O recomeço

Hoje inauguro uma nova fase do blog. A fase que passarei a chamar de “versão hobby”. Como comentei no post passado, infelizmente não dá mais para publicar uma nova receita todo dia. Mas como não quero abandonar este projeto tão especial que só me trouxe tantas alegrias vou tentar compartilhar uma dia sim, dia não.

E tem outra coisa, tem sido muito difícil achar receitas novas e diferentes ou divertidas para testar. Alguém tem alguma sugestão? No fim acabo inventando qualquer coisa da minha cabeça mesmo. Muitas vezes nem é tão especial, mas certamente nenhuma deixou de ser absolutamente deliciosa.

Farfale com frango desfiado e ervilha

Farfale integral com frango desfiado e ervilha

55 g de farfale integral
1 peito de frango
50 g de cebola picada
1 dente de alho amassado
1/2 lata de tomate pelado
1/3 lata de ervilha em conserva
sal, pimenta, sálvia e orégano a gosto

Modo de preparo:
Ferva 500 ml de água e acrescente um tablete de caldo de galinha. Cozinhe o peito de frango por 15 minutos até ficar completamente cozido. Despeje a água, deixe o frango esfriar e desfie completamente. Reserve.
Aqueça uma panela antiaderente e refogue a cebola e o alho picados com um fio de azeite. Acrescente os tomates pelados junto com parte do suco e mexa bem com uma colher de pau para desmanchar os tomates. Assim que começar a ferver, junte o frango desfiado e a ervilha. Tempere com sal, pimenta, sálvia e orégano a gosto e deixe cozinhar por alguns minutos.
Enquanto isso, ferva 500 ml de água e cozinhe o macarrão de acordo com as instruções na embalagem até ficar al dente. Coloque a massa na panela com o molho e misture bem até ficar completamente incorporado. Sirva com uma saladinha verde.

Esta receita é perfeita para fazer com antecedência e levar para almoçar no trabalho. Inclusive, preparei o dobro da receita para facilitar minha vida e apenas dividi em duas porções para saborear em duas ocasiões diferentes. Não peguei esta receita de nenhum lugar específico. Apenas juntei alguns ingredientes simples e práticos para fazer um almoço rápido e gostoso.

Outra vantagem é a praticidade e simplicidade desta receita. No total gastei 40 minutos para fazê-la. A demora depois foi só a parte de ter que lavar a louça. Tem dez meses que comecei a cozinhar de verdade. Já aprendi tantas receitas deliciosas, algumas simples e outras bem sofisticadas. Mas por algum motivo não consegui descobrir ainda como fazer para a louça se lavar sozinha. Se alguém descobrir, me conta!

Por hoje é só.

Bon appetit!

Buscando alternativas

Parece que virou moda essa tal de doença celíaca. A triste verdade é que esse problema não é nada novo mas só agora está sendo tratado com a importância devida.  Por muitos anos as pessoas que sofrem por intolerância ao glúten, proteína presente no grão do trigo, eram impedidas de comer delícias como massas, pizzas e pães fresquinhos já que todos estes ingredientes tem como matéria base o trigo e seus derivados.

A notícia boa é que já estão surgindo diversas opções no mercado para reverter o problema. É possível encontrar pães, macarrões, farinhas e muitos outros ingredientes feitos à base de arroz ou quinoa, para citar apenas alguns exemplos. Este delicioso macarrão à base de arroz, que usei como ingrediente da receita de hoje, é uma ótima alternativa.

Fussili cremoso ao funghi secchi com ervilha

Fussili cremoso ao funghi secchi com ervilha

60 g de macarrão de arroz
15 g de funghi secchi
80 g de ervilha em conserva
1 dente de alho amassado
1/2 col. de sopa de farinha de arroz
30 ml de vinho branco
60 ml de caldo do funghi
1 polenguinho
azeite, sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Aqueça 200 ml de água e tire logo antes de ferver. Despeje numa tigela e acrescente o funghi secchi para hidratar. Deixe reservado por pelo menos 20 minutos.
Ferva 500 ml de água e cozinhe o macarrão, como qualquer outro, até ficar al dente (aproximadamente 7 minutos). Escorra e reserve. Regue com um fio de azeite para não grudar.
Numa panela antiaderente, refogue o alho amassado com um fio de azeite até ficar aromático. Acrescente o funghi já hidratado e cortado em pedaços pequenos. Mexa para refogar um pouco e aquecer. Despeje o vinho branco e deixe ferver até secar quase todo o líquido.
Dissolva a farinha de arroz em 60 ml do caldo do funghi para tirar qualquer bolinha que formar. Acrescente à panela e mexa constantemente até engrossar. Junte a ervilha e o polenguinho e mexa para formar um molho cremoso. Por fim, despeje o macarrão reservado e mexa bem para incorporar todos os ingredientes. Sirva a seguir.

