O recomeço

Hoje inauguro uma nova fase do blog. A fase que passarei a chamar de “versão hobby”. Como comentei no post passado, infelizmente não dá mais para publicar uma nova receita todo dia. Mas como não quero abandonar este projeto tão especial que só me trouxe tantas alegrias vou tentar compartilhar uma dia sim, dia não.

E tem outra coisa, tem sido muito difícil achar receitas novas e diferentes ou divertidas para testar. Alguém tem alguma sugestão? No fim acabo inventando qualquer coisa da minha cabeça mesmo. Muitas vezes nem é tão especial, mas certamente nenhuma deixou de ser absolutamente deliciosa.

Farfale com frango desfiado e ervilha

Farfale integral com frango desfiado e ervilha

55 g de farfale integral
1 peito de frango
50 g de cebola picada
1 dente de alho amassado
1/2 lata de tomate pelado
1/3 lata de ervilha em conserva
sal, pimenta, sálvia e orégano a gosto

Modo de preparo:
Ferva 500 ml de água e acrescente um tablete de caldo de galinha. Cozinhe o peito de frango por 15 minutos até ficar completamente cozido. Despeje a água, deixe o frango esfriar e desfie completamente. Reserve.
Aqueça uma panela antiaderente e refogue a cebola e o alho picados com um fio de azeite. Acrescente os tomates pelados junto com parte do suco e mexa bem com uma colher de pau para desmanchar os tomates. Assim que começar a ferver, junte o frango desfiado e a ervilha. Tempere com sal, pimenta, sálvia e orégano a gosto e deixe cozinhar por alguns minutos.
Enquanto isso, ferva 500 ml de água e cozinhe o macarrão de acordo com as instruções na embalagem até ficar al dente. Coloque a massa na panela com o molho e misture bem até ficar completamente incorporado. Sirva com uma saladinha verde.

Esta receita é perfeita para fazer com antecedência e levar para almoçar no trabalho. Inclusive, preparei o dobro da receita para facilitar minha vida e apenas dividi em duas porções para saborear em duas ocasiões diferentes. Não peguei esta receita de nenhum lugar específico. Apenas juntei alguns ingredientes simples e práticos para fazer um almoço rápido e gostoso.

Outra vantagem é a praticidade e simplicidade desta receita. No total gastei 40 minutos para fazê-la. A demora depois foi só a parte de ter que lavar a louça. Tem dez meses que comecei a cozinhar de verdade. Já aprendi tantas receitas deliciosas, algumas simples e outras bem sofisticadas. Mas por algum motivo não consegui descobrir ainda como fazer para a louça se lavar sozinha. Se alguém descobrir, me conta!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Anúncios

Pronto para viagem

Eu entendo que nem todo mundo tem tempo para preparar uma refeição completa e balanceada na correria do dia a dia. Mas nem por isso é preciso gastar muito com restaurantes caros ou comer qualquer besteira na rua para economizar uns trocados. Com um pouco de imaginação é possível preparar um belo almoço e levar para comer no trabalho.

Já dei diversas dicas de saladas super saborosas aqui no blog que funcionam justamente para esse propósito. Algumas das minhas preferidas sempre incluem uma boa dose de proteína, alguma leguminosa e vegetais ultra crocantes. Esta de dois feijões, a de lentilha com salmão e a de milho com salsicha com certeza podem ser preparadas com antecedência e formam um belo almoço express.

Salada de beterraba com frango desfiado, cenoura baby e ervilha

Salada de beterraba com frango desfiado, cenoura baby e ervilha

1 peito de frango cozido e desfiado
125 g de beterraba
50 g de cenoura baby
100 g de ervilha em conserva
mix de folhas verdes
azeite, limão e vinagre a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe o frango temperado com sal e pimenta a gosto, desfie e reserve. Se preferir, pode comprar o frango já pronto e desfiado. Cozinhe também a beterraba e corte em cubos pequenos. Se preferir pode comprar a beterraba cozida no vapor e embalada à vácuo.
Arrume o mix de folhas verdes a gosto num prato. Coloque a beterraba em cubinhos por cima. Decore com a cenoura baby e a ervilha em conserva. Termine com o peito de frango desfiado e tempere com azeite, limão e vinagre de vinho branco a gosto.

Mais uma vez acabei criando uma salada qualquer com ingredientes pré-prontos que tinha em casa para um daqueles dias super corridos da vida. Como sempre, vale usar toda a imaginação e o gosto pessoal para incluir os legumes e as proteínas que mais gostamos. Afinal, ninguém vai querer comer uma salada apenas por obrigação, certo? Tem que ser uma experiência prazerosa.

