor do vinagre de arroz, achei esta versão da conserva super saborosa e não mudaria nada.

Vale ressaltar que esta conserva caseira fica com o sabor do vinagre bem ressaltado. As versões industrializadas usam mais sal e açúcar para suavizar o sabor, o que é uma opção caso você não goste muito do sabor forte do vinagre. De qualquer maneira, a versão caseira tem um gosto mais natural do que as compradas prontas, o que, para mim, é sempre uma vitória.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Para um café da manhã especial

O fim de semana pode já estar acabando, mas nada impede que você se divirta mais um pouco enquanto ele ainda está aqui. Para deixar as manhãs de domingo mais gostosas, gosto de preparar um café da manhã especial e diferente. Assim sinto que estou curtindo um pouco mais esses momentos de tranquilidade e sem muita preocupação.

Adoro preparar aveia cozida no microondas com leite e mel. Alias, já publiquei aqui minha receita preferida de mingau de aveia à la americana. A versão que trago hoje é uma variação mais elaborada do mesmo conceito. Demora um pouquinho mais para ficar pronta, mas é tão delicioso que vale a pena esperar.

Aveia assada

Aveia assada

2 xic. de chá de aveia em flocos
1/3 xic. de chá de açúcar mascavo
2 col. de sopa de uva passa ou outra fruta seca de sua preferência
2 col. de sopa de castanha picada
1 col. de chá de fermento
1 1/2 xic. de chá de leite desnatado
1/2 xic. de chá de papinha de maçã
2 claras

Modo de preparo:
Misture os ingredientes secos numa tigela. Aos poucos, acrescente o leite mexido com a papinha de maçã e as claras. Misture tudo e incorpore as uvas passas na massa até ficar homogênea. Unte uma forma refratária 20×20 com uma pitada de margarina light e despeje a mistura. Leve para assar em forno médio (200˚C) de 30 a 40 minutos ou até que um palito inserido no meio saia limpo. Deixe descançar por 5 minutos e sirva a seguir.

Rende de 4 a 6 porções.

Uma dica que posso dar é para ficar de olho enquanto a aveia estiver assando no forno. Na receita original dizia para assar por 20 minutos. Entretanto, passado esse tempo vi que a minha ainda estava totalmente crua. Acabei deixando 38 minutos até que ficasse no ponto. Mas é preciso ter cuidado para que não queime, principalmente nas bordas.

Fiquei absolutamente encantada com esta receita. Super saborosa, ela é ótima também para preparar com antecedência já que permite congelar as outras porções para comer outros dias. No meu caso, fiz e congelei outros 3 pedaços em tigelas individuais. No dia que quero comer uma, apenas deixo na geladeira para descongelar da noite para o dia seguinte e aqueço no microondas 1 minuto e meio. Fica divino.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Segurando as pontas

Eu sei que é domingo e pessoas normais dormem até tarde aproveitando que não tem compromissos muito importantes com os quais se preocupar hoje. Mas se você é que nem eu e vive à base do ritmo do seu corpo que acorda cedo mesmo nos finais de semana, nada melhor do que um lanchinho gostoso para saborear no meio da manhã.

Para quem toma café cedo, como eu, é sempre bom fazer uma pequena boquinha no meio da manhã para segurar o estômago até a hora do almoço. Com isso, evitamos chegar ao meio dia verde de fome pronta para atacar qualquer coisa que vier pela frente.

Iogurte com aveia e mel

Iogurte com aveia e mel

1 pote de iogurte natural desnatado
2 col. de sopa de aveia
1 col. de sopa de castanha picada
1 col. de sopa de mel

Modo de preparo:
Despeje o iogurte numa tigela. Por cima, salpique a aveia em flocos e a castanha picada. Regue com o mel e sirva a seguir.

O lanche não precisa ser nada elaborado, algo simples como este iogurte incrementado já é suficiente para segurar as pontas até dar a hora do almoço. Outra vantagem deste lanchinho é que ele satisfaz a vontade de comer doce já que o mel adoça o paladar de maneira mais saudável que açúcar refinado.

Super prático, este iogurte serve tanto como lanche matinal ou como sobremesa leve para depois da refeição. Além de ser super light, a combinação do iogurte com a aveia e a castanha também traz inúmeros benefícios para a saúde. Isso porque o iogurte é ótimo para limpar o intestino e a aveia ajuda a manter o nível do colesterol ruim baixo.

Por hoje é só.

Bon appetit!