Como eu não sofro de intolerância ao glúten não tenho como ter certeza se os demais ingredientes desta receita são seguros para os celíacos pois não me preocupei totalmente com isso na hora de preparar. A minha intenção aqui era apenas mostrar que agora estão começando a surgir opções para que eles possam também saborear de mais algumas delícias na cozinha.

No fim esta receita pode ser preparada de maneira convencional com macarrão e farinha feitas de trigo. A combinação dos ingredientes e o molho cremoso que se formou no final ficou uma verdadeira delícia. Por coincidência também preparei este prato totalmente vegetariano. Mas se você quiser colocar um pouco mais de sustância vale acrescentar camarões grelhados por cima na hora de servir. Fica absolutamente sensacional.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Pronto para viagem

Eu entendo que nem todo mundo tem tempo para preparar uma refeição completa e balanceada na correria do dia a dia. Mas nem por isso é preciso gastar muito com restaurantes caros ou comer qualquer besteira na rua para economizar uns trocados. Com um pouco de imaginação é possível preparar um belo almoço e levar para comer no trabalho.

Já dei diversas dicas de saladas super saborosas aqui no blog que funcionam justamente para esse propósito. Algumas das minhas preferidas sempre incluem uma boa dose de proteína, alguma leguminosa e vegetais ultra crocantes. Esta de dois feijões, a de lentilha com salmão e a de milho com salsicha com certeza podem ser preparadas com antecedência e formam um belo almoço express.

Salada de beterraba com frango desfiado, cenoura baby e ervilha

Salada de beterraba com frango desfiado, cenoura baby e ervilha

1 peito de frango cozido e desfiado
125 g de beterraba
50 g de cenoura baby
100 g de ervilha em conserva
mix de folhas verdes
azeite, limão e vinagre a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe o frango temperado com sal e pimenta a gosto, desfie e reserve. Se preferir, pode comprar o frango já pronto e desfiado. Cozinhe também a beterraba e corte em cubos pequenos. Se preferir pode comprar a beterraba cozida no vapor e embalada à vácuo.
Arrume o mix de folhas verdes a gosto num prato. Coloque a beterraba em cubinhos por cima. Decore com a cenoura baby e a ervilha em conserva. Termine com o peito de frango desfiado e tempere com azeite, limão e vinagre de vinho branco a gosto.

Mais uma vez acabei criando uma salada qualquer com ingredientes pré-prontos que tinha em casa para um daqueles dias super corridos da vida. Como sempre, vale usar toda a imaginação e o gosto pessoal para incluir os legumes e as proteínas que mais gostamos. Afinal, ninguém vai querer comer uma salada apenas por obrigação, certo? Tem que ser uma experiência prazerosa.

O mais importante é sempre procurar deixá-la bastante colorida. Neste caso, investi no roxo da beterraba, o laranja da cenoura e o verde da ervilha. Além disso, eu gosto de  ter como base um belo mix de folhas verdes, com algumas claras e escuras e outras crocantes para dar mais textura ao prato. O frango desfiado garante a proteína necessária para fazer deste prato uma refeição completa. Simples, fácil e prático. Quem precisa de mais?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Misturinha prática

Continuando no espírito da semana praticidade, compartilho com vocês hoje um prato que fiz alguns dias atrás. Geralmente gosto de planejar meus cardápios para a semana inteira e assim fazer supermercado já sabendo o que vou precisar comprar. Entretanto, semana passada eu iria cozinhar apenas 2 dias. Por isso, resolvi facilitar minha vida e escolher pratos que não exigissem muitos ingredientes ou elaboração.

Assim nasceu esta receita, que, apesar de parecer sem graça e corrida, ficou bastante saborosa e funciona super bem para momentos com falta de tempo ou de inspiração. Aproveitando ao máximo a praticidade dos pré-prontos saudáveis, usei as caixas de comidas cozidas no vapor sem adição de óleo ou conservantes. Definitivamente estes pacotinhos são ótimos aliados na cozinha de quem mora sozinho ou tem preguiça de cozinhar.