O mais importante é sempre procurar deixá-la bastante colorida. Neste caso, investi no roxo da beterraba, o laranja da cenoura e o verde da ervilha. Além disso, eu gosto de  ter como base um belo mix de folhas verdes, com algumas claras e escuras e outras crocantes para dar mais textura ao prato. O frango desfiado garante a proteína necessária para fazer deste prato uma refeição completa. Simples, fácil e prático. Quem precisa de mais?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Misturinha prática

Continuando no espírito da semana praticidade, compartilho com vocês hoje um prato que fiz alguns dias atrás. Geralmente gosto de planejar meus cardápios para a semana inteira e assim fazer supermercado já sabendo o que vou precisar comprar. Entretanto, semana passada eu iria cozinhar apenas 2 dias. Por isso, resolvi facilitar minha vida e escolher pratos que não exigissem muitos ingredientes ou elaboração.

Assim nasceu esta receita, que, apesar de parecer sem graça e corrida, ficou bastante saborosa e funciona super bem para momentos com falta de tempo ou de inspiração. Aproveitando ao máximo a praticidade dos pré-prontos saudáveis, usei as caixas de comidas cozidas no vapor sem adição de óleo ou conservantes. Definitivamente estes pacotinhos são ótimos aliados na cozinha de quem mora sozinho ou tem preguiça de cozinhar.

Galinhada com ervilha e funghi secchi

Galinhada com ervilha e funghi secchi

1/3 de xíc. de chá de arroz integral pronto
1/3 da caixa de peito de frango desfiado
80 g de ervilha em conserva
10 g de funghi secchi
50 g de cebola picada
azeite, páprica, sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo:
Aqueça 1 xíc. de chá de água mas tire do fogo logo antes de ferver. Derrame numa tigela e acrescente o funghi secchi. Deixe descansar durante pelo menos 30 minutos até reidratar completamente. Retire os cogumelos, corte em pedaços menores e reserve o líquido que sobrou.
Enquanto isso, aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola até ficar macia e aromática. Acrescente o frango desfiado e algumas colheres do líquido reservado. Salpique com sal, pimenta e páprica a gosto para temperar. Mexa bem até incorporar todos os temperos e junte a ervilha e os cogumelos.
Continue mexendo para que fique tudo homogêneo e aquecido por completo. Por fim, junte o arroz e o tomilho a gosto. Misture tudo e sirva a seguir.

O segredo para incrementar estes alimentos já prontos é a maneira de temperá-los enquanto preparamos o prato. Por isso, apesar de poder investir em refeições express e práticas, é imprescindível ter em casa um estoque de temperos básicos como cebola, alho, pimenta e ervas de sua preferência.

No caso desta receita, o líquido dos cogumelos traz um sabor fantástico ao frango sem graça comprado já pronto nessas caixas. Além disso, o toque do tomilho e da páprica ajuda a elevar a complexidade de sabores tornando o prato mais interessante. É claro que você pode preparar este prato com ingredientes frescos e não os comprados prontos. Mas ter a opção de fazer algo saboroso e rápido de vez em quando ajuda e muito a vida.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para aproveitar as sobras

Depois do final de semana que passou você pode até já estar de saco cheio de comer bacalhau. Já saturou, certo? Mas o que fazer com as sobras deliciosas que ficaram na geladeira? Parece até sacrilégio jogar fora um peixe tão delicioso que foi preparado com tanto carinho e custou tão caro.

Minha dica de hoje na verdade não foi concebida com restos de bacalhau e sim com a minha vontade de testar meus dotes culinários novamente. Foi minha primeira vez preparando bacalhau e fiquei bem feliz com o resultado (divino!). Mas a receita é bastante flexível e adapta-se super bem para usar aquele restinho de bacalhau em posta que sobrou do almoço de sexta ou domingo.

Risoto de bacalhau com aspargo

Risoto de bacalhau com aspargo

250 g de bacalhau cru desfiado
3/4 xíc. de arroz arbório
400 g de aspargos frescos
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picados
100 ml de vinho branco seco
2 col. de sobremesa de azeite
2 col. de sopa cheias de requeijão light