Galinhada com ervilha e funghi secchi

Galinhada com ervilha e funghi secchi

1/3 de xíc. de chá de arroz integral pronto
1/3 da caixa de peito de frango desfiado
80 g de ervilha em conserva
10 g de funghi secchi
50 g de cebola picada
azeite, páprica, sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo:
Aqueça 1 xíc. de chá de água mas tire do fogo logo antes de ferver. Derrame numa tigela e acrescente o funghi secchi. Deixe descansar durante pelo menos 30 minutos até reidratar completamente. Retire os cogumelos, corte em pedaços menores e reserve o líquido que sobrou.
Enquanto isso, aqueça uma frigideira antiaderente em fogo médio e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola até ficar macia e aromática. Acrescente o frango desfiado e algumas colheres do líquido reservado. Salpique com sal, pimenta e páprica a gosto para temperar. Mexa bem até incorporar todos os temperos e junte a ervilha e os cogumelos.
Continue mexendo para que fique tudo homogêneo e aquecido por completo. Por fim, junte o arroz e o tomilho a gosto. Misture tudo e sirva a seguir.

O segredo para incrementar estes alimentos já prontos é a maneira de temperá-los enquanto preparamos o prato. Por isso, apesar de poder investir em refeições express e práticas, é imprescindível ter em casa um estoque de temperos básicos como cebola, alho, pimenta e ervas de sua preferência.

No caso desta receita, o líquido dos cogumelos traz um sabor fantástico ao frango sem graça comprado já pronto nessas caixas. Além disso, o toque do tomilho e da páprica ajuda a elevar a complexidade de sabores tornando o prato mais interessante. É claro que você pode preparar este prato com ingredientes frescos e não os comprados prontos. Mas ter a opção de fazer algo saboroso e rápido de vez em quando ajuda e muito a vida.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Na correria básica de todos os dias

Correria tem sido a palavra básica dos meus dias ultimamente. Mal tenho tempo de respirar, quanto mais pensar em algo elaborado para preparar para o almoço. Como imagino que esta seja a realidade de muitos de vocês, nada melhor do que compartilhar algumas das minha receitas chave para dias como esses.

Geralmente acho boas ideias nos sites que frequento e faço apenas algumas poucas modificações para ficarem mais práticas ainda. Esta de hoje pedia grão de bico, mas como tinha ervilha e vagem em casa resolvi adaptar para facilitar minha vida. No fim ficou super saboroso mostrando que na cozinha praticamente qualquer combinação é válida.

Frango à italiana

Frango à italiana

1 peito de frango
50 g de ervilha em conserva
100 g de vagem congelada
50 g de pimentão vermelho picado
1/2 lata de tomate pelado
50 g de cebola picada
1 dente de alho amassado
azeite, sal, pimenta, salsinha, manjericão e orégano a gosto

Modo de preparo:
Corte o peito de frango em cubos médios e tempere com sal e pimenta a gosto. Aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e o alho até ficarem macios e aromáticos. Acrescente o frango e mexa para começar a dourar.
Junte metade de uma lata de tomate pelado, e a vagem congelada. Deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe de 5 a 7 minutos mantendo uma leve fervura até que o frango fique pronto. Por fim, acrescente o pimentão picado, a ervilha e tempere com salsinha, manjericão e orégano a gosto. Sirva com arroz integral ou macarrão al dente.

Adoro pratos rápidos e completos como este que ficam prontos em menos de 20 minutos. A praticidade de ter legumes congelados facilita demais a vida de quem, como eu, vive na correria. Apesar de parecer menos saudável que os frescos, na verdade os vegetais congelados retêm todo seu valor nutricional e não deixam a desejar em nada em comparação com as versões compradas na hora.

O mais importante para lembrar quando se vive em constante correria é ter ingredientes básicos guardados no congelador e na despensa. Tendo sempre uma lata de tomate pelado, pacotes de verduras congeladas e carnes guardadas em porções individuais no freezer é possível preparar uma bela refeição sem o menor esforço. Melhor impossível, não?

Por hoje é só.

Bon appetit!

Pratos completos e balanceados

Com certeza você é como eu e acabou exagerando um pouco nas comilanças do final de semana. Nada melhor do que uma segunda-feira para voltar à rotina e encarar de novo os princípios de uma alimentação balanceada e saudável. Uma boa dose de proteína magra com legumes variados e carboidratos complexos é a combinação perfeita.