Modo de preparo:
Deixe o bacalhau de molho em água de um dia para o outro para dessalgar. Troque a água pelo menos 3 vezes antes de preparar o prato. Na hora que for começar, descarte a água do dessalgue e desfie bem o peixe.
Corte o aspargo em pedaços pequenos e cozinhe em 300 ml de caldo de galinha ou vegetais por 5 minutos até ficar al dente. Escorra e reserve o caldo do cozimento do aspargo. Ele será utilizado para preparar o arroz.
Aqueça uma panela antiaderente e refogue a cebola e o alho picados no azeite. Quando estiverem macios, acrescente o arroz e refogue mais um pouco. Despeje o vinho e deixe cozinhar até evaporar quase tudo. Acrescente 1/3 do caldo do cozimento do aspargo reservado e deixe o arroz cozinhando em fogo baixo mantendo apenas uma leve fervura. Mexa de vez em quando.
Quando o caldo tiver evaporado quase todo, acrescente mais 1/3 do líquido e junte o bacalhau desfiado. Caso seja necessário, coloque mais um pouco de líquido para que o peixe fique todo coberto. Continue mexendo de vez em quando e vá provando o arroz para ver se está no ponto certo. Caso já esteja quase pronto, aumente o fogo para que o caldo evapore mais rápido. Se for preciso, acrescente mais caldo quando este evaporar para continuar cozinhando o arroz até ficar al dente.
Quando o arroz estiver pronto, desligue o fogo e junte o aspargo e o requeijão light. Mexa bem para misturar tudo e deixar o risoto cremoso. Prove o sal e acrescente a gosto. Tampe a panela e deixe descansar por 5 minutos antes de servir.

Rende de 2 a 3 porções.

Como falei, criei esta receita pela minha vontade de preparar bacalhau pela primeira vez. Entretanto, ele pode ser feito sem o menor problema com os restos que tenham sobrado do almoço do final de semana. Neste caso, prepare o arroz do risoto da maneira tradicional e deixe para acrescentar o peixe já desfiado no final junto com o aspargo e o requeijão light.

Além de ter sido a primeira vez que preparei bacalhau, esta também foi a primeira receita que criei da minha cabeça. Usei umas outras que achei como inspiração e adaptei uma técnica já bastante conhecida de preparar risoto para incluir o bacalhau e fazer com que eles cozinhassem junto. Desta vez também não fiz o prato só para mim e todos que provaram disseram que estava uma delícia. E eu acreditei!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para não desperdiçar

Quem mora sozinho sabe, é duro planejar um cardápio semanal variado. Isso porque muitas vezes é difícil preparar certos alimentos, como arroz, feijão ou equivalentes, em porções individuais. Para não ter que apelar ao desperdício e sempre acabar jogando fora os restos, a imaginação e criatividade são indispensáveis.

Certo dia preparei quinoa para acompanhar meu almoço. Até tentei fazer uma porção pequena, mas acabou sobrando mesmo assim. Aproveitando as sobras da quinoa e de outros ingredientes que também tinham sobrado de dias anteriores acabei inventando esta mistura. Ficou deliciosa.

Quinoa com lentilha e frango desfiado

Quinoa com lentilha e frango desfiado

3 a 4 col. de sopa cheias de quinoa pronta
1 peito de frango médio desfiado
3 a 4 col. de sopa de lentilha cozida
1/4 de cebola
1 dente de alho
50 g de repolho fatiado
1/2 pimentão vermelho pequeno
sal, pimenta e azeite a gosto

Modo de preparo:
Pique a cebola e o alho e refogue numa panela wok antiaderente com alguns pingos de água até murchar (de 3 a 4 minutos). Acrescente o repolho e o pimentão cortado em cubinhos e mexa mais um pouco. Coloque a quinoa, o frango desfiado e a lentilha já cozidos e mexa bem para incorporar todos os ingredientes. Deixe refogar por alguns minutos até aquecer por inteiro. Tempere com sal e pimenta e regue com azeite a gosto. Sirva a seguir.

Não há nenhum mistério nem grandes inovações nesta receita. Ela funciona apenas para ressaltar como um pouco de criatividade e praticidade na cozinha podem gerar refeições simplesmente fantásticas. O legal é usar o que tem na geladeira mesmo, assim cada um acaba criando variações e misturas únicas.

Para incrementar um pouco mais o prato, vale sempre acrescentar outros vegetais à mistura. Mas para manter a praticidade invista em restos que já tem pronto. Brócolis ou espinafre cozidos no vapor complementariam brilhantemente esta combinação de sabores.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Para não gastar tempo na cozinha

Nesses dias de dorme tarde/acorda tarde o ânimo para preparar algo elaborado para o almoço sai voando pela janela. Até porque, quem quer ficar horas na cozinha quando há coisas bem mais interessantes para fazer nesta tão esperada folguinha anual? A boa notícia é que não precisamos de muita imaginação ou esforço para deixar qualquer pratinho super gostoso.

A dica de hoje é ridiculamente simples e pode ser preparada 30 minutos antes da hora de comer. Se tiver pedaços ou sobras de peito de frango cozido guardado na geladeira o tempo cai para 10 minutos. Isso sem contar que os demais ingredientes são aqueles que sempre temos na despensa. Ou seja, esta é uma receita perfeita para fazer quando a fome aperta e as opções parecem inexistentes.