E para começar a semana com o pé direito, um filé de peito de frango cai super bem. Mas minha sugestão não é aquela sem graça de tantas dietas que vemos por aí nas revistas nas quais eles nos mandam ficar só no franguinho grelhado sem gosto e sem nada. Com alguns ingredientes diferentes conseguimos transformar uma refeição leve em algo super saboroso sem desandar a alimentação.

Frango à camponesa

Frango à camponesa

1 peito de frango
suco de 1/2 laranja
100 g de mix de vegetais congelados
50 g de cebola picada
1 dente de alho picado
2 col. de sopa de extrato de tomate
120 ml de água
azeite, sal e salsinha a gosto

Modo de preparo:
Tempere o frango com sal a gosto. Coloque numa tigela e derrame o suco de laranja. Deixe marinando por pelo menos 1 hora.
Enquanto isso, aqueça uma panela antiaderente e regue com um fio de azeite. Refogue a cebola e o alho picados até ficarem aromáticos e começarem a amaciar. Acrescente o extrato de tomate e o mix de vegetais congelados. Mexa bem para que fique tudo incorporado e os legumes comecem a separar.
Junte a água e o peito de frango com o suco da marinada. Deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos mantendo uma leve fervura até que o frango fique cozido e o molho reduza um pouco. Na hora de servir, salpique salsinha fresca a gosto. Sirva com arroz selvagem ou este couscous de quinoa delicioso.

Optei por usar um mix de vegetais congelados com vagem, ervilha e cenoura por pura praticidade já que isso diminui o tempo de preparo do prato. Além disso, não preciso ficar me preocupando em lavar, descascar e picar os legumes que iria usar. Entretanto, se você preferir pode comprar uma combinação de vegetais diferente como abobrinha, cenoura e vagem para cortar em cubinhos e usar no preparo do prato.

O bom desta receita é que ela já inclui uma boa dose de legumes no próprio prato. Assim, não precisamos ficar pensando em outras receitas para fazer de acompanhamento e servir na hora do almoço. Aqui, com apenas alguns minutos, temos uma refeição completa e balanceada perfeita para começar a semana bem.

Por hoje é só.

Bon appetit!

Opções leves para o jantar

Nas últimas semanas compartilhei algumas receitas deliciosas de tortas e afins que são perfeitas para um jantarzinho simples e saboroso. As opções são inúmeras podendo incluir tortas de carne como esta ou mesmo uma torta com borda de massa mais tradicional como esta.

Seguindo essa linha, hoje trouxe para vocês uma outra opção que cai super bem num dia mais corrido. Desta vez a torta é mais parecida com uma quiche mas sem a borda de massa e sem o creme de leite fresco bastante pesado e gorduroso que faz parte das receitas tradicionais. A versão mais leve não deixa nada a desejar e ficou uma delícia.

Quiche pudim de legumes

Quiche pudim de legumes

1 caixa de seleta de legumes
2 ovos
1 clara
60 ml de leite desnatado
60 g de peito de peru light
2 col. de sopa cheias de queijo cottage
sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Abra a caixa de seleta de legumes e escorra. Deixe sob água corrente alguns segundos para retirar o excesso de sal. Pique o peito de peru em fatias finas e reserve.
Numa tigela, bata levemente os ovos com um garfo. Junte o leite e o cottage e misture bem. Tempere com sal e pimenta a gosto.
Unte uma forma refratária antiaderente com um fio de azeite. Arrume os legumes no fundo da forma e coloque as fatias de peito de peru por cima. Despeje a mistura de ovos e leve ao forno pré-aquecido em 220˚C de 40 a 50 minutos ou até ficar completamente cozido. Sirva com uma saladinha verde e torradas integrais.

Rende 2 porções.

Quando preparei esta receita para mim estava sem muito tempo. Por isso usei a caixa de seleta de legumes que tinha uma mistura de ervilha, cenoura e batata em cubinhos. Entretanto, a melhor opção seria cortar vegetais frescos variados para incluir na quiche. Dessa forma também é possível escolher seus preferidos para colocar na receita.

O tempo de cozimento pode variar muito de forno para forno. O importante é retirar apenas quando a parte central da quiche estiver completamente cozida. Assim nos asseguramos de que os ovos estão totalmente prontos. Planeje-se com um pouquinho de antecedência para que o prato fique pronto na hora que for comer. Mas tenho certeza que a espera valerá a pena. O resultado final ficou divino.

Por hoje é só.

Bon appetit!