Frango desfiado com repolho ao molho de tomate

Frango desfiado com repolho ao molho de tomate

1 pedaço médio de peito de frango desfiado
100 g de repolho fatiado
1/4 de cebola fatiada
1 dente de alho
3 col. de sopa de molho de tomate light
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Leve para ferver 500 ml de água com um tablete de caldo de galinha dissolvido. Coloque o peito de frango temperado com sal e pimenta a gosto para cozinhar abaixando o fogo e mantendo uma leve fervura. Após 15 ou 20 minutos desligue o fogo, descarte o caldo, espere o frango esfriar um pouco e desfie.
Na mesma panela antiaderente, refogue a cebola fatiada e o alho picado com alguns pingos de água por 2 ou 3 minutos. Acrescente o repolho e mexa bem até começar a murchar. Por fim coloque o frango desfiado e o molho de tomate. Misture tudo e mexa por mais alguns segundos para terminar de aquecer por completo. Sirva acompanhado de arroz integral e legumes cozidos.

Se achar a receita muito simples e quiser incrementar um pouco há inúmeras sugestões de ingredientes que podem ser acrescentados ao refogado. Entre as opções destacam-se cenoura ralada, pimentão verde em tirinhas, vagem picada, ervilha fresca ou aspargos cortados no sentido longitudinal.

Outra dica para deixar a receita mais especial é preparar o molho de tomate em casa com 1 tomate cortado em cubinhos bem pequenos. Entretanto, o prato preparado da maneira indicada (como eu fiz) fica uma delícia por si só. E talvez o fato dele ser tão fácil, tão rápido e tão prático de fazer só aumente ainda mais seu poder de ser uma delícia. Quem disse que praticidade precisa significar falta de criatividade e sabor?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Mexidão sofisticado e nutritivo

Da série de receitas de um prato só, aqui está mais uma deliciosa que se adapta super bem a qualquer gosto pessoal. Uma das vantagens de receitas como esta é a enorme versatilidade na hora de escolher os ingredientes utilizados. Não deixa e ser um incentivo para deixar nossa imaginação voar.

Eu resolvi preparar a receita da maneira como foi sugerida, modificando apenas a cor do pimentão. Com isso, preparei um prato monocromático (algo que me diverte profundamente não sei bem porque). Entretanto, você pode escolher mudar alguns deles para que o prato fique mais colorido, como o próprio nome sugere.

Quinoa primavera

Quinoa primavera

60 g (1/3 de xíc. de chá) de quinoa em grão crua
200 g de brócolis
2 peitos de frango cozidos desfiados
200 g de espinafre picado
1 pimentão verde médio picado
1/2 cebola picada
2 dentes de alho picado
azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Prepare a quinoa de acordo com as instruções da embalagem. Reserve.
Numa panela funda, ferva 400 ml de caldo de galinha e coloque os peitos de frango temperados com sal e pimenta-do-reino a gosto para cozinhar. Abaixe o fogo e mantenha uma leve fervura por 15 ou 20 minutos, até que o frango esteja bem cozido. Jogue fora o caldo e deixe os peitos esfriarem. Desfie ou corte em pedaços pequenos e reserve.
Numa frigideira antiaderente, refogue o alho e a cebola até ficarem macios. Acrescente o brócolis cortado em raminhos pequenos e o pimentão cortado em cubinhos.  Refogue por alguns minutos até os vegetais começarem a amaciar. Junte o espinafre e refogue mais um pouco até murchar.
Acrescente a quinoa e o peito de frango cozidos e misture bem. Refogue por mais alguns instantes para aquecer por completo. Sirva quente regado com azeite.

Rende 2 porções.

Apesar de exigir algum preparo prévio (como o cozimento da quinoa e do frango), este prato não deixa de ser super prático e rápido de preparar. O ideal na verdade é utilizar restos de quinoa ou peito de frango preparados anteriormente para confecção desta receita. Como eu sempre cozinho porções fixa para mim, quase nunca sobra nada e acabei tendo que fazer todas as etapas.

De qualquer maneira, o resultado final ficou absolutamente delicioso. Adoro pratos que trazem uma mistura reforçada de grãos integrais (como a quinoa), proteína (aqui no peito de frango) e muitos vegetais. Como falei, estes podem ser substituídos por qualquer outro a gosto do cliente. Experimente fazer com cenoura, aspargos, milho ou pimentão vermelho para deixar o prato bem colorido.

Por hoje é só.

Bon appetit!